Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Rui Vitória de saída do Benfica

por João Silva, em 29.11.18

rui_vitória.jpg

O fim da linha de Rui Vitória na Luz está iminente. E a saída pode ser anunciada já esta quinta-feira ou nos próximos dias. A cúpula dirigente do Benfica, com Luís Filipe Vieira à cabeça, reuniu quarta-feira, na Luz, após o regresso de Munique, para analisar o momento da equipa e, naturalmente, a situação do treinador. Ao que o JN apurou, a conclusão tirada foi no sentido de não existirem condições para a continuidade do treinador.

Internamente, a decisão política de despedir está tomada e faltará agora comunicar a situação ao técnico, sendo que, na quarta-feira à noite, ainda estava previsto que este se iria apresentar no Seixal esta quinta-feira de manhã para orientar o treino.

Recorde-se que Rui Vitória tem contrato até 2020 com o Benfica, pelo que a rescisão custará às águias cerca de 2,2 milhões de euros. Um valor que Luís Filipe Vieira não desejará assumir.

O técnico chegou ao Benfica em 2015/16 e, ao serviço das águias, conquistou dois campeonatos nacionais, uma Taça da Liga, uma Taça de Portugal e duas Supertaças.

A goleada (5-1) sofrida frente ao Bayern Munique, na Alemanha, que ditou a eliminação dos encarnados da Liga dos Campeões, foi a gota de água e Rui Vitória estará mesmo de saída.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A fazer um grande arranque de temporada no Al Hilal (10 vitórias em 10 jogos), Jorge Jesus voltou a falar à comunicação social portuguesa, sobre… Luís Filipe Vieira.

Em declarações ao jornal O Jogo, o técnico encarnado mais titulado (10 troféus) da Era Vieira deixou vários elogios ao dirigente das águias, que considera ter sido o grande responsável pela reabilitação do clube.

«É um Presidente a tempo inteiro para o clube. Está sempre em cima do acontecimento. Recuperou o Benfica desportiva e financeiramente, transformando-o num clube moderno. (…) É um grande líder, sempre muito próximo dos jogadores e da estrutura», afirmou o treinador de 64 anos.

Ao jornal O Jogo falou também Quique Flores, antigo treinador dos encarnados. O técnico espanhol considera que Luís Filipe Vieira é um «Presidente especial e duro, mas com sensibilidade», que entende de futebol e que «sabe o que quer e como quer». Nas suas curtas declarações, o timoneiro de 53 anos abordou, igualmente, a sua passagem por Portugal.

«É um dos melhores presidentes com quem trabalhei. Os anos passaram, mas continuamos com uma boa relação. Entendi o que queria, mas não tivemos a possibilidade de comprar muitos jogadores. Foi um ano de transição em que contratámos o Aimar e outros jogadores secundários e não conseguimos o primeiro lugar. Depois, o clube contratou jogadores importantes e deu um salto qualitativo para colocar o Benfica num grande patamar», confessou.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gonçalo_Guedes.jpg

Gonçalo_Guedes 1.jpg

Gonçalo_Guedes 3.jpg

Gonçalo_Guedes 2.jpg

Gonçalo_Guedes 4.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jorge Jesus_Rui Vitória.gif

Será que ao terceiro derby entre Sporting e Benfica, e mais especificamente, entre Jorge Jesus e Rui Vitória, existirão alterações ao que se tem passado? Será que a superioridade demonstrada pelo conjunto verde e branco vai continuar no próximo jogo a contar para a Taça de Portugal? Esta é uma resposta a que os adeptos dos dois clubes quererão claramente respostas opostas.


Do lado sportinguista, Jorge Jesus tem feito aquilo que era seu timbre, focar-se quase apenas e só nas provas nacionais e por isso, é de prever que demonstrará o mesmo trabalho de casa que o tem mantido cem por cento vitorioso nos dois anteriores jogos frente ao Benfica. Jorge Jesus já era um treinador que demonstrava uma boa preparação e um bom trabalho de casa quando os adversários são nas provas internas e a juntar ao conhecimento que ainda possui das dinâmicas de alguns dos jogadores encarnados, é de prever que não será por aí que o resultado possa não ser positivo. O único risco que o lado sportinguista poderá ‘sofrer’ é de algum excesso de confiança dadas as condições em que venceu o Benfica nos últimos jogos.

Do lado benfiquista, Rui Vitória, para lá do desejo sempre presente que um clube grande tem em vencer as suas partidas e ainda mais quando são clássicos, há que afastar o bloqueio que é não vencer nem Jorge Jesus nem o Sporting esta época. Como?, será a questão a colocar. E as respostas não são muitas. Aliás, passarão por dois cenários: manter as suas dinâmicas de jogo e que Jorge Jesus já as conhece e que têm sido insuficientes; ou alterar algo e ir pelo factor surpresa.

Pessoalmente, irei pelo primeiro cenário, não sabendo se as dinâmicas individuais chegarão para se sobrepor às dinâmicas colectivas entre o Benfica e o Sporting. Acredito que Rui Vitória vá manter muito daquilo que foi o Benfica no papel antes dos jogos entre o Benfica e Sporting. Que irá manter a mesma disposição e tentar ir pelas dinâmicas e autonomias de alguns atletas. Jorge Jesus sabe que se por um lado isso é uma vantagem para ele, também saberá que a repetição das mesmas dinâmicas a determinado ponto fará do Benfica uma equipa mais coesa e eficiente. Resta saber se quando isso acontecer será antes, durante ou após os jogos que vão opondo os dois clubes.

Do ponto vista mais institucional, é relevante referir que uma das equipas ficará sem o 2.º ou 3.º objectivo da época como sendo possível de alcançar. Se no início da época desportiva a Liga dos Campeões era uma prioridade para ambos os clubes, o fazer carreira e dinheiro claro está, a partir de uma determinada altura, a Taça de Portugal passou a ser o 2.º objectivo explícito do Sporting e talvez o 3.º do Benfica, após a Liga interna e passar a fase de grupos da Liga dos Campeões. A Taça de Portugal não é a cereja em cima do bolo para nenhum dos clubes, mas quando lá mais para a frente os outros objectivos começarem a ficar mais nublados, a Taça de Portugal será sempre recordada…

Por Rui Lança, especialista em coaching sapodesporto@sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jorge Jesus.gif

O regresso do treinador Jorge Jesus ao Estádio da Luz, por um dia e ao comando dos eternos rivais, domina o ambiente em vésperas de mais um Benfica-Sporting para a I Liga de futebol, no domingo.

Mais do que o momento atual dos dois plantéis, este ano é decididamente o que se passa à margem do jogo no relvado que domina as atenções - não só o regresso do carismático técnico do último bicampeonato dos 'encarnados', como também as polémicas e ameaças de processo, como as caixas com ofertas aos árbitros na Luz e a alegada apropriação de 'software' confidencial.

Pelo processo que o Benfica lhe pretende mover, a pedir 14 milhões de euros de indemnização, e pela transferência 'proibida' para o Sporting no último verão, entendida como 'traição', Jorge Jesus tem todos os focos concentrados nele, até porque as coisas não lhe estão a correr totalmente bem no novo clube, em termos de resultados europeus.

Após seis anos aos comandos dos Benfica, coroados com três títulos nacionais no total, Jorge Jesus saiu em clara crispação com a estrutura do que chamou de 'a sua casa' e acabou por assumir um 'amor de juventude' com o Sporting, que levou logo ao sucesso na Supertaça.

Só isso bastava para inflamar os ânimos neste primeiro jogo na Luz depois da transferência e acentuar o 'alto risco' do embate. Não é decididamente nada certo que os adeptos do Benfica o recebam minimamente bem e isso pode ser o rastilho para problemas no campo e fora do estádio.

Os dirigentes de Benfica e Sporting também não ajudaram nas últimas semanas a um clima de paz entre os dois emblemas e os dias têm sido férteis em ataques e picardias, de variados quadrantes.

Destaque para a intenção do Benfica em levar o antigo treinador à barra - já deu entrada um pedido no Tribunal do Barreiro - e exigir-lhe uma indemnização de 14 milhões de euros pelos contactos mantidos com um funcionário do Sporting ainda durante a vigência do anterior contrato e pela apropriação de 'software' confidencial do clube. 

Quanto ao Sporting, desencadeou a polémica das ofertas de jantares a árbitros na Luz e no Seixal, na já famosa caixa com a imagem de Eusébio e a que Bruno de Carvalho, o líder do Sporting, chamou de 'caixas douradas', por analogia com a investigação que ficou conhecida por 'apito dourado'.

Para acicatar os ânimos, o Sporting chega à oitava jornada da I Liga de futebol à frente do rival, o que não tem sido frequente nos últimos anos. Com 17 pontos, os 'leões' estão igualados com o FC Porto e têm mais cinco pontos do que as 'águias', que, no entanto, têm um jogo a menos (com o União da Madeira, no Funchal).

Melhor, está o Benfica, na Europa, batendo-se bem pela qualificação no seu grupo da Liga dos Campeões, enquanto o Sporting falhou o acesso à 'Champions' e está mesmo com dificuldades inesperadas na Liga Europa.

Ambos jogaram esta semana, o Benfica na quarta-feira em Istambul, com o Galatasaray, e o Sporting na quinta-feira, em casa, contra o Skenderbeu, da Albânia, com muito mais desgaste para o campeão nacional.

Em teoria, o Benfica teve mais um dia para descansar, mas teve de colocar o 'prego a fundo' na Turquia, onde acabaria por perder por 2-1, e desgastou-se com a sempre cansativa viagem longa.

Já o Sporting, não só não teve de deslocar-se ao estrangeiro esta semana, como se deu ao luxo de jogar com os albaneses com uma equipa B, suficiente no entanto para uma clara vitória por 5-1, sempre moralizadora.

O Benfica, agora com Rui Vitória, tem mostrado resiliência, ostentando o melhor ataque do campeonato e registando um muito interessante triunfo em Madrid, sobre o Atlético. E pode sempre contar com o tradicional 'inferno' da Luz, o apoio intenso dos adeptos.

Nélson Semedo, titular no início da época, está lesionado e é a principal 'baixa' do lado do Benfica, que no entanto conta já com Sílvio como opção. Do lado do Sporting, a mais mediática das 'baixas' é o criativo peruano Carrillo, que continua a não ser opção para Jesus, enquanto durar o 'braço de ferro' em redor da renovação de contrato.

O encontro entre Benfica e Sporting, da oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol, está marcado para domingo, pelas 17:00, no Estádio da Luz, em Lisboa, com arbitragem de Carlos Xistra (Castelo Branco).

Fonte: Lusa/SOL

Autoria e outros dados (tags, etc)

jogadores_do_Benfica.jpg

Os nomes de Talisca, Salvio, Gaitán, Samaris e Maxi Pereira foram esta quarta-feira destacados no site "Don Balón", uma publicação online espanhola, onde é ainda realçado o poder de Jorge Jesus na hora de potenciar jogadores.

"Um treinador não só dotado de uma equipa de alto nível competitivo, mas também capaz de tirar o melhor dos jogadores que teve e tem ao seu dispor. Além do êxito que tem, podendo repetir o título de campeão, as águias estão a mostrar um grupo de jogadores que podem (re)valorizar, até ser desejados por grandes clubes da Europa"

Pode ler-se no artigo, a propósito daquilo que o Benfica tem feito em 2014/15.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
115-anos
Reconquista-37

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2019/20








Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog