Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Ambiente espetacular no Estádio Cidade de Coimbra, com a "onda vermelha” a responder em força à convocatória, para apoiar o Bicampeão em mais uma “final” do Campeonato Nacional.

Académica_Benfica_1.jpg

O Benfica em busca da vitória para manter a liderança isolada da Liga NOS; a Briosa, à procura de pontuar para assegurar o mais rapidamente possível a fuga aos perigosos lugares de despromoção.

Apenas com uma alteração face ao onze que subiu ao relvado do Allianz Arena, com Samaris a trocar com Fejsa, foi um Benfica personalizado e convicto que entrou em campo.

Aos 16’, Mitroglou deu o mote, mas na resposta, em contra ataque, foi mesmo a Briosa quem se adiantou no marcador. Cruzamento de Rafa na esquerda, alívio para a entrada da área da defesa “encarnada”, com Pedro Nuno a rematar colocado sem hipótese para Ederson.

O Benfica, em organização e posse de bola, iniciou então uma autêntica cavalgada rumo à baliza de Pedro Trigueira, com Gaitán, Jonas, Pizzi e Mitroglou a testarem a atenção do guarda redes adversário.

Do outro lado, a Académica baixou ainda mais as linhas, apostando no erro… Aos 39’, finalmente o golo da justiça! Pizzi cruza para a área e, nas alturas, surge Mitroglou a cabecear como mandam as regras para o empate.

Académica_Benfica_2.jpg

Até ao intervalo, numa primeira metade intensa e emotiva, autêntico “massacre” dos comandados de Rui Vitória, a carregarem com tudo em busca da vantagem. Pizzi e Jardel tiveram soberanas oportunidades, mas a redondinha não quis entrar e o empate manteve-se.

Segunda metade e enorme, enormíssimo Benfica! Primeiro Gaitán, de livre direto, depois Eliseu num cruzamento viperino… Seguiu-se Jonas – para a defesa da noite de Trigueira – mais uma! - (67’), depois foi a vez de Jardel…

Já com Carcela e Talisca em campo, o Benfica continuou a carregar com tudo, perante uma Briosa a fechar as linhas por completo, a defender com tudo e todos e “queimar” minutos atrás de minutos em claro anti jogo…

Gaitán, Talisca, Mitroglou tentaram de forma incansável mas foi Raúl, recém entrado, que aos 85’, recebe no peito, desvia de Iago e, de primeira, remata para o 1-2! Golaço do mexicano a trazer justiça ao marcador em Coimbra!

Académica_Benfica_3.jpg

Vitória justa, na Briosa, numa reviravolta épica! Faltam cinco finais!

O Benfica alinhou de início com Ederson; André Almeida, Lindelof, Jardel e Eliseu (Raúl, 80’); Samaris (Talisca, 70’), Renato Sanches, Pizzi (Carcela, 61’) e Gaitán; Jonas e Mitroglou.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rui Vitória, analisou o triunfo Benfiquista na 12ª jornada da Liga NOS 2015716 frente à “briosa”.

Foi uma vitória justa e clara. Queríamos vencer frente a um adversário que não perdia há sete jogos. Dominámos e a vitória foi natural”, referiu à BTV.

Benfica_Académica_Renato Sanches1.jpg

Renato Sanches fechou o marcador com um golo espetacular, algo que o técnico enalteceu. “O golo do Renato Sanches foi a cereja no topo do bolo. Belíssimo golo numa estreia a titular que ele nunca mais vai esquecer”, sublinhou.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A equipa de Rui Vitória entrou dominadora e empurrou o adversário para o seu meio-campo, com uma troca assertiva da bola, privilegiando a posse ou através de transições rápidas para o ataque. O oponente, por seu lado, sentiu sempre dificuldades em sair a jogar fruto de uma intensa pressão sobre a bola, nomeadamente na primeira metade.

O futebol Benfiquista era perfumado e à passagem do minuto 34 houve oportunidade clamorosa para os da casa. Jonas trabalhou bem à entrada da área, descobriu Gaitán, que foi derrubado por Trigueira. Grande penalidade!... Que Jonas não desperdiçou. Estava feito o primeiro na Luz.

Benfica_Académica_Jonas1.jpg

Antes do intervalo, Renato Sanches deu um ar da sua graça ao atirar por cima após uma boa jogada individual. Pouco depois, o jogo foi para intervalo com o Benfica na frente por 1-0.

Sem alterações no onze, o Benfica voltou do intervalo com a mesma vontade que já demonstrara nos primeiros 45 minutos. A Académica manteve a toada defensiva e de expectativa com que chegara a Lisboa.

Maior domínio das “águias” acabou por obrigar Ofori a fazer grande penalidade ao cortar com a mão um cruzamento de Eliseu para Mitroglou. Aproveitou Jonas para bisar na partida aos 69 minutos.

Mesmo a vencer por 2-0, o Benfica não estava satisfeito. Queria mais e aos 78 minutos foi Mitroglou a tentar o golo após bom contra-ataque conduzido por Gaitán.

Benfica_Académica_Mitroglou.jpg

Mas o momento da noite estava para acontecer, aos 84 minutos e da melhor forma possível. Renato Sanches, o “miúdo” de 18 anos, do meio da rua, atirou uma “bomba” que se fixou na gaveta da baliza de Trigueira. Que golão! Estava feito o 3-0 e a estreia do camisola 85 a marcar pelas “águias”.

Benfica_Académica_Renato Sanches.jpg

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com Júlio César; André Almeida, Lisandro, Jardel, Eliseu; Fejsa (Samaris, 67’), Renato Sanches, Pizzi (Gonçalo Guedes, 74’), Gaitán; Jonas e Mitroglou (Carcela, 80’).

Benfica_Académica_onze inicial.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Antevisão do jogo com a Académica

por João Silva, em 04.12.15

ruivitoria.jpg

O SL Benfica recebe esta sexta-feira a Académica na 12.ª jornada da Liga NOS. Quatro dias depois do triunfo em Braga, o objetivo de Rui Vitória é claro: somar os três pontos em casa.

Espero um adversário que tem feito uma boa recuperação e um adversário difícil. Nos jogos com o Benfica há sempre uma motivação extra mas isso não muda em nada a nossa forma de estar. O Benfica joga sempre para ganhar e, depois da vitória em Braga, somar mais três pontos é o nosso principal objetivo”, começou por dizer o treinador em conferência de imprensa realizada ao final da tarde no Estádio da Luz.

Quanto à equipa titular que esta sexta-feira vai subir ao relvado do Estádio da Luz, Rui Vitória não quis revelar muito, reforçando apenas: “Temos, felizmente, alternativas e os jogadores que jogarem vão dar conta do recado.”

A formação de Coimbra – penúltimo classificado com apenas sete pontos - desloca-se ao Estádio da Luz após ter empatado, em casa, na última jornada diante do Arouca (1-1), com um golo de Gonçalo Paciência.

Olhamos para o adversário sempre da mesma forma, independentemente da classificação. Todos os adversários podem chegar à nossa baliza e, por isso, temos que preparar o jogo da melhor forma. Vai ser um jogo em nossa casa, com a Família Benfiquista, e nós queremos impor o nosso jogo e ganhar”, garantiu.

Nélson Semedo e Salvio continuam a recuperar das respetivas lesões. “São situações que demoram. Antes do final do ano não esperamos que estejam aptos. São jogadores com os quais, infelizmente, não posso contar neste momento”, esclareceu.

Lista de convocados para a receção à Académica:

Samaris está de regresso assim como Ederson após terem cumprido castigo na última jornada da Liga.

Guarda-redes: Júlio César e Ederson;

Defesas: Lisandro López, Jardel, André Almeida, Eliseu e Lindelöf;

Médios: Cristante, Fejsa, Samaris, Talisca, Renato Sanches, Gaitán, Gonçalo Guedes, Nuno Santos, Pizzi e Carcela;

Avançados: Jonas, Mitroglou e Raúl.

Fonte: SLBenfica.pt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Académica 0-2 SL Benfica

por João Silva, em 01.12.14

O Benfica venceu a Académica por 2-0, naquele que era um dos jogos mais aguardados da 11.ª jornada da I Liga.

Em Coimbra, o Campeão Nacional cumpriu e recuperou a liderança, com mais dois pontos do que o segundo classificado, o Vitória de Guimarães.

Enzo Pérez foi o líder e Gaitán o executante de um Benfica agora mais focado nas competições nacionais.

A dupla argentina não precisou de muito tempo para aquecer o estádio Cidade de Coimbra. Com oito minutos jogados, Gaitán recebeu um passe exímio de Enzo, dominou, trocou as voltas ao guarda-redes Lee com a coxa e encostou para o primeiro da noite. Pura classe!

Ainda no primeiro tempo, o Benfica teve várias oportunidades para dilatar a vantagem, em particular num lance em que Jonas - não marcou porque cabeceou à trave da baliza de Lee. O segundo golo viria mesmo a chegar antes do intervalo, Enzo bate um livre para a grande área da Briosa, e Luisão de cabeça colocou a bola na baliza, penalizando uma saída em falso do guarda-redes da equipa da casa.

Na segunda parte, com a vantagem de dois golos , o Benfica só precisou de gerir o resultado. A Académica conseguiu pouco mais do que um remate de Ivanildo para defesa segura de Júlio César.

Segue-se um mês de Dezembro bastante exigente para o Benfica, onde se inclui a deslocação ao dragão para o campeonato e o jogo na Luz com o Braga para a Taça de Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica na final do Troféu António Pratas

por João Silva, em 14.10.12

O Benfica venceu o Barcelos por 105-61, garantindo assim a presença na final do Troféu António Pratas, a primeira prova oficial da época.

A jogar em casa, a equipa de Carlos Lisboa nunca deu grandes chances aos visitantes, sobretudo logo a abrir com um primeiro parcial de 26-8. Ao intervalo, as águias já venciam por 49-24.

Por isso, vários jogadores do Benfica chegaram à casa das dezenas de pontos (Seth Doliboa, João Betinho Gomes, Carlos Andrade, Cláudio Fonseca e Tomás Barroso).

O Benfica vai assim poder defender o troféu que conquistou em 2011, tendo pela frente a Académica de Coimbra, que no sábado eliminou o Lusitânia (71-69).

A final está marcada para as 17h00 deste domingo, no Pavilhão Império Bonança.

 

O apoio dos adeptos será fundamental para a conquista de mais um título!

Da mimha parte está garantido.

Força Benfica!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
115-anos
Reconquista-37

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2019/20








Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog