Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Benfica goleia o Boavista

por João Silva, em 30.01.19

Pizzi.jpg

O Benfica alcançou esta terça-feira uma goleada de 5-1 diante do Boavista, no Estádio da Luz, numa partida em que a equipa orientada por Bruno Lage mostrou boa qualidade de jogo e um grande volume ofensivo perante um adversário que, apesar de ter chegado a assustar, raramente se mostrou capaz de ameaçar a superioridade da equipa da casa.

Na Luz, a primeira oportunidade até pertenceu aos axadrezados, com Tahar a atirar ao poste. Na resposta, João Félix marcou o primeiro golo das águias, de cabeça, após livre de Pizzi.

João Félix.jpg

Ainda na primeira parte, Pizzi ampliou a vantagem, na recarga a uma defesa de Helton Leite a remate de Seferovic. Apesar do ascendente do Benfica, o Boavista reduziu perto do intervalo, através de Talocha.

Na segunda parte, Seferovic fez o 3-1, a concluir uma jogada de João Félix. O suíço fez o 4-1 numa recarga a um remate de Pizzi, parado por Helton Leite. Perto do final, Grimaldo, num grande remate de fora da área, fez o resultado final. Já nos 90 minutos, Vlachodimos defendeu um penálti de Mateus, depois de falta de Samaris sobre Carraça.

Seferovic.jpg

Este é um triunfo importante para a formação de Bruno Lage, que vinha de uma derrota com o FC Porto para a Taça da Liga, e enfrenta agora dois derbys com o Sporting, o primeiro em Alvalade para o campeonato já no domingo, e o segundo para a Taça de Portugal na Luz.

Com os três pontos conquistados, o Benfica coloca agora pressão sobre o FC Porto que esta quarta-feira recebe o Belenenses SAD, estando obrigado a vencer para manter os cinco pontos com que partiu na liderança para esta 19.ª jornada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Em conferência de Imprensa no Caixa Futebol Campus, Bruno Lage, treinador do Benfica, perspetivou a receção ao Boavista na 19.ª jornada da Liga NOS, agendada para as 19h00 de terça-feira. "Entrar em campo com determinação, organização, qualidade, proporcionar bons espetáculos aos adeptos, para que eles tenham orgulho na equipa, e vencer os jogos", apontou o técnico.

 

Teve mais tempo para passar as suas ideias ao plantel. Como correram estes últimos dias de trabalho?

Foram dias importantes para conhecer melhor os jogadores e evoluir o nosso processo de jogo, as dinâmicas de um 4x4x2. Foi uma semana muito produtiva. Eventualmente precisaríamos de outra, mas já estou satisfeito com o tempo que passámos juntos.

 

Que Benfica poderemos ver em campo frente ao Boavista? Uma equipa revoltada com o último resultado ou uma equipa frustrada?

Nem uma coisa nem outra, tem de ser um Benfica determinado. Jogar com vontade, determinação, organizados e com uma atitude tremenda para vencer o jogo.

 

O Boavista mudou de treinador recentemente, Lito Vidigal substituiu Jorge Simão. O adversário não terá ainda as ideias do novo técnico, mas que equipa axadrezada espera defrontar?

Temos visto uma equipa muito competente, com forte organização defensiva, um grupo compacto, com médios muito bons, de enorme qualidade, e avançados rápidos, sempre na procura da profundidade e do jogo entre linhas. Ter um novo treinador mexe sempre com os jogadores, que vão querer provar que pode contar com eles. Temos de fazer o nosso trabalho, entrar determinados e com uma vontade enorme de voltar a jogar no Estádio da Luz, com a qualidade própria de quem representa o Benfica.

Entrevista completa aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma daquelas vitórias que pode valer um título. O Benfica venceu no Estádio do Bessa ao cair do pano, mais propriamente no minuto 92, quando o empate já parecia uma evidência. Mas os campeões também vivem de momentos como este.

Benfica_Boavista_2.jpg

Sem Fejsa, Gaitán, Luisão, Júlio César e Nuno Santos lesionados e Jardel e Mitroglou a cumprir castigo, foi um onze com várias alterações, e em todas as linhas, que subiu ao relvado do Estádio do Bessa.

Ederson na baliza, com Nélson Semedo e Eliseu nas laterais, com a zona central entregue e Lindelöf e a Samaris adaptado. No meio do terreno André Almeida, Renato Sanches, Pizzi e Salvio, com Jonas e Raúl na ofensiva mais direta.

E foi um Benfica à procura dos três pontos que entrou em campo, apostando preferencialmente no seu flanco direito – com Nélson Semedo a destacar-se mais que Salvio – e em vários livres conquistados nessa zona do relvado. Seria um desses lances, por exemplo, a abrir caminho para uma vistosa bicicleta de Raúl Jiménez, para defesa de Mika.

Benfica_Boavista_1.jpg

As melhores oportunidades pertenceram ao Benfica, mas em número reduzido para o que costuma ser a produção habitual da equipa de Rui Vitória. A ocasião mais flagrante, na etapa inicial, surgiu por intermédio de Pizzi, já após a meia-hora, com um remate ligeiramente ao lado.

Segunda metade a começar com um Boavista atrevido a chamar Ederson a mostrar serviço. Primeiro Rúben Ribeiro, com um grande remate para defesa a dois tempos; depois Renato Santos a fazer o esférico rasar o poste.

Rui Vitória mexe no xadrez tático, tira Salvio e coloca Carcela, com as laterais a ganharem uma nova dinâmica e o Benfica a carregar, mas sempre com os axadrezados à espreita.

Benfica_Boavista_3.jpg

Jogo marcado pela intensidade, muita pressão, luta e oportunidades.

Nos últimos 15 minutos, já com Talisca e Jovic em campo, o jogo partiu por completo e não houve tática que resistisse com as duas equipas a jogarem mais com o coração do que com a cabeça.

O golo poderia ter surgido em qualquer uma das balizas… e surgiu mesmo! Já em tempo de compensação, Eliseu descobre Carcela, com o marroquino, de cabeça, a servir Jonas que, de primeira remata para o triunfo! 

Benfica_Boavista_4.jpg

Com este resultado, o Benfica reassume a liderança isolada do campeonato.

O Benfica alinhou de início com Ederson; Nélson Semedo (Talisca, 74’), Lindelöf, Samaris e Eliseu; André Almeida, Renato Sanches, Pizzi (Jovic, 84’) e Salvio (Carcela, 53’); Jonas e Raúl.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Antevisão ao jogo com o Boavista

por João Silva, em 20.03.16

Boavista-Benfica.jpg

O Benfica joga mais uma final rumo ao Tricampeonato. Quando faltam disputar oito jornadas até ao fim do campeonato, todos os pontos são decisivos, sabendo já que os rivais directos venceram as suas partidas nesta jornada.

Para o jogo no Bessa é certo que Rui Vitória não vai poder contar com Jardel e Mitroglou que completaram, no jogo com o Tondela, uma série de cinco cartões amarelos. Face às ausências, o técnico terá de mexer na equipa.

Para o lugar de Jardel, no centro da defesa, a adaptação de Samaris é uma solução já que o grego deu boa conta do recado na Rússia, frente ao Zenit. Também é possível a recuperação de Lisandro López. Por seu lado, para substituir Mitroglou, no centro do ataque, Raúl Jiménez parece ser o principal candidato, havendo ainda a possibilidade de ser Talisca o escolhido para fazer dupla com Jonas. Quem estará de regresso ao meio-campo será Renato Sanches que não jogou frente ao Tondela. 

O Boavista ocupa a 16.ª posição, com 24 pontos, e ganhou uma posição à Académica na luta pela permanência. Na última jornada o Boavista surpreendeu ao vencer, nos Barreiros, o Marítimo, por 0-3. Anderson Carvalho e Zé Manuel (dois golos) foram os marcadores. O Boavista não vencia por três golos de diferença fora de casa no Campeonato desde 2004, frente à U. Leiria. 

Rui Vitória na conferência de imprensa alertou «Vai ser um jogo difícil. Um Boavista-Benfica é sempre tradicionalmente difícil. Sabemos que vamos ter um jogo complicado, mas que não foge à linha do que temos encontrado. É uma equipa que se bate muito bem, que vem de uma vitória fora num campo difícil, o do Marítimo, e que vai jogar ante o seu público. Mas o nosso único pensamento é ir ao Bessa ganhar, mostrando o nosso valor, continuando o nosso percurso e com respeito pelo adversário. Acreditamos no nosso valor.»

O Futebol português ficou marcado por muitos dos embates entre as duas equipas no estádio do Bessa, 52 no total. O Benfica leva vantagem com 22 vitórias, 19 empates e 11 derrotas (76 golos marcados frente a 47 sofridos). O último jogo teve lugar na época passada, com uma vitória por 0-1, com golo de Eliseu. Nesta época, na primeira volta, o Benfica venceu o Boavista por 2-0 no Estádio da Luz, com golos de Gonçalo Guedes e Mehdi Carcela.

#CarregaBenfica  #RumoAo35

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Bicampeão entrou no jogo a dominar, a circular a bola, a construir, num jogo de muita paciência e concentração, face a um Boavista, orientado por Petit (jogador do Benfica de 2002 a 2008), na expetativa, sem arriscar, a jogar no erro e a dar total iniciativa de jogo às “águias”.

Minuto 38 e finalmente desatou-se o nó montado pelos axadrezados, um adversário tradicionalmente complicado. Gaitán trabalhou bem na esquerda, cruzou rasteiro para a entrada da área, onde surgiu Gonçalo Guedes a rematar convicto para o 1-0 e para a alegria nas bancadas.

Benfica_Boavista_1.jpg

Terceiro golo na prova do jovem de 18 anos que esta semana se estreou na convocatória da Seleção Nacional A, e sétima (!) assistência do argentino.

Na segunda metade, e sem nada a perder face a um resultado sempre perigoso, o Boavista entrou mais atrevido, contudo, sem fazer mossa, e foi o Benfica quem dominou e teve oportunidade para dilatar, não obstante o facto da partida se manter morna e sem grandes lances de espetacularidade.

Destaque para dois momentos! Em cima da hora de jogo, Jonas atirou ao ferro da baliza de Mika; o mesmo ferro, mas aos 78’, tornou a devolver o esférico, desta feita rematada por Talisca.

Mas à terceira foi de vez… minuto 88’, num primeiro momento a barra torna a dizer não ao golo (após cabeceamento de Jardel), mas Carcela, na recarga, remata para o 2-0 da tranquilidade.

Benfica_Boavista_2.jpg

 O SL Benfica alinhou de início com Júlio César; Sílvio, Luisão, Jardel e Eliseu; Samaris, Gonçalo Guedes, Talisca e Gaitán (Renato Sanches, 90’+3); Jonas (Carcela, 80’) e Raúl Jiménez (Mitroglou, 55’).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica - Boavista, Somar os três pontos

por João Silva, em 31.01.15

Jorge_Jesus_Benfica_Boavista.jpg

Jorge Jesus, afirmou nesta sexta-feira que espera dificuldades na recepção ao Boavista, referindo que a equipa está confiante porque continua na liderança do campeonato.

"Depois da sua descida, o Boavista vai regressar ao Estádio da Luz. É uma equipa que se tem vindo a valorizar jornada a jornada, com um treinador com uma história bonita neste clube. Não vamos ter facilidades, o campeonato português não é fácil", disse o técnico na conferência de imprensa de antevisão ao jogo.

O técnico do Benfica referiu que o adversário pretende pontuar no Estádio da Luz e para isso vai procurar fechar os espaços para depois explorar o contra-ataque, rejeitando a ideia que a equipa tenha menos confiança depois da derrota em Paços de Ferreira, por 1-0.

"Nenhuma derrota tira a confiança a uma equipa que está em primeiro. Os outros é que têm que andar atrás e a olhar de baixo para cima. O Benfica tenta não perder a sua vantagem pontual, porque tanto somos campeões com 20 pontos de avanço como com um ponto quando chegar ao fim", afirmou.

Jorge Jesus defendeu que a equipa vai procurar vencer os seus jogos e esperar depois pelos resultados dos adversários, mas realçou que a vantagem de seis pontos (para o FC Porto) se manteve depois de ultrapassada mais uma jornada.

Talisca está em risco de falhar o jogo com o Sporting, na 20.ª jornada, se for admoestado com o cartão amarelo no jogo de sábado, mas Jorge Jesus rejeitou a ideia de poupar o médio brasileiro, afirmando ainda que Gaitán deve estar apto para a deslocação a Alvalade.

"O Gaitán está a recuperar muito bem, mas não vamos arriscar a lançá-lo no jogo. Penso que para o próximo já estará em condições", frisou.

Em relação aos novos reforços, Jonathan Rodríguez e Elbio Alvaréz, o técnico referiu que vão ter que mostrar o seu valor.
"São jogadores novos, que vêm acrescentar quantidade e qualidade, mas partem com seis meses de atraso. Achamos que têm potencial, mas vão ter que mostrar as suas qualidades. A partir de agora, a trabalhar com eles, é que vou conhecer melhor os jogadores", disse.

Sobre Fejsa, que tem estado lesionado, Jorge Jesus acredita que ainda vai poder contar com o médio durante esta temporada, comentando também a situação ao avançado Derley. "O Derley é jogador do Benfica. Estou contente com ele e ele está contente por estar no Benfica, ponto final", concluiu.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
115-anos
Reconquista-37

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2019/20








Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog