Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Luís Filipe Vieira até 2020

por João Silva, em 28.10.16

Com uma única lista a concorrer ao sufrágio, Luís Filipe Vieira entra no 5.º mandato como presidente do Clube, após vencer estas eleições com 95,52 por cento dos votos (12 503 votantes). Registaram-se ainda 4,48 por cento de votos em branco (693 votantes).

Luis_Filipe_Vieira_1.JPG

Referir que esta é a sexta eleição mais concorrida de sempre no Benfica, com 13 257 associados a exercerem o seu direito nos vários locais espalhados pelo País ou através do site oficial do Clube.

No discurso de posse, Luís Filipe Vieira elogiou os sócios e referiu que «sem eles nada disto seria possível». «Quero saudar o exemplo dos sócios do Benfica deram, com uma única lista de votos poderia haver a tentação de ficar em casa e entender quer não valia a pena participar e entender que fosse qual fosse o nível de votação o resultado seria igual. Não seria. Felizmente não foi isso que aconteceu, deram um exemplo extraordinário no que deve ser a participação dos sócios na vida do clube, os números de afluências às mesas de voto são o sinal da vitalidade e da responsabilidade que assumem a vossa ligação ao Sport Lisboa e Benfica. É sinal de confiança.»

Luis_Filipe_Vieira_2.JPG

Os Sócios votaram por uma opção clara na continuidade.

Votaram na inovação, na sobriedade; na expansão do Clube, no reforço das Casas do Benfica, na aposta na formação, no futebol e nas modalidades; votaram em todos os valores que nos trouxeram até aqui e que fazem parte do ADN do Benfica.

Temos, e é bom que o diga com clareza, de manter a liderança no futebol português.

Vamos continuar a percorrer um caminho que não acaba, que nunca se completa, e é por isso que todos somos importantes.

Continuemos a trabalhar no sucesso do clube e a preparar o futuro do Sport Lisboa e Benfica!

O Benfica sempre se construiu na pluralidade. Nunca se construiu dividindo. Nunca se construiu separando.

E, sempre que estivemos unidos, os resultados apareceram.

Continuemos assim.

Viva o Benfica!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Objectivos de Luís Filipe Vieira até 2020

por João Silva, em 13.10.16

Há 13 anos na cadeira presidencial no Benfica, Luís Filipe Vieira tem toda uma obra construída nestes quatro mandatos, mas quer e promete ainda mais. Vai a votos pela quinta vez e sozinho, tal como aconteceu na primeira reeleição, em 2006. No próximo dia 27, o atual líder das águias garante a continuidade até 2020 e, no fundo, será isso que terá a dizer aos sócios do clube, durante a campanha eleitoral: este é um mandato para concluir projetos pensados e fazer com que nasçam outros.

Vieira tem insistido, nos últimos tempos, numa mudança de paradigma no futebol e vai reforçar essa aposta. Quer mais jovens na equipa principal, abrindo-lhes espaço para a Seleção, e quer fazer deles uma das armas financeiras do clube, com transferências avultadas para o futebol europeu, cujo exemplo mais recente foi Renato Sanches, vendido por 35 milhões de euros mais objetivos ao Bayern Munique.

Estas vendas vão permitir que o clube consiga um dos maiores objetivos do presidente: reduzir o passivo e o endividamento à banca. Por isso, é natural que o líder das águias insista nos negócios com jovens made in Seixal.

As vendas são também consequência de boas temporadas desportivas e isso será a grande seta eleitoral de Vieira. Do "50+3+1" traçado no último mandato, o líder encarnado viu escapar a conquista de uma prova europeia, embora tenha marcado presença em duas finais da Liga Europa (2012/13 e 2013/14). Além deste reforço nas provas europeias, com mais presenças na Liga dos Campeões, o clube prepara afincadamente a conquista do tetracampeonato. Seria mais um feito inédito no clube.

A conseguir o ‘tetra’, Vieira conquistaria o seu penta pessoal (2004/5, 2009/10, 2013/14, 2014/15 e 2015/16) e levaria o Benfica a assumir a liderança de títulos internos numa década, que termina precisamente com o final do mandato, em 2020.

No fundo, o que o presidente do Benfica se vai propor para esta nova etapa não é mais do que a continuidade do projeto que começou a delinear em 2003. O Campus do Seixal foi remodelado, mas continua em evolução. Vieira já prometeu a ampliação do hotel, novos e mais modernos espaços para o plantel trabalhar e uma área comum nos serviços médicos, que permita a integração total da formação, especialmente da equipa B, com a equipa de Rui Vitória. É por ali que passa também grande parte do projeto digital que tem para o clube e que está, agora, a dar os primeiros passos, sendo reforçado no novo mandato.

Lista final de Luís Filipe Vieira para os próximos 4 anos:

Presidente – Luís Filipe Vieira
Vice-presidente – Domingos José Soares d’Almeida Lima
Vice-presidente – José Eduardo Soares Moniz
Vice-presidente – Nuno Ricardo Gaioso Jorge Ribeiro
Vice-presidente – João Manuel Varandas Fernandes
Vice-presidente – João Castro e Quadros da Costa Quinta
Vice-presidente – Fernando Manuel da Silva Costa Pagamim Tavares
Vice-presidente (suplente) – Alcino Morgado António
Vice-presidente (suplente) – Sílvio Rui Nunes Correia Gonçalves Cerván

Conselho Fiscal

Presidente – Nuno Afonso Henriques dos Santos
Vice-presidente – Rui Manuel do Nascimento Barreira
Vogal – Gualter das Neves Godinho
Vogal – Rui Manuel Frazão Henriques da Cunha
Vogal – José Manuel da Silva Appleton
Vogal (suplente) – João Carlos Lopes Simões do Paço

Assembleia Geral

Presidente – Luís Filipe Coimbra Nunes Nazaré
Vice-presidente – Vírgilio Duque Vieira
1.º secretário – Jorge Ascensão de Mendonça Arrais
2.º secretário – Bernardo Soares de Albergaria Sousa
Secretário (suplente) – Ricardo Fortuny Martorell

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os sócios do Benfica apostaram na continuidade e reelegeram naturalmente Luís Filipe Vieira como presidente do clube para o seu quarto mandato.

 

Votaram 22.676 sócios, o que corresponde à maior votação de sempre da história do clube, ultrapassando o anterior recorde fixado em 2000, quando Manuel Vilarinho bateu Vale e Azevedo, com 21.804 sócios votantes, o que mostra bem a vitalidade do Benfica.

 

Vieira obteve uma vitória esmagadora, tendo a preferência de 18.139 sócios votantes, o que corresponde a um total de 383.988 votos. Em Rangel votaram 3.744 sócios que valeram 64.299 votos. Foi a primeira vez que o agora reeleito presidente ficou abaixo dos 90% dos votos, sendo, ainda assim, a sexta maior diferença em eleições do clube.

Serão quatro anos (a primeira vez que tal acontece) de um mandato que irá durar até 2016 e que tornará Vieira, no presidente com mais tempo no cargo.

 

Vieira tem agora toda a legitimidade para prosseguir o seu modelo de gestão.
Traçou algumas metas ambiciosas para o mandato: três títulos nacionais, uma presença numa final europeia e 50 títulos nas modadilades; Corte de relações com a Olivedesportos no que diz respeito aos direitos televisivos, avançando para a solução de transmitir os jogos na Benfica TV.

 

A hora agora é de união.

 

Viva o Sport Lisboa e Benfica!

 

DIRECÇÃO

Presidente: Luís Filipe Ferreira Vieira
Vice-Presidente: Rui Manuel Frazão Henriques da Cunha
Vice-Presidente: Rui Gomes da Silva
Vice-Presidente: Domingos José Soares d’Almeida Lima)
Vice-Presidente: José Eduardo Soares Moniz
Vice-Presidente: Nuno Ricardo Gaioso Jorge Ribeiro
Vice-Presidente: João Manuel Varandas Fernandes
Vice-Presidente (suplente): Alcino Morgado António
Vice-Presidente (suplente): Sílvio Rui Neves Correia Gonçalves Cérvan

ASSEMBLEIA GERAL
Presidente: Luís Filipe Nunes Coimbra Nazaré
Vice-Presidente: Virgílio Duque Vieira
1.º Secretário: Jorge Ascensão de Mendonça Arrais
2.º Secretário: Bernardo Soares de Albergaria e Sousa
Secretário (Suplente): Ricardo Fortuny Martorell

CONSELHO FISCAL
Presidente: Nuno Afonso Henriques dos Santos
Vice-Presidente: Rui António Gomes do Nascimento Barreira
Vogal: Gualter das Neves Godinho
Vogal: João de Castro e Quadros da Costa Quinta
Vogal: José Manuel da Silva Appleton
Vogal Suplente: João Carlos L Simões Paço

Autoria e outros dados (tags, etc)

Depois de ter anunciado a intenção de reduzir o custo das quotas e dos bilhetes, Luís Filipe Vieira voltou a revelar sensibilidade para as dificuldades económicas que o País atravessa e disse que pretende, por isso, criar um Gabinete de Crise.

Este gabinete iria ajudar associados desempregados e que façam prova que não podem pagar quotas, de forma a que mantenham a ligação ao clube.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...que as Cheerleaders estão de volta!

 

.

 

 

Se isto não der força aos nossos homens não sei o que dará!

Além disso o aquecimento pode ser feito em frente ao balneário da equipa adversária, distrair os adversários ao ponto de os desconcentrar e de os levar a cometer erros...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rui Rangel,  avisou que nada mais será como antes e que não irá dar vida fácil há outra candidatura.

«Benfiquistas é um enorme prazer falar para os melhores adeptos do mundo e para o maior clube do mundo. Queria agradecer aos benfiquistas, ao meu mandatário e equipa que em mim confiou. Tenho um grande gosto voltar a este espaço simbólico onde há três anos apresentamos o movimento “Benfica Vencer Vencer”», começou por dizer Rui Rangel. 

Assegurou que está pronto para fazer frente à lista do atual presidente, Luís Filipe Vieira: «Estou aqui para dizer olhos nos olhos que sou candidato a presidência do Benfica. Esta candidatura marca o fim da lista única e promove o pensamento plural e debate pelas ideias. Nada mais será como antes, assim vamos ter um Benfica credível não vou dar vida fácil à outra lista e eles vão ter de se explicar à nação benfiquista».

Rui Rangel está pronto para liderar o Benfica do mesmo modo como trabalhou nos tribunais portugueses: «Tenho uma vida pública de 30 anos ligada à justiça. Nunca fui sócio do nosso rival do norte ou da segunda circular. É um enorme gosto, paixão e nunca um sacrifício servir ao lado dos melhores sócios e claque do mundo. Nunca invocarei o sacrifício da minha família para legitimar qualquer atitude».


Fonte: abola.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, anunciou hoje, em Anadia, que vai candidatar-se a um novo mandato, nas eleições marcadas para 26 de outubro.

 

"Os benfiquistas têm de decidir, no dia 26, se querem que o Benfica tenha futuro ou se querem comprometer 11 anos de trabalho. Por tudo isto, decidi candidatar-me a um novo mandato", afirmou Vieira, durante um jantar com cerca de 300 apoiantes.

 

O esperado anúncio de Luís Filipe Vieira acontece cerca de duas semanas após a reunião de Assembleia-Geral em que o Relatório e Contas da época 2011/12 foi chumbado com 56% de votos contra. O documento apresentava um prejuizo de 12,9 milhões de euros e um passivo de 113,4 milhões, para um ativo de 15,8 milhões.

 

"O objetivo é unir os benfiquistas, mas não fico de braços cruzados quando alguns querem comprometer o que fizemos nestes últimos anos. Os próximos quatro anos vão ser difíceis e exigentes. Vão obrigar a grande esforço, de dificuldades económicas, mas vão ser igualmente anos de aposta nas modalidades, na formação e no futebol", afirmou Vieira. 

 

Também presentes no jantar estiveram José Eduardo Moniz e Varandas Fernandes, que nas últimas eleições "encarnadas" estiveram na oposição, mas agora anunciaram o apoio ao atual presidente.

 

Começando por exercer funções como responsável pelo futebol profissional do clube em 2001, Luís Filipe Vieira, de 63 anos, foi eleito presidente do clube da Luz pela primeira vez em 2003 e candidata-se agora a um quarto mandato.   

 

Fonte: Expresso

Autoria e outros dados (tags, etc)

Varandas Fernandes afirmou que vai apoiar a recandidatura de Luís Filipe Viera às eleições para a presidência do Benfica, três anos depois de dar a cara por uma alternativa ao presidente dos “encarnados”.

O meu conhecimento hoje do Benfica é maior que há três anos e pelo que conheço do clube, pelo trabalho que tem vindo a ser feito, e pelos novos projetos que vão ser apresentados apoio a recandidatura de Luís Filipe Vieira”, avançou à agência Lusa. 

Desta forma, Varandas Fernandes desvincula-se de Rui Rangel, apontado como um dos possíveis candidatos a concorrer contra Luís Filipe Vieira. 

Varandas Fernandes e Rui Rangel foram os rostos do movimento Benfica, Vencer, Vencer, que em junho de 2009 se formou com a intenção de apresentar uma alternativa a Filipe Viera, mas acabou por não avançar com nenhuma lista às eleições, realizadas em julho do mesmo ano. 

O sócio benfiquista reconheceu agora o “bom trabalho” de Luís Filipe Vieira à frente do clube “encarnado”, sublinhando que se trata de um trabalho “corajoso e de grande seriedade e que ultrapassou algumas adversidades”.


Pelo que conheço do Benfica, pela organização do clube e pelos novos desafios que Luís Filipe Vieira vai apresentar sábado na Bairrada, estou do seu lado e apoio a recandidatura”, frisou Varandas Fernandes.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Será que Mourinho anda à procura de tacho?

por João Silva, em 12.10.12

«Quando eu vejo manifestações, como na última assembleia do Benfica, insultos e críticas a Luís Filipe Vieira, o que digo é: porque não pagam eles os ordenados?

Não querem que vendesse Javi por 20 milhões ou que o Witsel saísse pela cláusula de rescisão?

Penso que Luís Filipe Vieira tem feito um trabalho fantástico no Benfica, treinador não é e como não é, não vejo que as responsabilidades diretas no sucesso da equipa sejam do presidente.

O que fez no Benfica parece-me digno de tanto respeito que não entendo determinado tipo de reações, falta de respeito pela dignidade. E isso são coisas que me deixam triste»


José Mourinho em entrevista à A BOLA TV


Autoria e outros dados (tags, etc)

José Eduardo Moniz está disponível para integrar a lista de Luís Filipe Vieira nas eleições à presidência do Benfica, agendadas para 26 de outubro.

«Só hoje [quinta-feira] liguei a Luís Filipe Vieira como soldado benfiquista, para dizer que me apresentava na praça para o que fosse necessário», anunciou Moniz, em entrevista à RTP.

O vice-presidente da Ongoing Media decidiu avançar depois do «escândalo da última Assembleia Geral», em que Luís Filipe Vieira foi obrigado a abandonar o pavilhão da Luz sob proteção. «Não é digno de um clube com a dimensão e passado recheado de glórias do Benfica», critica.

Admitindo «divergências» com Vieira no passado, diz José Eduardo Moniz que o presidente encarnado «tem feito um bom trabalho, dentro das limitações que tem vindo a encontrar».

«Tem que haver vontade de ajudar quem lá está, posicionar-se contra é confortável. Se nesta altura o Benfica precisa de unidade, devemos marcar presença. Estou aqui porque quero ver um Benfica forte e diferente. Ao contrário de outros, não preciso do Benfica como veículo de promoção», esclarece, defendendo que «grande parte dos problemas do Benfica prende-se com egoísmos pessoais».

Questionado sobre a possibilidade de assumir a presidência do clube a meio do eventual mandato de Luís Filipe Vieira para o quadriénio 2012/16, José Eduardo Moniz foi claro: «Não há qualquer acordo nem vai haver. O que há é a minha manifestação de disponibilidade ao presidente do Benfica. A partir de hoje, ele sabe que estou disponível para ajudar no clube ou na SAD».

«O Benfica não pode estar à mercê de aventureiros ou manipuladores. O que aconteceu na última Assembleia Geral não pode voltar a acontecer», reivindica, terminando: «Quero ser parte ativa no Benfica, quero fazer parte da equipa que toma decisões».


Fonte: abola.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo_do_Maior_Clube_do_Mundo

OBENFICA

MISTICA

twiiter


titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D