Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Champions: Benfica 1-0 AEK

por João Silva, em 13.12.18

Benfica_AEK_Grimaldo.jpg

Na noite de despedida da fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica cumpriu os objetivos mínimos.

Venceu o AEK de Atenas, encaixou mais 2,7 milhões de euros por esta vitória, e conseguiu ficar entre os quatro melhores terceiros da Champions, o que significa que será cabeça de série no sorteio da Liga Europa. Vai ainda receber mais 500 mil euros por "cair" para a Liga Europa.

Rui Vitória promoveu três alterações no onze do Benfica para a receção ao AEK Atenas. Em relação ao jogo em Setúbal saíram Fejsa, Zivkovic e Jonas do onze e entraram Alfa Semedo, João Félix e Seferovic.

O que se viu no relvado não deixa motivos para Rui Vitória e os benfiquistas sorrirem. O Benfica fez um jogo fraco e só conseguiu o triunfo nos instantes finais da partida, com uma obra de arte à passagem do minuto 87. Livre superiormente marcado por Grimaldo, ainda que Seferovic tenha remado contra a maré e tenha assustado algumas vezes a baliza dos gregos.

Segue-se a Liga Europa, onde o Benfica será cabeça de série no sorteio dos 16 avos de final da Liga Europa. Veremos o que ditará a sorte das bolas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Benfica coloca esta noite um ponto final na participação na edição 2018-19 da Liga dos Campeões.

O AEK, único adversário ao qual a equipa de Rui Vitória conseguiu ganhar nas competições europeias nas últimas duas épocas, visita a Luz, para um duelo entre equipas que já têm o destino traçado: terceiro lugar para o Benfica, último para os gregos. Há pouco mais do que o orgulho e o prémio monetário em jogo.

Para a despedida da principal competição europeia de clubes, Rui Vitória garante que não vai faltar motivação aos seus jogadores. “Queremos terminar a vencer e somar mais quase três milhões de euros para aumentar o total desta receita do Benfica na edição 2018-19 da Liga dos Campeões. Tudo isso nos motiva, tal como o prestígio e a vontade de fazer sete pontos no Grupo E”, sublinhou o técnico na antevisão da partida.

Um triunfo poderá ainda permitir ser cabeça de série no sorteio dos 16 avos de final da Liga Europa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Segue-se a Liga Europa

por João Silva, em 28.11.18

Bayern_Munique_Benfica_2.jpg

O Benfica cai pelo segundo ano consecutivo na fase de grupos da Liga dos Campeões e, tal como na época passada, sofreu cinco golos num só jogo. Em 2017 foi o Basileia, agora foi frente a um Bayern Munique em crise, que se passeou e vulgarizou a equipa de Rui Vitória na Allianz Arena, onde os bávaros chegaram ao intervalo a vencer por 3-0 e, não fosse Vlachodimos, até poderiam ser mais. No final, o resultado estabilizou nos 5-1, salvando-se o golo de Gedson Fernandes no início do segundo tempo.

Na antevisão a esta partida, Rui Vitória dizia que mais do que atacar muito queria que o Benfica atacasse bem. Mas o certo é que nem ataque nem defesa, a equipa foi um autêntico zero, isto porque a equipa não conseguiu ligar as jogadas através de um futebol apoiado à procura de abrir espaços da defesa alemã, isso sim seria atacar bem, mas este Benfica não conseguiu fazê-lo.

Este Benfica, está a mostrar que a crise é muito mais profunda do que aquilo que têm sido os últimos seis jogos da temporada, dos quais apenas venceu dois, empatou um e perdeu quatro, sofrendo golos em todos eles num total de 14.

O adeus à Champions foi carimbado, segue-se a Liga Europa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


O tudo ou nada na Liga dos Campeões

por João Silva, em 27.11.18

Bayern_Munique_Benfica.jpg

O Benfica joga esta terça-feira o tudo ou nada na Liga dos Campeões. Sem margem de erro, o clube da Luz está obrigado a vencer o Bayern Munique, de forma a manter vivo o sonho do apuramento para os oitavos-de-final. O conjunto bávaro vive uma fase de menor fulgor na Bundesliga, com três jogos sem vencer, mas Rui Vitória garante que esse fator não alterou nada a estratégia para a visita à Alemanha.

"Independentemente do momento que as equipas vivam, nós olhamos para a qualidade e o potencial dos jogadores e esta equipa tem valor, jogadores internacional e grande qualidade. Temos que olhar para onde podemos aproveitar alguma eventual fragilidade. Teremos que ser muito rigorosos do ponto de vista defensivo, ser claros no ataque, dar objetividade ao nosso jogo e tirar partido daquilo que são as nossas características. Sei que do outro lado está uma equipa de enorme valor", alertou o técnico das águias, optando por esconder o jogo em relação aos sistema que irá apresentar.

"Fica um pouco independente daquilo que é o 4x4x2 ou o 4x3x3. Sei que isso pode causar, de certa forma, alguma dúvida no adversário. O rigor tático é fundamental e depois saber por onde ir e à velocidade a que nós atacamos a equipa adversária. Estes dois condimentos vão ser fundamentais para o jogo de amanhã. Mais do que dois ou três avançados", frisou.

Sem Salvio, que ficou em Lisboa devido a lesão, o regresso de Rafa à titularidade ganha força. O internacional português atravessa a melhor fase da carreira e a presença na conferência de imprensa pode também indicar essa intenção de Rui Vitória, que fez questão de salientar ainda a necessidade de "atacar bem" e "criar oportunidades".

Já do lado dos alemães, as recentes notícias que dão conta de uma suposta reunião com Arsène Wenger reforçam a insegurança de Niko Kovac no cargo. O treinador do Bayern desvaloriza a questão e lembra que o Benfica também não atravessa propriamente uma fase de estado de graça. "Não sei como o Benfica vai jogar. Estão em quarto e não têm jogado muito bem. A situação é similar como aqui", atirou o croata, identificando o grande problema da sua equipa: "Estamos a sofrer golos que não podem acontecer e tenho pena, em particular, pelo Neuer, que em 20 remates sofreu 17 golos."

Se na teoria a missão já é espinhosa para o Benfica, maior é a dificuldade se tivermos em conta o histórico de confrontos entre as duas equipas em solo germânico. Nas quatro visitas ao terreno do Bayern, o Benfica perdeu sempre e só em 2016 conseguiu um resultado sem contornos de goleada. Desta vez, além do caráter decisivo do encontro, o emblema da Luz tem ainda que alcançar um feito histórico.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica empata frente ao Ajax

por João Silva, em 08.11.18

Com Salvio e Gabriel no onze e Pizzi de fora, o Benfica entrou bem no encontro e deu os primeiros sinais de perigo logo aos dois minutos, por Grimaldo, mas valeu a defesa de Onana. Aos 12 minutos, Jonas caiu após choque com De Ligt mas, apesar do susto, continuou no encontro e marcou o golo dos encarnados, aos 29.

Jonas_Benfica_Ajax.jpg

Após um erro do guarda-redes do Ajax, Jonas atirou para a baliza com grande facilidade e inaugurou o marcador. Aos 36 minutos, Salvio lesionou-se e acabou por sair pouco depois do início da segunda parte, assim como Jonas, dando lugar a Rafa e Seferovic, respetivamente.

Em desvantagem, o Ajax reagiu e chegou ao golo aos 61 minutos, por Tadic. O sérvio correu em direção à baliza do Benfica para alcançar um passe em profundidade. Vlachodimos saiu mal, foi ultrapassado e, já quase em cima da linha, Tadic esticou-se para conseguir o remate e fez o 1-1.

No último minuto dos descontos, Onana negou o golo da vitória dos encarnados, primeiro a Rafa e depois a Gabriel. O médio brasileiro, sem oposição na área, atirou rasteiro mas o guarda-redes dos holandeses defendeu em cima da linha de golo com o pé.

Gabriel_Benfica_Ajax.jpg

Com este resultado e com dois jogos ainda por disputar, os alemães do Bayern Munique, que venceram em casa o AEK Atenas por 2-0, isolaram-se na frente, com 10 pontos, contra oito do Ajax e quatro do Benfica. Os gregos continuam a zero.

A equipa de Rui Vitória ficou assim, longe de alcançar o objectivo de conseguir um dos dois primeiros lugares do Grupo E da Liga dos Campeões.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Prova de fogo para Rui Vitória

por João Silva, em 07.11.18

Benfica_Ajax.jpg

Desde 2010, no segundo ano de Jorge Jesus, que o Benfica não acumulava uma série tão negativa, após as recentes derrotas na I Liga com Belenenses fora (2-0) e Moreirense em casa (3-1), e na Champions, em Amesterdão (1-0).

O impensável desaire na sexta-feira em casa, com o Moreirense, fez alguns adeptos presentes na Luz mostrarem a Rui Vitória lenços brancos de despedida, num clima que transforma o jogo de hoje numa prova de fogo para o técnico.

Na memória dos benfiquistas está ainda a dececionante prestação na última edição da Champions, com seis derrotas nos seis jogos da fase de grupos, e hoje, na Luz, só uma vitória deixa Benfica ainda a depender de si.

Uma derrota afastará, a duas jornadas do final desta fase, a equipa dos oitavos de final da competição, se o Bayern Munique confirmar o seu favoritismo e vencer em casa os gregos do AEK Atenas.

No grupo E, o Bayern Munique e Ajax lideram com sete pontos, enquanto o Benfica tem três pontos, resultantes do triunfo em casa do AEK (3-2), e os gregos não têm qualquer ponto.

Nas escolhas para o jogo de hoje, Rui Vitória chamou 21 jogadores e terá ainda que prescindir de pelo menos três, numa lista a que o croata Krovinovic regressa após nove meses de ausência por lesão.

De regresso está também o internacional suíço Seferovic, que tinha falhado o jogo da Liga com o Moreirense, devido a queixas físicas.

O jogo com o Ajax terá início às 20h00, com arbitragem do italiano Ginaluca Rocchi.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
115-anos
Reconquista-37

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2019/20








Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog