Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



José Eduardo Moniz, vice-presidente e administrador da SAD do Benfica, reiterou esta quarta-feira, em entrevista à BTV, o pedido feito por Luís Filipe Vieira aos adeptos e sócios do emblema da Luz, apelando à solidariedade e união da família na hora de cerrar fileiras perante os "ataques" a que as "águias" têm sido sujeitas.

Moniz garantiu que o balneário está imune ao clima de desconfiança criado em torno de algumas figuras do clube, nomeadamente de Paulo Gonçalves, assessor jurídico detido no âmbito da operação e-Toupeira. E depois de historiar e apresentar argumentos para tentar aclarar as principais polémicas que ameaçam a honorabilidade da instituição pediu um voto de confiança, afirmando que o que move as denúncias anónimas e as consequentes investigações é um sentimento de inveja perante a grandeza do Benfica, na esperança de "decapitar a direcção do Benfica para lançar o caos de forma a que volte a ser o que era há muitos anos atrás".

A intervenção de José Eduardo Moniz surge pouco depois da divulgação de um comunicado "em defesa do bom nome do SL Benfica", com o dirigente encarnado a reafirmar o que Luís Filipe Vieira dissera relativamente à violação do segredo de justiça configurado no processo e-Toupeira.

"Nem eu nem os meus pares tivemos acesso a qualquer informação. Não sei nada sobre o tema e os meus colegas também não sabem", esclareceu, alegando que teve apenas conhecimento "pela imprensa", que acusou de antecipar as diligências da própria Polícia Judiciária, acompanhando em tempo real buscas e execução de mandados de detenção. Moniz decalcou inclusive as palavras do presidente, garantindo que "não houve, não há nem nunca haverá" fundamento nestas acusações de corrupção, bem como de uma rede de informação sobre FC Porto e Sporting.

"Desconheço a existência de qualquer rede para obter informação reservada a mando da Direcção ou da SAD do Benfica", assumiu, sublinhando o facto de estar no clube por "amor e sem ganhar um tostão" com o único intuito e sentido de missão de "zelar pelo património, interesses, imagem e credibilidade" da colectividade, sem permitir que haja "danos", agindo sempre com "extremo cuidado", dentro dos princípios de seriedade mesmo admitindo não "ser uma casa de santos com asinhas nas costas".

No alinhamento de questões que pretendiam clarificar algumas notícias surgiu a "preparação" de funcionários do clube para a eventualidade de serem levadas a cabo buscas no estádio. Moniz assumiu ser essa uma função dos advogados, de forma a colaborar com a justiça, socorrendo-se dos tempos em que enfrentou diversos processo na RTP e na TVI para desmistificar uma questão que reflecte "apenas o profissionalismo" do departamento jurídico.

vieira.jpg

Moniz abordou a detenção de Paulo Gonçalves e revelou que o assessor jurídico apresentou a demissão... ao mesmo tempo que garantia não existir nenhum braço direito do presidente.

"Fomos apanhados de surpresa, confrontados com uma situação grave e difícil. Mas o Benfica agiu com prudência, não se precipitando, esperando pelo curso da Justiça" que classificou de "muito lenta" e com timings diferentes dos media.

"Aguardámos que a juíza de instrução se pronunciasse e o que nos levou a reforçar a confiança no doutor Paulo Gonçalves foi o facto de ter saído em liberdade, a permissão de poder continuar a frequentar o Estádio da Luz e poder voltar ao trabalho, assumindo funções normalmente", declarou, confiando que Paulo Gonçalves terá capacidade para se defender e esclarecer as acusações que lhe são imputadas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De Anónimo a 15.03.2018 às 17:35

Queria dar aqui umas dicas para o Gabinete de crise, uma vez ue já passaram tantos meses desde o inicio deste ataque nojento, sujo, reles e vil, para denegrir e sujar a imagem do SPORT LISBOA E BENFICA: 1- Espero que neste momento já tenham um dossier de todas entidades individuas e coletivas que mancharam o nome do Benfica, com dados bem concretos para deduzir acusação. 2- Espero que todas as pessoas individuais e coletivas que mancharam o nosso nome sejam proibidas de entrar nas nossas instalações, com o argumento obvio. 3- Espero que quando os processos entrarem em Tribunal, seja soliciado o envio para o Tribunal do IRS, IRC, património actual à data da queixa, incluindo os valores em conta bancária, para que os criminosos não possam, legalmente, separar-se desses bens e que os mesmos sejam considerados, para o pedido de indemenização. 4- Espero que o SLB, em concertação com os seus principais sponcers, possam eles mesmo constituirem-se como assistêntes em todos os processos que o SPORT LISBOA E BENFICA, interponha contra quem, sem provas, denigra a imagem, o nome e a credibilidade da Maior instituição de Portugal. 5- Espero que os nossos parceiros, ao serem constituidos como assitentes, ele proprios se sintam idignados, porque ao mancharem a imagem do SPORT LISBOA E BENFICA, também a imagem deles, em consequência, fica manchada e, por isso, interponham igualmete processos indemenizatórios a todas as pessoas individuais e coletivas, alvo de processo crime por parte do SLB. 6-Espero que todo o apoio Juridico do SLB, consiga demonstrar que toupeira ou violação do segredo de Justiça é a mesma coisa, ou que "fontes" é sinónimo de violação do segredo de Justiça, que as Autoridades têm a obrigação de investigar e deter todos os responsáveis por estas fugas de informação. Os jornalistas nã podem estar ao abrigo de proteção de fontes, quando estas fontes, elas próprias resultam de um crime de violação do segredo de Justiça, cuja veracidade não poem comprovar, mas cuja imagem da nossa Instituição é sistemáticamente manchada e prejudicada. Está portanto na hora, de se acabar com o pretexto do Direito de informação, quando esse Direito está ferido de uma ilegalidade para obter informação, sem a comprovação da sua veracidade. Todos Juntos Somos Mais Fortes E PLURIBUS UNUM

Comentar post



Simbolo
Fundador
114_anos

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2018/19







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog