Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A primeira das 10 finais que faltavam disputar não correu da forma que todos os benfiquistas desejavam. O dérbi com o Belenenses foi um jogo atípico numa daquelas noites que acontecem de muitos em muitos anos, quando o erro e o azar decidem bater à porta ao mesmo tempo. 

Foi essa dupla circunstância a impedir que o Benfica somasse a 10.ª vitória consecutiva – que, aliás, fez por merecer. Já sabíamos que nos aguardavam muitos obstáculos pelo caminho. O perigo está sempre à espreita e o jogo de ontem confirmou-o em absoluto. É preciso continuar em permanente estado de alerta e lembrar os princípios definidos para se ter sucesso: “Humildade, concentração, ambição e confiança”. 

Todos conhecemos a receita e é importante que assim continuemos, sem desvios. O Benfica está hoje no lugar em que todos queriam estar. É líder e não depende de mais ninguém, a não ser de si próprio e da qualidade do seu futebol, para fazer da Reconquista uma realidade. 

Foi essa qualidade que nos permitiu chegar até aqui. Em março, a 9 jornadas do fim, o Benfica está no caminho certo. “A nossa confiança está naquilo que trabalhamos. Olho para a tarefa e para o trabalho”, repetiu ontem Bruno Lage. É assim que o percurso irá continuar a ser feito: treino a treino, jogo a jogo. Com toda a confiança. 

As grandes vitórias fazem-se com muitos passos. Uns grandes, outros mais curtos. Mas todos os passos contam para que se concretizem as grandes caminhadas. 

Numa noite de emoções fortes – que foi da alegria à ansiedade em breves minutos – seria injusto não destacar o fantástico comportamento dos adeptos! Enorme apoio do início até ao fim e, em particular, na fase mais delicada. A onda vermelha não deixa ninguém caminhar sozinho!

News Benfica

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


INACEITÁVEL!

por João Silva, em 13.02.19

News Benfica.jpg

A decisão de interditar o Estádio da Luz por 4 jogos é um abuso, uma indecência e, acima de tudo, uma machadada fatal na credibilidade de quem tem – ou deveria ter – a responsabilidade de garantir o bom funcionamento da justiça e da disciplina no futebol português. 

O único entendimento que é possível fazer a partir da intenção de quem pretendia fechar o Estádio da Luz é o de que existe uma mão negra por detrás deste plano. A Comissão de Instrutores da Liga teve o desplante – e a coragem – de propor a interdição por um mínimo de 7 e um máximo de 21 jogos. O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol decidiu por 4. 

Por outras palavras, e como o campeonato nacional é disputado por 18 equipas, a Liga admitia que o Benfica fizesse mais de uma temporada inteira sem realizar qualquer jogo na Luz. Nunca houve um caso destes! E não é apenas no futebol português. É no futebol mundial! 

Não é seguramente assim que se protege o negócio. O Benfica é hoje, a todos os níveis, um exemplo de qualidade, modernidade e responsabilidade para grandes organizações internacionais, do desporto e não só. Estão aí, a confirmá-lo, recentes estudos da UEFA, da Deloitte ou da prestigiada revista ‘France Football’. O Benfica é, em Portugal, quem mais contribui para o desenvolvimento da indústria. 

O que aqui está em causa – até pelo timing escolhido – é claramente uma tentativa de desestabilizar o clube, com interesses e propósitos que são fáceis de entender. 

A forma como todo este processo foi manipulado e orientado revela, com perfeita nitidez, o objetivo pretendido: servir os interesses de quem ‘abençoou’ esta Comissão de Instrutores da Liga e o seu principal responsável. 

O Benfica avançou com uma providência cautelar com efeitos suspensivos imediatos e saberá reagir, no tempo e no sítio certos, a esta e outras manobras persecutórias. Porque este, como o presidente Luís Filipe Vieira lembrou recentemente, “é o Benfica que não se verga”. 

PS: Nem o famoso ministro da propaganda do Iraque chegou a ser tão hilariante. Agora até temos quem se tenha especializado em tradução de linguagem gestual e verbal para tentar desmentir aquilo que toda a gente viu e ouviu. Para quem acreditava que já tinha visto de tudo… existe sempre quem surpreenda.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


A Reconquista chega aos Açores

por João Silva, em 11.01.19

News Benfica.jpg

A forma lapidar como, no dia da sua estreia, Bruno Lage definiu o principal objetivo para este momento da temporada do Benfica foi um tiro em cheio: “Reconquistar os adeptos!” 

Não Reconquistar a sua paixão pelo clube ou o seu benfiquismo. Esses são valores inalteráveis, que nem a maior das tempestades poderá abalar. É a história que o diz. 

O amor pelo Benfica – em forma de devoção, disponibilidade e compromisso – nunca esteve em causa. Nem mesmo nas horas mais difíceis. A Reconquista, neste caso, tinha outro alcance. 

Foi dado um primeiro passo com a categórica vitória frente ao Rio Ave, mas há ainda muito caminho a percorrer. A começar já hoje, ao final da tarde, pelo importante jogo nos Açores – onde nos últimos dias se pôde ver nova demonstração da força única do Benfica e da capacidade de mobilização dos seus adeptos. 

É aqui que vale a pena lembrar Clarice Lispector: “Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado, com certeza vai mais longe.” 

PS: O FC Porto irá sentar-se no banco dos réus na sequência do processo cível movido pelo Benfica pela divulgação criminosa da sua correspondência privada no Porto Canal. Em sede própria, o Sport Lisboa e Benfica e o Sport Lisboa e Benfica, SAD reclamam uma indemnização de 17.784.579,56 euros. Segue-se o julgamento e importa recordar que a este processo cível juntam-se outros processos interpostos contra o FCP no âmbito criminal. A hora é da justiça!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


A caixa negra do VAR

por João Silva, em 17.12.18

News Benfica.jpg

Mais uma jornada, mais polémica, mais erros a manchar a Liga 2018/19. Numa competição sem a possibilidade de recorrer ao auxílio da tecnologia, um total de 9 erros graves nas primeiras 12 jornadas já seria um exagero. Com o VAR, é simplesmente incompreensível.


Não se pode fazer um balanço apressado à utilização do vídeo-árbitro e admitir 9 erros graves – apenas para tentar serenar as águas e fazer-nos crer que o número de más decisões é aceitável face ao total de lances avaliados. 

Mas pior é que, em nome da transparência, não sejam do conhecimento público quais foram esses erros e em que circunstâncias eles se deram. Tal omissão visa proteger ou esconder o quê?

A generalidade dos observadores independentes do futebol nacional tem sérias dúvidas, aliás, quanto ao número de erros graves que foram reconhecidos. Há razões para acreditar que sejam bastantes mais. Para além disso, seriam 9 até à jornada anterior. Com o que se viu este fim-de-semana, esse número já está aumentado – numa Liga que fica assim ferida na sua verdade desportiva.

O VAR foi um investimento demasiado alto. Há hoje equipas dedicadas à vídeo-arbitragem. Há treino específico. Há formação contínua. Há mais meios do que nunca. Como se explica que este esteja a ser o campeonato com mais erros de que há memória?

Em nome da transparência, é fundamental que se abra a 'caixa negra' do VAR. Quem errou? Onde se errou? Como se errou?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


A manipulação da Sport TV

por João Silva, em 14.12.18

News Benfica.jpg

O momento passou despercebido a muitos telespectadores, mas a mais recente 'manobra de diversão' da Sport TV merece ficar registada para memória futura, como um dos casos mais lamentáveis nos 20 anos de vida do canal.

No intervalo do FC Porto-Portimonense, da jornada anterior, a Sport TV tentou enganar os seus próprios clientes, sem qualquer pudor, a propósito do penálti que ficou por assinalar sobre Nakajima.

O derrube de 'Felipe Vale-Tudo' ao extremo japonês do Portimonense foi tão evidente que, desta vez, não houve um único especialista de arbitragem com coragem para dizer o contrário.

A Sport TV, porém, prestou-se a um papel ridículo, lamentável e indigno, pondo seriamente em causa os princípios mais elementares daquilo que deve ser a relação de uma empresa com os seus consumidores. Há limites para tudo.

O que fez, então, a Sport TV? Enquanto se esperava pelo início da 2.ª parte, pôs no ar imagens manipuladas (e misturadas) que não correspondiam ao lance da grande penalidade que ficou por assinalar.

Nessa outra jogada, também protagonizada por Felipe e Nakajima, o jogador do FC Porto não cometeu falta. A Sport TV tentou através dessas imagens fazer-nos crer, portanto, que o brasileiro não tocou em Nakajima.

O próprio narrador de serviço (Rui Orlando) foi apanhado de surpresa com a situação e ficou exposto, sem saber muito bem o que dizer perante aquele golpe baixo.

A demora de repetições de lances duvidosos dentro da grande área de certos clubes já era conhecida. Mas agora estas montagens manipuladas devem ser caso único no Mundo. Não dá para acreditar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


As contas da Europa

por João Silva, em 13.12.18

News Benfica.jpg

Iniciamos agora uma nova fase no percurso europeu desta época. Momento que deve ser aproveitado para um rápido balanço. É certo que não se atingiu o objetivo principal (a qualificação para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões), mas há aspetos positivos a retirar do trajeto já cumprido. O balanço, para já, é este:

•10 jogos realizados, considerando a 3ª pré-eliminatória e o playoff de acesso à fase de grupos. O resultado foram 4 vitórias, 3 empates e 3 derrotas

•Um total de prémios até ao momento de 49,25 milhões de euros, com a possibilidade de continuar a somar, a partir de fevereiro, através da participação na Liga Europa

•Um dos quatro melhores terceiros classificados, o que permite ser cabeça-de-série no sorteio da Liga Europa.

Liga Europa que, refira-se, terá desta vez um elenco de luxo, a avaliar pelo poderio de algumas equipas já confirmadas na próxima fase: Inter, Nápoles, Shakhtar, Valencia, Arsenal ou Chelsea, só para lembrar meia-dúzia.

Nesta última ronda da UEFA em 2018, uma palavra de mérito, ainda, para o desempenho do Benfica na Youth League: qualificação para os oitavos-de-final, mantendo vivo o sonho de fazer... o que nunca foi feito. E continuando a demonstrar a qualidade do trabalho que desenvolvemos na nossa formação. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
115-anos
Reconquista-37

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2019/20








Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog