Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


As últimas exibições do Benfica têm desiludido os adeptos encarnados, mas Toni acredita que neste momento o mais importante são as vitórias alcançadas pela equipa de Bruno Lage. A antiga glória das águias admite que o nível exibicional está abaixo daquilo que se viu na temporada passada e coloca as diversas lesões que tem fustigado o plantel do Benfica nesta equação. 

"Este Benfica está diferente daquele Benfica da época passada. A última temporada foi uma época, desde que o Bruno agarrou a equipa, em que o Benfica conseguiu conciliar os resultados com boas exibições. Agora, está num período no qual as exibições não são tão conseguidas, mas vai ultrapassando os obstáculos. O campeonato é uma prova longa e portanto são os pontos que contam, mas espera-se uma melhoria em termos exibicionais", começou por dizer Toni, em declarações ao Desporto ao Minuto

A exibição do Benfica em Tondela não impressionou e Toni não deixa de lamentar o infortúnio de Rafa ao lesionar-se numa fase em que revelava ser uma das unidades mais importantes "na manobra ofensiva" das águias

"Naturalmente, o Rafa tem sido um elemento preponderante na manobra ofensiva do Benfica. Não ter Rafanos dois próximos meses é realmente uma baixa de peso", destacou o antigo médio, de 73 anos, que conquistou oito campeonatos nacionais ao serviço do clube da Luz. 

Por outro lado, a recuperação de Chiquinho, que foi mais rápida do que o que estaria inicialmente previsto, poderá ajudar o Benfica a superar a ausência de Rafa

"O Chiquinho infelizmente lesionou-se cedo… Pelo que fez na última época ao serviço do Moreirensepoderia ter já completado a afirmar-se na equipa do Benfica. Ele procura o seu espaço de afirmação e o seu regresso é importante. O que um treinador deseja é ter todos os jogadores disponíveis quer do ponto de vista físico como mental, para poder enfrentar as provas em que está envolvido", confessa Toni.

"O Benfica está em todas e vem aí um jogo que deve ser decisivo para as aspirações do Benfica quer na Liga Europa quer na Liga dos Campeões. Outro resultado que não seja a vitória, ou pelo menos o empate, diante do Lyon, colocará o Benfica fora da Europa. Esse jogo com o Lyon é de importância capital na Europa", explicou Toni. 

Uma das grandes mudanças do Benfica entre a última e a presente temporada reside no momento de forma de Haris Seferovic. O internacional suíço, melhor goleador do campeonato em 2018/19, é o avançado mais utilizado por Bruno Lage, mas está longe de assinar um momento de grande fulgor no que os golos dizem respeito. Toni alerta que Bruno Lage terá de encontrar a melhor forma de gerir a utilização de Seferovic, caso o helvético continue "perdulário" e longe de mostrar os argumentos que mostrou no passado.  

"Sente-se, já desde a época passada, que Seferovic é um dos eleitos de Bruno Lage. Este ano vê-se que é um jogador, mesmo não estando a repetir aquilo que fez na época passada, do qual o Bruno não abdica. Naturalmente, vai ter gerir essa situação até porque também tem o Raul [de Tomas] e [Carlos] Vinícius. Mas são jogadores de características diferentes, até porque o Seferovic ataca muito a profundidade. Este ano, Seferovic tem estado perdulário. No ano passado foi muito mais objetivo, foi o melhor marcador e foi eleito o melhor jogador na Suíça", frisou. 

atual época do Benfica tem sido marcada também pela onda de lesões - mais precisamente 13 - que foi reduzindo as opções de Bruno Lage. Ainda assim, Toni não deixou de realçar o recente regresso de um jogador que considera ser fundamental no Benfica. O capitão André Almeida esteve lesionado, mas foi titular em Tondela e a equipa, segundo o antigo jogador encarnado, só ficará a ganhar. 

"O Gabriel lesionou-se na Supertaça. Depois, foi o Florentino. Era o par do meio-campo que o Bruno Lage tinha para aquela zona. Embora os outros jogadores tivessem correspondido: SamarisTaarabtGedson… Depois também houve a lesão do Gedson. O meio-campo base era o Gabriel e Florentino. E depois há também um elemento que regressou agora e que foi muito importante na última épocaAliás, os dois laterais são muito importantes na manobra da equipa, quer André Almeida, quer Grimaldo. O André Almeida fez uma épocaexcecional", vaticinou. 

A mudança de João Félix para o Atlético de Madrid tirou a Bruno Lage a unidade mais desequilibradora da equipa e isso ainda se faz ressente no atual Benfica

"João Félix era a pedra para aquele 4x4x2 híbrido do Benfica a época passada. Ainda há aqui uma base da época passada, mas há que melhorar para elevar o nível exibicional", destacou, prosseguindo. 

"As exibições não se melhoraram de um dia para o outro. Muitas vezes as equipas passam por fases em que têm de ganhar. São os resultados que marcam a vida dos treinadores. Os treinadores gostam e querem todos ganhar e jogar bem. O Benfica está numa fase em que não está a empolgar como empolgava na épocapassada. Mas está a ganhar e a dividir a liderança com o FC Porto. A perspetiva mais negativa que existe é na Champions, por conta daquela derrota em casa com o Leipzig. Esse é o resultado negativo, porque é fundamental não perder os jogos em casa nesta competição. Por isso, aquilo que um treinador pede é tempo. Mas quando se está numa equipa como o Benfica, o Sporting ou o FC Porto, não há tempo para pedir tempo. A solução passa por trabalhar todos os dias para melhorar e regressar ao futebol atraente praticado na épocapassada", rematou Toni. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Com a qualificação para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões a vitória clara em Braga, para o campeonato, a equipa do Benfica está a dar “sinais de retoma”, considera Toni, antigo jogador e treinador do clube da Luz.

"Há que continuar a acreditar no treinador Rui Vitória", lançando ainda um pedido aos adeptos do Benfica: "Tenham paciência com este novo tempo que se vive no clube.

Os seis anos de Jorge Jesus como treinador “deixaram a sua marca”, diz o antigo treinador, mas Rui Vitória tem vindo, “passo-a-passo, a crescer e a introduzir as suas ideias e as suas concepções do jogo”, assim como uma “nova” forma de liderar.

Nestas declarações, Toni olha também para os adversários do Benfica na luta pelo título. Sobre o Sporting diz que o chamado “efeito Jorge Jesus” torna-se possível devido ao “trabalho de base anteriormente feito” pelos técnicos Leonardo Jardim e Marco Silva. Quanto ao FC Porto, Toni considera que tem “jogadores de muita qualidade”, mas o seu futebol é “previsível”.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rui_Vitória.jpg

Rui Vitória precisa de ter meios para conseguir fazer um bom trabalho como treinador do Benfica. A ideia pertence a Toni, que em entrevista a Bola Branca, sublinha que "com os mesmos meios de Jorge Jesus, Rui Vitória também ganhará a aposta". 

O antigo campeão pelo Benfica sabe que este tempo é "de vacas magras", sinais do desinvestimento e da aposta na formação. Contudo, sempre vai adiantando que "as interrogações andam no ar, independentemente do bom trabalho que o Rui Vitória fez em Guimarães, onde do pouco fez muito".
 
"Lembro-me da desconfiança que havia em relação ao Jorge Jesus. Se era treinador para o Benfica", explica Toni.  O técnico acabou por provar a sua competência, tendo ao seu alcance "as condições que poucos tiveram", mas que também acabou por "potenciá-las", alcançando grandes resultados.

Rui Vitória terá pela frente "uma herança mais pesada",  depois de os encarnados terem ganho "um bicampeonato que já não conseguiam há 31 anos".  
 
"Agarrar esse barco é uma herança mais difícil do que alguém que vai agarrar num clube que há uns anos se vê arredado do título de campeão", reforça Toni.
 
"Haverá da parte de Rui Vitória uma herança muito mais pesada, do que aquela que Jesus herda com uma vitória na Taça de Portugal", afirma.

Autoria e outros dados (tags, etc)


"Trouxeram cópias em vez de originais"

por João Silva, em 02.06.09

 

Toni, penúltimo treinador campeão nacional pelo Benfica, numa entrevista a uma rádio nacional, mostrou-se bastante critico em relação à última temporada dos encarnados, sobretudo a nível de reforços.
O técnico, de 62 anos, acredita mesmo que se os jogadores contratados "tivessem rendido o que podem, o Benfica podia ter discutido o título até ao fim".

"Trouxeram cópias em vez de originais. O Reyes, que todos conhecem, apareceu duas ou três vezes; o Aimar apareceu duas vezes ou três; o Suazo até pensavam que era o Eusébio, mas para levar as botas do Eusébio até podia ser; o Balboa pensava que isto era uma equipa de padeiros mas não é... Houve jogadores que não corresponderam ao que o Rui Costa pensava", afirmou.

Depois dos "ziguezagues no ano passado" - "primeiro pensou-se no Carlos Queiroz, depois foram a Inglaterra falar com o Eriksson e, depois, foi o Quique Flores" -, agora é preciso ver "se há condições" para Quique ficar e "saber também se o próprio" espanhol "está interessado em continuar".

Parece-me que algumas desta afirmações, relativamente a Reyes e Aimar, sendo os jogadores que se esperava que pudessem fazer a diferença, foram uma decepção, o que pode ajudar a compreender o insucessso desta temporada.
O que me leva a deixar a questão no ar, o motivo desses e outros jogadores, não se terem afirmado?
 

Saudações Benfiquistas.

 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
115-anos
Reconquista-37

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2019/20








Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog