Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Liga NOS: SL Benfica 2-2 Belenenses SAD

por João Silva, em 12.03.19

O Benfica recuperou a liderança da Liga, mas perdeu a vantagem de dois pontos que tinha sobre o FC Porto, ao desperdiçar uma vantagem de dois golos na Luz diante do Belenenses.

A vencer por 2-0, a equipa de Bruno Lage consentiu dois golos caricatos, separados por apenas três minutos, e deixou escapar uma vitória que parecia certa. Jonas, apesar do regresso discreto, desbloqueou o marcador já na segunda parte, Samaris aumentou a vantagem logo a seguir, mas depois o Benfica deitou quase tudo a perder. Um jogo intenso, com quatro golos concentrados num curto período de quinze minutos, a ditar a interrupção da série de nove vitórias de Bruno Lage na Liga.

Dois erros crassos. O primeiro foi, acima de tudo, caricato. Um livre de Diogo Viana que tentou colocar a bola na área, ninguém se fez ao lance, nem Vlachodimos que a viu entrar, impávido, na sua baliza. O Benfica ainda estava a recuperar do choque quando Rúben Dias, com a bola controlada, ofereceu-a a Kikas que não se fez rogado e voltou a bater o guarda-redes alemão, com classe, com um remate em arco. Tal como na primeira volta, o Belenenses voltava a marcar dois golos ao Benfica e, num ápice, o jogo voltava a ficar empatado e frenético.

O Benfica voltou a puxar pela adrenalina e voltou à carga, num jogo que estava agora aberto, com um Belenenses com a confiança em alta pelos dois golos marcados. Silas prescindiu de Kikas para lançar Vélez, enquanto Lage refrescava o ataque com as entradas de Zivkovic e Jota. O Benfica fez o que lhe competia e carregou com tudo nos últimos minutos, mas o Belenenses também cerrou os dentes determinado a não desperdiçar o que tinha conquistado.

O empate não se desfez até final e, feitas as contas, o Benfica regressa ao topo da classificação, mas agora com os mesmos pontos do FC Porto.

No final do desafio, André Almeida, que envergou a braçadeira de capitão, foi eleito o Man of the Match e lamentou que, face às oportunidades que construiu, o Benfica não tivesse conquistado os três pontos.

GoalPoint-Benfica-Belenenses-LIGA-NOS-201819-MVP.j

“O Benfica fez um bom jogo! O Belenenses teve uma proposta de jogo bastante defensiva, foi uma equipa muito organizada, com bons jogadores e defendeu-se com as armas que tem. Na primeira parte tivemos o domínio total do jogo e criámos algumas oportunidades, o Belenenses também soube defender bem e fomos para o intervalo com um empate. Na segunda parte entrámos muito, muito fortes, fizemos dois golos e, quando estávamos por cima, mais perto de fazer o 3-0, e contra tudo o que era expectável, em dois minutos eles fizeram dois golos e empataram o jogo. Depois, criámos ainda mais duas ou três oportunidades e poderíamos ter saído daqui claramente com a vitória. A haver um vencedor teria de ser o Benfica”, analisou André Almeida.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Antevisão da partida com o Belenenses SAD

por João Silva, em 11.03.19

Benfica_Belenenses.jpg

O Benfica recebe hoje o Belenenses no jogo de encerramento da 25.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, na expectativa de reassumir a liderança da prova, a qual foi provisóriamente ocupada pelo FC Porto, que venceu o Feirense neste Domingo.

 

O clube da Luz chega a esta jornada, depois da vitória no Dragão, frente ao FC Porto, e numa série de nove jogos consecutivos a vencer na Liga. Série que coincide com a troca de Rui Vitória por Bruno Lage. Já o Belenenses SAD, por seu lado, que vem de duas vitórias consecutivas e de dois jogos sem sofrer golos. Mais: vem de uma goleada ao Feirense, por 4-0, e de um triunfo surpreendente em Braga.

 

Na antevisão do jogo, Bruno Lage confirmou que Seferovic, lesionado, não irá a jogo, mas não confirmou a presença de Jonas: “A gestão dele é igual à dos outros jogadores. Se tem de jogar, joga. Se tem de ficar no banco e entrar, fica. Se tem de ficar de fora dos convocados, fica também”, explicou.

Relembrou que o adversário do jogo de hoje venceu na 1.ª volta, e isso, por si só, revela a sua qualidade. "É uma equipa com boa organização e com uma vontade enorme de jogar bem e ter a bola. É uma equipa muito competente, com bons jogadores, bom treinador. Vai ser um desafio muito interessante e para vencermos temos de estar ao nosso melhor nível".

 

Já Silas garantiu que vai levar um Belenenses “atrevido”. “Não quero travar o Benfica, mas pretendo que eles não nos travem. Vamos para ganhar e não apenas para não perder”, disse.

 

Bruno Lage convocou 18 jogadores para a receção ao Belenenses SAD, referente à 25.ª jornada da Liga NOS.

Lista de convocados:

Guarda-redes: Mile Svilar e Odysseas;

Defesas: Yuri Ribeiro, André Almeida, Rúben Dias, Ferro e Grimaldo;

Médios: Zivkovic, Krovinovic, Florentino, Samaris, Pizzi, Gedson Fernandes, Rafa e Cervi;

Avançados: Jonas, João Félix e Jota.

 

O jogo entre Benfica e Belenenses SAD, está marcado para esta segunda-feira (20h15), no Estádio da Luz.

#Reconquista

Autoria e outros dados (tags, etc)

Com Jonas de regresso ao onze e com uma baixa de última hora – Nélson Semedo –, o Tricampeão entrou com tudo e com os olhos bem postos no regresso à liderança.

Ora, e quando muito se quer e se trabalha para isso, as coisas acabam por acontecer naturalmente.

Primeira parte com domínio e controlo total do Benfica! Várias oportunidades de golo, com André Almeida, aos 12’, a marcar o primeiro da noite.

Benfica_Belenenses 1.jpg

Depois de várias investidas, autêntico sufoco, abertura espectacular de Pizzi, com o lateral português, muito oportuno a surgir na cara de Cristiano – aproveitando o erro de Miguel Rosa – e a rematar rasteiro junto ao poste para o 1-0.

O Benfica manteve a toada, carregou, carregou… com a equipa de Quim Machado a ter somente um lance de maior perigo, aos 38’, mas prontamente resolvido pelo atento Ederson.

Ao intervalo, 1-0, na Catedral para o Tricampeão, com o Belenenses a praticamente ver jogar e a apresentar poucas soluções, perante um Benfica – diga-se – ao qual faltou alguma eficácia para dilatar o marcador.

Benfica_Belenenses 3.jpg

Segunda parte e mais intensidade e emoção! Minuto 47 e lance muito duvidoso, com Mitroglou a cair na área, depois de um empurrão pelas costas de Domingos Duarte. Bruno Esteves, o árbitro do jogo, mandou seguir… mas ficou por marcar uma grande penalidade.

Resposta imediata de um Belenenses mais atrevido. Persson faz o primeiro remate enquadrado à baliza, e Miguel Rosa, no lance seguinte, atira forte ao ferro.

Do outro lado… magia de Mitroglou. Minuto 51, contra-ataque encarnado, Salvio cruza, e o grego, num espetacular remate em arco, faz o 2-0.

Benfica_Belenenses 5.jpg

E não foi preciso esperar muito para os 53 897 adeptos nas bancadas da Luz festejarem o terceiro. Assistência de Zivkovic, golo de Salvio! 3-0, à passagem dos 60’.

Até ao final, mais um par de oportunidades – o jogo partiu – e Jonas, já em período de compensação, sentenciou num 4-0 final. Vitória justíssima!

Com este resultado, o Tricampeão reassume a liderança da Liga NOS, agora com 63 pontos (20V3E2D), com 56 golos marcados e 13 sofridos.

O SL Benfica alinhou de início com Ederson, André Almeida, Luisão, Lindelöf, Eliseu, Samaris, Pizzi (André Horta, 85’), Salvio (Rafa, 77’), Zivkovic (Carrillo, 67’), Jonas e Mitroglou.

Benfica_Belenenses 4.jpg

Na próxima jornada, a 26.ª, o SL Benfica desloca-se à Capital do Móvel para defrontar a formação do Paços de Ferreira. Esta partida está agendada para as 20h30 de sábado.

Fonte: SLBenfica.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)


Antevisão da partida com o Belenenses

por João Silva, em 13.03.17

Ataque ao tetra.jpg

Rui Vitória mostrou-se confiante numa boa resposta da equipa do Benfica frente ao Belenenses, no jogo da 25.ª jornada da I Liga de futebol, após a eliminação na Liga dos Campeões frente ao Borussia Dortmund.

Na antevisão da partida com os ‘azuis’, Rui Vitória lembrou que é preciso ultrapassar a goleada sofrida na Alemanha, por 4-0, em nome dos "objetivos para conquistar" esta época, ou seja, o inédito tetracampeonato e a Taça de Portugal.

"Queremos ganhar todos os jogos, mas ao não ter acontecido é preciso ter cabeça fria e saber que há mais vida pela frente. Sei como os jogadores reagem e o que mais queremos é que o jogo venha para jogarmos em casa e com o nosso público", afirmou o treinador do Benfica, na conferência de imprensa, no Estádio da Luz.

O desempenho dos tricampeões nacionais em Dortmund foi alvo de críticas durante os últimos dias, mas Rui Vitória reiterou a sua tranquilidade, vincando que não mudaria muito em relação à estratégia adotada na segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões.

"Vejo as criticas sempre como forma de aprendizagem, mas isso não me abala. Não são as criticas que me vão tirar o sentido do trabalho, da mesma forma que oiço elogios e recebo-os, mas passo à frente. Se fosse fácil chegar aos quartos de final ia lá muita gente. Não nos dá conforto nenhum porque queremos chegar lá mais vezes, mas há que perceber estas questões", disse.

Admitiu ainda que o erro também pode fazer parte da sua atividade: "Não estamos livres de errar, mas a visão do treinador é completamente diferente. Perante o que foi o jogo e as condições do adversário, hoje faria praticamente a mesma coisa com os jogadores que tinha à disposição."

Recusando um cenário de sequelas psicológicas sobre os seus jogadores pela eliminação das provas europeias, Rui Vitória aproveitou para enaltecer o percurso internacional do Benfica nas últimas duas épocas.

"Foi uma caminhada dentro do que podíamos fazer e que temos sentido como algo muito favorável. Não estamos satisfeitos e nem resignados, queremos lá voltar para o ano. Não recusámos qualquer competição, olhámos todas com uma grande vontade de ganhar", referiu.

Em relação ao embate com o Belenenses, o treinador do Benfica elogiou o crescimento do rival lisboeta, mas vincou a vontade de triunfar: "É um jogo que queremos ganhar, contra um adversário que tem feito uma campanha de qualidade, com processos mais assimilados, e que acrescentou jogadores que deram mais qualidade. Espero um jogo difícil."

Faltam dez jogos, mais o da Taça e eventualmente a final. Serão 12 finais.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Antevisão ao jogo com o Belenenses

por João Silva, em 23.10.16

Belenenses_Benfica.png

O Benfica tem hoje a oportunidade de voltar a ficar isolado na frente da I Liga de futebol, podendo manter os três pontos para o FC Porto e aumentar para cinco a vantagem sobre o Sporting de Lisboa, caso vença o Belenenses no Restelo.

Rui Vitória em conferência de imprensa, afirmou que espera um oponente complicado, mas quer trazer os três pontos para a Luz.

O Belenenses está com o novo treinador que vai tentando colocar as suas ideias. Tem jogadores novos e outros com experiência. O Belenenses tem qualidade, tem argumentos, o treinador gosta de dividir o jogo. Vão querer ganhar num campo difícil. Temos de estar a um nível elevado. Independentemente do adversário, o nosso foco é ir ao Restelo ganhar”.

A época ainda está numa fase inicial e o Benfica tem sido assolado por lesões. Assim, o técnico admite que ainda há um caminho a percorrer até aos melhores índices. “A equipa ainda tem margem de crescimento. Alguns estão a trabalhar desde o ano passado mas só agora estão a chegar a um nível elevado. Há uma margem de crescimento. Agrada-me ver a evolução. É claro que as coisas não são perfeitas nem aqui nem em lado nenhum. Vamos continuar a melhorar. Primeiro, com a vinda de jogadores que têm estado lesionados e outros que vão somando jogos”.

A equipa de Rui Vitória soma três vitórias consecutivas (cinco se olharmos apenas para a Liga), e no Restelo tem a possibilidade de bater um novo recorde: 16 vitórias consecutivas fora de casa, para o campeonato. A oportunidade de superar o registo do Benfica de Jimmy Hagan entre abril de 1972 e fevereiro de 1973.

Equipa provável do Benfica:

Formação do Benfica.jpg

Outros convocados: Júlio César, Lisandro, Eliseu, André Almeida, Carrillo, Zivkovic, Danilo, Raúl Jiménez e José Gomes

#CarregaBenfica

#RumoAo36

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Benfica vai passar o fim-de-semana na liderança do campeonato português, depois de mais exibição de encher o olho e com a máquina goleadora "encarnada" cada vez mai afinada. Desta feito o palco foi o estádio do Restelo.

A equipa comandada por Rui Vitória apontou mais uma mão cheia de golos. No total, o Benfica já leva 59 golos no campeonato, números já por si impressionantes.

A presença do defesa central sueco, Victor Lindelöf, no onze da equipa de Futebol do Sport Lisboa e Benfica foi a única alteração operada por Rui Vitória face à formação inicial que jogou em Moreira de Cónegos.

Uma vez mais, o Benfica apresentou-se em 4-4-2, com o ataque a ser entregue à dupla Jonas e Mitroglou, que estivera goleadora até então e que assim se manteve num estádio do Restelo “pintado” de vermelho. Aos 40 minutos, o grego inaugurou o marcador, de cabeça, a passe de Pizzi. É a 5.ª jornada consecutiva de Mitroglou a marcar na Liga NOS.

Belenenses_Benfica_1.jpg

O jogo começou de forma viva, com o Belenenses a errar sobremaneira nos primeiros minutos, sem que o Benfica aproveitasse para faturar. No minuto inicial, Gaitán teve o golo no pé esquerdo, mas atirou um pouco ao lado da baliza de Ventura.

Com mais bola, as “águias” sentiam dificuldades em penetrar na área “azul” perante um Belenenses que atuava com as linhas muito próximas, suprimindo espaço para jogo entrelinhas, e que saía rápido em transições através de Fábio Nunes e de Miguel Rosa.

Ao invés, o Benfica tentava abrir brechas através de tabelinhas curtas entre os jogadores, mas o Futebol mais afunilado não resultava. Na largura, os comandados por Rui Vitória encontravam mais espaço e foi daí que surgiu o golo. Antes disso, aos 31’, André Almeida atirou uma “bomba” que saiu um tudo-nada ao lado. Ventura parecia batido.

Arranque da segunda parte, erro da defensiva do Belenenses, recuperação de bola de Jonas e Pizzi a rematar para defesa de Ventura. Não quis ficar atrás Jardel que, num mau atraso, colocou Júlio César em problemas que resolveu com serenidade.

Decorria o minuto 52 quando Gaitán e Jonas tiraram da “cartola” um lance de pura magia. O argentino viu o brasileiro à entrada da área, endossou-lhe o esférico que, com uma finta sublime, ultrapassou o oponente e rematou colocado para o 0-2.

Belenenses_Benfica_2.jpg

Renato Sanches, que cresceu no jogo com o decorrer dos minutos, esticava o jogo do Benfica. Esse facto foi aproveitado da melhor forma por Mitroglou para bisar aos 57 minutos após passe “açucarado” de Pizzi. Estava feito o 0-3 no Restelo e os adeptos Benfiquistas apoiavam até… que a voz lhes doesse.

Minuto 64 travou um duelo de titãs. Carlos Martins e Júlio César como protagonistas. O médio fez uso do seu forte pontapé, correspondeu o guarda-redes com uma excelente intervenção. Caso para dizer a ambos: quem sabe nunca esquece.

Belenenses_Benfica_3.jpg

Mas o homem do jogo foi mesmo Mitroglou. Confirmou em Belém o seu excelente momento de forma ao completar o “hat-trick” aos 75 minutos. Mais um erro da defesa do Belenenses, Gaitán assistiu de calcanhar e o grego fez o resto.

Do banco de suplentes, Carcela trouxe a “manita”. O marroquino foi à linha de fundo, centrou atrasado e Jonas fazia o “bis” a três minutos do apito final.

O Benfica passa a somar 52 pontos na tabela classificativa e chega ao clássico, no dia 12 de fevereiro, extremamente motivado.

Belenenses_Benfica_4.jpg

 O Sport Lisboa e Benfica alinhou com Júlio César; André Almeida, Jardel, Victor Lindelöf, Eliseu (Sílvio, 69’); Samaris, Renato Sanches, Pizzi (Carcela, 79’), Gaitán; Jonas e Mitroglou (Talisca, 83’).

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
115-anos
Reconquista-37

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2019/20








Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog