Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Regressa a Liga

por João Silva, em 20.09.19

Depois de a meio da semana, na estreia na presente edição da Champions, o Benfica ter desiludido ao perder na receção ao Leipzig, depois das muitas alterações operadas no onze, Bruno Lage deve voltar à sua fórmula habitual.

Com um jogo de teórico grau de dificuldade elevado, com uma deslocação a Moreira de Cónegos, depois de ter surpreendido para o jogo europeu, o técnico deverá devolver, escreve A Bola, a titularidade a vários atletas.

Raul de Tomas e Seferovic, devem, desde logo, começar a partida lado a lado, com Taarabt e Rafa a sentarem-se novamente na equipa inicial e com André Almeida a regressar à lateral direita. 

Samaris, atleta que foi imprescindível na caminhada para o título das águias, poderá também espreitar o espaço ocupado por Fejsa, isto num momento em que há vários atletas lesionados e a recuperar de lesão.

Com a conquista do título como principal objetivo da temporada, mas com jogo, a meio da próxima semana, para a Taça da Liga, escreve ainda o jornal Record que essa, sim, deverá ser uma partida de mais testes para o treinador das águias, podendo dar oportunidade renovada a mais jovens para se mostrarem na equipa A.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica falha assalto à liderança da Liga

por João Silva, em 03.11.18

O Benfica sofreu esta sexta-feira no Estádio da Luz a sua terceira derrota consecutiva. O Moreirense ganhou por 3-1 e agudizou a crise dos encarnados, depois dos desaires perante o Ajax e o Belenenses. Os encarnados até marcaram o primeiro golo do jogo, logo aos 2 minutos, através de Jonas, mas Chiquinho, Pedro Nunes e Loum viraram por completo o marcador em meia-hora. O Benfica apostou tudo na segunda parte, com uma frente de ataque reforçada, mas não conseguiu criar verdadeiras situações de perigo. Jardel, expulso por agredir um adversário a 15 minutos do fim, deu a estocada final no ânimo dos encarnados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Benfica venceu a formação de Moreira de Cónegos, numa partida intensa, disputada e com incerteza até ao seu final.

O golo de Mitroglou, aos 41’, garantiu os três pontos que mantêm o Tricampeão na liderança do Campeonato, agora com 68 pontos.
Num livre cobrado por Pizzi, Mitroglou sobe mais alto e cabeceia para a vantagem e para a verdadeira loucura nas bancadas do Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas.

Moreirense_Benfica.jpg

Era de esperar que ia ser um jogo muito difícil, num campo difícil, mas ganhámos, conquistámos os três pontos, que era o mais importante.
O conjunto de Rui Vitória teve uma exibição menos conseguida, mas mesmo assim criou algumas situações de golo que não concretizou e que poderiam ter evitado algum sofrimento no final do jogo.

Faltam seis finais, é jogo a jogo, e agora é preparar o próximo que é o mais importante.

#CarregaBenfica #Juntos #RumoAo36

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Taça CTT: Benfica eliminado pelo Moreirense

por João Silva, em 27.01.17

O Estádio Municipal do Algarve recebeu a segunda meia-final da Taça CTT. Frente a frente, as formações do Moreirense e do Sport Lisboa e Benfica, com os minhotos a levarem a melhor e a vencerem por 3-1.

Face à última jornada da Liga NOS, Rui Vitória fez seis alterações na equipa, depois do triunfo na Luz com o Tondela. Eliseu foi o destaque nas escolhas iniciais, após mês e meio de paragem por lesão.
O Benfica nem demorou muito tempo até inaugurar o marcador, logo na primeira chegada com perigo à baliza de Makaridze, aos seis minutos: Salvio iniciou a jogada com um bom pormenor individual e concluiu pouco depois, após cruzamento bem medido do regressado Eliseu. Melhor começo não se podia esperar, tudo levava a crer que iria ultrapassar este adversário com alguma "facilidade". Mas não!

Moreirense_Benfica_Taça_CTT.jpg

Após o tento inaugural, a equipa de Rui Vitória manteve um domínio quase absoluto da posse de bola a meio-campo, frente a um Moreirense que, durante a primeira metade, se preocupou mais em manter as linhas recuadas, procurando evitar o 'assalto' benfiquista. Sem acelerar muito no último terço, criou algumas ocasiões de relativo perigo por Jonas, aos 19 e 23 minutos, mas só obrigou Makaridze a aplicar-se nos minutos finais do primeiro tempo, em remates de Jonas (35) e Salvio (38).

O treinador do Moreirense mexeu ao intervalo, com as apostas em Fernando Alexandre e Dramé, e não podia ter esperado melhor reação da sua equipa, que empatou logo na primeira jogada do segundo tempo: Francisco Geraldes descobriu o isolado Dramé, que ultrapassou Ederson e atirou para a baliza aberta.

Perante um Benfica surpreendentemente adormecido no reinício, a equipa minhota foi somando boas ocasiões e mais dois golos, ambos apontados pelo ganês Boateng: aos 54, na recarga a um corte da defensiva 'encarnada' após um livre da direita, e aos 71, isolado, a finalizar um contra-ataque na 'cara' de Ederson, assistido por Podence.

O Benfica só 'acordou' nos dez minutos finais, quando o jogo já estava completamente 'partido': Makaridze defendeu dois remates perigosos de Pizzi e Jonas (81) e o avançado brasileiro somou um 'tiro' à barra (82) e outro ao poste (86).

O Moreirense conseguiu aguentar a pressão final e segurar o triunfo. O resultado manteve-se em 3-1 até final.

Aos jogadores do Benfica e equipa técnica, resta-lhes culparem-se a si próprios nesta eliminação e retirar a devidas ilações sobre os erros cometidos, para não voltar a cometê-los no futuro. Os erros servem para aprender.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Taça CTT Final Four

por João Silva, em 25.01.17

Taça_CTT_Final_Four.jpg

Líder do campeonato, semi-finalista da Taça de Portugal e presente nos oitavos de final da Liga dos Campeões, o Benfica é o favorito ao triunfo na 10.ª edição da Taça da Liga em futebol, que se decide numa inédita ‘final four’, no Algarve.

Vencedor da prova em 2009, 2010, 2011, 2012, 2014, 2015 e 2016, o Benfica chega ao Algarve com aspirações de chegar à sua 8.ª final nesta competição. Mas para tal acontecer, o Benfica tem de superar primeiro o Moreirense, equipa que esta época já venceu por 3-0, na Luz, em encontro a contar para a I Liga.

Caso cheguem à sua oitava final, as águias encontrarão uma das outras equipas que já conquistaram esta competição, ou o Vitória de Setúbal, vencedor da primeira edição (2007/08), ou o Sporting de Braga, que ganhou em 2012/13.

O jogo do Benfica-Moreirense decorre na próxima quinta-feira, às 20h45, e o jogo Vitória de Setúbal-Sporting de Braga decorre esta quarta-feira, à mesma hora. A final da competição disputa-se no próximo domingo, às 20h45, no Estádio do Algarve.

Segundo os responsáveis da Liga irão existir várias atividades paralelas durante esta semana, do qual se destacam o Jogo das Lendas, onde estarão presentes antigos internacionais portugueses, e a Corrida do Adepto, aliando o desporto da corrida ao futebol, na zona do Algarve. Os bilhetes para os jogos da Taça da Liga terão o custo de cinco euros.

A competição terá também uma fan zone, onde irão decorrer concertos de Jimmy P e dos Capitão Fausto, numa tentativa de atrair os adeptos à zona de Faro e de Loulé, cidades que irão acolher os jogos da final four.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A vitória em Moreira de Cónegos foi categórica e mostrou a excelente fase que o conjunto de Rui Vitória atravessa.
Depois da goleada para a Taça da Liga a meio da semana (6-1), o Benfica regressou para assinar nova goleada, agora para o campeonato, onde manteve os dois pontos de distância para o líder do campeonato.

Moreirense_Benfica_2.jpg

A viver o seu melhor ciclo desde o início da temporada, os jogadores do Benfica trataram de resolver cedo o compromisso com o Moreirense, voltando Jonas a ser o elemento crucial da equipa, com mais dois golos e uma assistência para outro, concretizado por Gaitán. 
O Benfica entrou forte na partida, tendo-se adiantado cedo no marcador, com Jonas a marcar logo aos 16’ com um golo de cabeça, após um excelente cruzamento de Pizzi da direita.

Moreirense_Benfica_3.jpg

O Moreirense procurou reagir e até equilibrou a luta no meio campo, com uma maior agressividade à perda de bola, conseguindo criar duas boas oportunidades para igualar (23’ e 39’), ambas através de Iuri Medeiros, mas na baliza dos “encarnados” mora um enorme Júlio César que não permitiu.
Mesmo baixando o ritmo de jogo, o Benfica não perdia o controlo da partida e antes de o árbitro apitar para o intervalo, Renato Sanches com um grande passe a rasgar a defesa do Moreirense, permitiu um cruzamento em esforço de Eliseu que foi desviado para as redes minhotas com um potente remate de Mitroglou.

Moreirense_Benfica_4.jpg

O segundo tempo começou com uma oportunidade de Iuri Medeiros (50’), que rematou cruzado ligeiramente ao lado. Mas o Benfica estava por cima, gerindo com qualidade, firmando a sua ambição em conquistar os três pontos e, aos 67’, resolveu definitivamente o encontro. Bastou acelerar um pouco mais para que Pizzi e Jonas voltassem a destroçar a defesa minhota, com o brasileiro a tabelar com o português e a bisar. E oito minutos depois, também Nico Gaitán se quis associar à goleada, com um remate de trivela, a passe de Jonas, que não deu hipóteses ao guarda-redes Stefanovic.

Moreirense_Benfica_5.jpg

Tal como na Taça da Liga, o incontornável Medeiros ainda conseguiu o golo de honra para os homens da casa, apontado já no período de descontos.

O Benfica alinhou de início com Júlio César; Eliseu, Jardel, Lisandro (Lindelof, 59’) e André Almeida; Samaris (Talisca, 80’), Renato Sanches, Pizzi e Gaitán, Jonas e Mitroglou (Raúl, 72’).

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
115-anos
Reconquista-37

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2019/20








Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog