Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Pela segunda vez consecutiva o Benfica está presente numa final europeia, mas pela segunda vez não consegue vencer.
O sonho da terceira taça europeia ficou mais uma vez adiado, mas na minha opinião com a continuação do trabalho que tem vindo a ser feito, creio que mais ano menos ano o Benfica voltará a conquistar uma prova europeia.

Louvar o fantástico percurso da equipa de Jorge Jesus, que chega ao jogo decisivo sem alguns dos príncipais jogadares, mas que teve uma prestação digna, sendo mesmo a melhor equipa em campo ao longo dos cento e vinte minutos, só perdendo na lotaria das penalidades.
Os jogadores do Benfica mereciam este título, tendo em conta a época que têm feito, mais após um jogo em que foram prejudicados por algumas decisões do árbitro e que poderiam ter alterado a história da final.
Uma palavra para os adeptos do Benfica, mostraram mais uma vez porque são os "melhores adeptos do mundo"!

A época não acaba aqui. Agora é levantar a cabeça porque domingo há a final do Jamor e temos uma taça para conquistar!

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com a seguinte equipa: Oblak; Maxi Pereira, Luisão, Garay e Siqueira (Cardozo, 98’); Ruben Amorim, André Gomes, Gaitán (Ivan Cavaleiro, 118’) e Sulejmani (André Almeida, 24’); Rodrigo e Lima.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Tragam o caneco para casa!

por João Silva, em 14.05.14

NÓS ACREDITAMOS!



FORÇA RAPAZES!

MOSTREM A VOSSA RAÇA, QUERER E AMBIÇÃO!

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Benfica reencontra quarta-feira o Sevilha, clube frente ao qual se estreou, há mais de 56 anos, nas taças europeias de futebol, numa primeira eliminatória da Taça dos Campeões em que os espanhóis levaram a melhor.

A 19 de setembro de 1957, o Benfica, então campeão nacional em título, disputou o seu primeiro jogo nas provas da UEFA no Campo Nervion, em Sevilha, onde perdeu por 3-1, sendo depois eliminado na Luz, após um “nulo”.

Na primeira mão, os comandados do brasileiro Otto Glória, ainda se aguentaram até ao intervalo sem sofrer golos, mas após o intervalo, a formação da casa marcou logo no primeiro minuto da segunda metade, pelo extremo esquerdo Antonio Pahuet, que bateu Bastos com um remate forte, mas o Benfica respondeu logo a seguir, aos 48 minutos, através de um “tiro” do “capitão” Palmeiro.

Aos 59 minutos, Serra tentou fintar Antoniet, perdeu a bola e o Sevilha voltou ao comando do marcador, para, aos 79, aumentar a vantagem, por obra de Pepillo, que, rezam as crónicas da altura, terá ajeitado a bola com a mão antes de marcar.

A três minutos do final, José Águas ainda teve uma excelente oportunidade para apontar o segundo tento dos “encarnados”, mas o seu cabeceamento saiu mal.

Na segunda mão, a 26 de setembro na Luz, a equipa do Benfica atacou muito, mas nunca conseguiu ultrapassar a cerrada defesa dos espanhóis, que seguraram o “nulo” até ao fim e qualificaram-se para a segunda ronda da prova.

Para a história, o primeiro “onze” europeu do Benfica foi composto por Bastos, Calado, Ângelo, Pegado, Serra, Alfredo, Palmeiro, Coluna, José Águas, Caiado e Cavém.

Depois de um empate e uma derrota, chegou a hora do Benfica conseguir a vitória que lhe falta do “duelo” particular com o Sevilha.

 

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Road to Turin!

por João Silva, em 01.05.14

O Benfica defronta esta quinta-feira a Juventus, em jogo da segunda-mão das meias-finais da Liga Europa. No primeiro jogo na Luz o Benfica venceu por 2-1.

Este será um dos jogos mais importantes da excelente época que a equipa de Jorge Jesus está a fazer, já que poderá dar a segunda final consecutiva de uma grande prova europeia. Desde que a UEFA adotou o novo formado desta prova, nunca uma equipa esteve em duas finais seguidas.

Para o jogo desta noite no Estádio da Juventus, o Benfica terá de se apresentar na melhor forma possível, frente a um adversário temível, com jogadores de classe mundial, mas também com muitas lacunas, como se viu no primeiro jogo na Luz. Pede-se o Benfica da 1.ª parte que praticamente banalizou a Vecchia Signora e encostou a equipa de Conte "às cordas".

Para tal, Jorge Jesus já vai poder contar com Ruben Amorim mas também com Enzo Pérez. Os transalpinos tentaram que o influente argentino não fosse a jogo, ao apresentarem uma queixa na UEFA por suposta agressão a Chiellini mas o organismo do futebol europeu não lhes deu razão.

Jesus levou 23 jogadores para Turim, incluindo os regressados Gaitán e Salvio, o que lhe dá mais opções para as alas. O Benfica chega a Turim na máxima força, depois de ter poupado mais de metade da equipa na Taça da Liga frente ao FC Porto e mesmo assim venceu. A nível psicológico a equipa não poderia estar melhor, moralizado também pela conquista do 33.º campeonato.

Na antevisão do encontro, Jesus prometeu uma equipa virada para o ataque, à procura do golo para também impor algum respeito à Juventus.

"Acreditamos que, para passar esta eliminatória, temos de fazer golos no campo do Juventus, mesmo estando em vantagem. E podemos pensar assim porque temos jogadores com muita qualidade ofensiva. A Juventus também tem noção disso”, afirmou o treinador do Benfica.

Antonio Conte, por seu lado, frisou que é importante para a Juventus eliminar o Benfica para poder disputar a final da Liga Europa em casa. O técnico italiano lembrou que a equipa não teme ninguém.

"Não conhecemos a palavra medo. Conheço respeito, mas medo não faz parte do nosso vocabulário. 

Fonte: SAPO Desporto

 

Se o Benfica ultrapassar a Juventus, estará na sua 10.ª final europeia. O clube ostenta duas Taças/Liga dos Campeões no seu currículo.

 

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


SL Benfica 2-1 Juventus

por João Silva, em 25.04.14

Em jogo, nada mais nada menos que a 1.ª mão das meias-finais da Liga Europa, com o Sport Lisboa e Benfica a receber a Velha Senhora de Itália, a Juventus.
Com mais uma Final à vista, o Campeão Nacional entrou com tudo – repita-se, mesmo com tudo! – e não podia ter sonhado um começo melhor.
Dois minutos decorridos, canto na esquerda, Sulejmani cruza e, no coração da área, surge o “goleador” Garay que, nas alturas, não deu hipóteses a Buffon. Estava feito o primeiro golo, o Benfica entrava na partida a vencer, e primeira grande explosão de alegria na Catedral.

Ao intervalo, 1-0 para o Benfica, com o Glorioso a ser sempre mais perigoso, a ter mais oportunidade… a ser mais equipa!
Reatar e desafio mais equilibrado, com as duas equipas a olharem-se nos olhos. Aos 55’, nota para uma grande defesa de Artur, a cabeceamento de Pogba.
No mesmo minuto lance polémico na Catedral: grande penalidade, sem sombra para qualquer dúvida, sobre Enzo Perez. O árbitro não marcou… porque não quis marcar!
A precisar de povoar o meio-campo, face ao atrevimento dos italianos e ao desgaste dos seus pupilos, Jorge Jesus colocou André Almeida no terreno, em detrimento de Sulejmani; para refrescar o ataque, entrou Lima para o lugar de Cardozo.
As alterações não surtiram o efeito desejado e com a Juventus a crescer o golo acabou por surgir: minuto 72 e Tévez fez o empate a uma bola.
O Benfica foi buscar forças à camisola que veste e Lima, com um remate poderosíssimo, faz o 2-1 e coloca o Glorioso novamente em vantagem.
Até final, destaque para um par de preciosas intervenções de Artur a fechar todos os caminhos para a sua baliza.
Nota para uma Arbitragem má, muito má, sem critério ou identidade, no fundo, sem qualidade, e em claro prejuízo do Benfica.
Dentro de uma semana, na próxima quinta-feira, dia 1 de Maio, o Sport Lisboa e Benfica viaja até Turim, onde vai disputar a 2.ª mão destas meias-finais. Está tudo em aberto e há ainda 90 minutos para disputar.
O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Artur Moraes; Maxi Pereira, Garay, Luisão e Siqueira; André Gomes (Ivan Cavaleiro, 82’), Enzo Perez, Sulejmani (André Almeida, 60’) e Markovic; Cardozo (Lima, 62’) e Rodrigo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Depois de cumprido o principal objectivo, a conquista do campeonato nacional, segue-se o desafio de chegar a mais uma final europeia. Para tal, será necessário que o Benfica consiga ultrapassar a Juventus nas meias-finais da Liga Europa.
O Benfica enfrenta o campeão italiano com algumas baixas que limitam, de alguma forma, os planos de Jorge Jesus, principalmente nas alas. Nico Gaitán, um dos indiscutíveis durante a época, não está disponível para defrontar a Juventus, nem Salvio, que, depois de meses ausente, estava a recuperar o seu espaço e a ganhar importância, mas que uma fractura do braço esquerdo colocou fora de acção para o que resta da época. Markovic e Sulejmani deverão ser as opções naturais para essas posições.Também o meio-campo irá sofrer alterações com a indisponibilidade de Fejsa, sendo que André Gomes já mostrou que faz uma boa parelha com Enzo Pérez no sector intermediário.
Como afirmou Jorge Jesus, esta será a primeira parte de um confronto entre as duas equipas melhores da Liga Europa. A Juventus tem uma vertente forte de táctica. Os jogadores italianos pensam muito bem esta área do jogo. Vai ser um duelo bonito com as duas equipas mais fortes da Liga Europa.
Neste primeiro encontro na Luz, será decisivo a equipa do Benfica não sofrer golos e sair em vantagem na eliminatória, para encarar o segundo jogo em Turim de uma forma mais confortável.

 

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
114_anos

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2018/19






Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog