Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O apuramento do Sporting para as meias-finais da Taça de Portugal faz com que haja dois derbys com o Benfica no espaço de poucos dias no início de fevereiro.

No dia 3, domingo, os leões recebem as águias em partida para a Liga e provavelmente a 6 haverá novamente jogo grande, desta vez para a Taça de Portugal e na Luz - a segunda mão é no início de Abril.

Ainda este mês, os dois rivais podem encontrar-se na final da Taça da Liga. Caso este cenário também se concretizasse, Sporting e Benfica mediriam forças três vezes no espaço de 12 dias para três competições distintas: ou seja, nos dias 26 de janeiro e 3 e 6 de fevereiro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Benfica alcançou as meias-finas da Taça de Portugal após vencer o V. Guimarães, na noite de terça-feira, por 0-1.
João Félix foi o autor do único golo da partida, que teve lugar no Estádio D. Afonso Henriques.

A turma da Luz protagonizou uma entrada forte, com Zivkovic a ameaçar o golo inaugural logo aos dois minutos, num remate defendido para canto por Miguel Silva. No primeiro quarto de hora, as águias tiveram mais bola, quase nunca permitiram que os vitorianos saíssem a jogar a partir da retaguarda e coroaram esse ascendente com o golo, com João Félix a receber um passe longo de Rúben Dias no seio da área contrária e a bater o guardião vitoriano, que ainda tocou na bola.

João Félix_Seferovic.jpg

Com o decorrer da primeira parte, os anfitriões libertaram-se cada vez melhor da pressão alta adversária, tendo ganhado espaço para sair para o ataque, mas nunca colocaram verdadeiramente em risco a vantagem benfiquista, face à incapacidade em criar perigo nos momentos em que chegavam à área contrária.

A toada da primeira parte prolongou-se na segunda, com as duas equipas a quererem ter bola e o Benfica a manter a reação vitoriana sob controlo, embora sem criar perigo suficiente para dilatar o resultado.

Este resultado permitiu ao Benfica juntar-se ao Sporting de Braga e ao FC Porto nas meias-finais da prova rainha e ficar à espera do próximo adversário - o vencedor do jogo entre Feirense e Sporting, na quarta-feira.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Benfica segue para os quartos de final da Taça de Portugal, depois de ter eliminado o Montalegre, num jogo que terminou com uma vitória por 1-0, graças ao golo assinado por Conti, aos 31 minutos. 

"O fundamental era a passagem", disse Rui Vitória, após o triunfo dos encarnados. E foi precisamente isso. O Benfica conseguiu cumprir o seu objetivo, que era seguir em frente na competição, mas voltou a carimbar uma exibição muito abaixo do expectável.

Diante do Montalegre, a única equipa do Campeonato de Portugal na eliminatória, era expetável que a equipa de Rui Vitória dominasse a partida e marcasse, pelo menos, mais do que um golo.

Mas não foi isso que se passou. Não houve brilhantismo, intensidade ou uma ideia concreta de jogo. O golo de Conti, aos 31 minutos, surgiu de um canto batido do lado direito, que terminou com uma cabeçada certeira para o 1-0. 

E se o ponto mais alto do primeiro tempo foi o golo de Conti, a segunda parte chegou a provocar algum sono nas bancadas. O Benfica era previsível e, sempre que chegava perto da baliza adversária, causava muito pouco pânico.

Há ainda que destacar o papel importante de Tiago Guedes. Sempre que foi chamado a intervir, o guarda-redes do Montalegre mostrou-se uma 'muralha', falhando apenas no golo de Conti, com a defesa caseira a falhar na marcação. 

No entanto, apesar da contestação nas bancadas por parte dos adeptos benfiquistas e da margem mínima, o Benfica garantiu um lugar na próxima fase da Prova Rainha.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Montalegre

O Montalegre deverá poder receber o Benfica e fazer a festa da Taça de Portugal em casa ou seja, no Estádio Dr. Diogo Vaz Pereira. Orlando Alves, presidente da Câmara Municipal, afirmou à Rádio Montalegre haver "99 por cento de possibilidades" de o encontro ser na casa dos transmontanos, versão confirmada a O JOGO pelo presidente Paulo Viage.

"Não está garantido que o jogo seja em Montalegre, mas as obras vão começar de imediato", disse o dirigente à margem de uma vistoria efetuada pela FPF. "O relvado vai ser mudado, temos de colocar torniquetes e instalaremos três bancadas amovíveis", acrescentou. A lotação passará, assim, de 2000 para 6000 lugares e a intervenção no recinto do emblema da Série A do Campeonato de Portugal será custeada pelo município.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Benfica_Arouca.jpg

Era um jogo a meio de uma semana de Inverno contra um adversário de segunda divisão. Não havia muita gente nas bancadas da Luz para um encontro que não se esperava que tivesse grande história, com o favoritismo todo do lado do Benfica, que pretendia usar esta eliminatória da Taça de Portugal, frente ao Arouca, como relançamento de uma época que não tem corrido nada bem. 

Rui Vitória apresentou uma equipa de segundas escolhas e temperada com alguns titulares habituais. Jogadores como Svilar, Alfa Semedo, Conti ou Krovinovic (de regresso à actividade após dez meses de ausência) tinham a sua oportunidade ao lado dos indiscutíveis Jonas, Seferovic, Rúben Dias e Grimaldo.

Pensaria o técnico do Benfica que talvez fosse uma equação para resolver cedo frente a um Arouca que já não é uma equipa de primeira desde 2017. Em todos os jogos anteriores na Luz, o Arouca só tinha conhecido a derrota, mas percebeu-se que queria algo mais neste jogo de Taça, assente numa boa estratégia defensiva e de aproveitamento dos espaços concedidos por um adversário composto por jogadores pouco habituados a actuar juntos.

O Benfica segue em frente na Taça de Portugal, mas só um golo de Rafa nos descontos evitou o prolongamento. As águias estiveram a perder devido a um golo de Bukia (19') e só chegaram ao empate em cima do intervalo, por Jonas (42'). No segundo tempo, quando já se adivinhava mais meia-hora de jogo, Rafa resolveu (90'+3).

Com a proximidade de um decisivo jogo europeu, esta vitória da forma como aconteceu, não tranquiliza ninguém, nem serve para moralizar uma equipa ou galvanizar adeptos. Pelo contrário.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Benfica recebe o Arouca, da segunda liga, no encontro de abertura da 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, num jogo que vai obrigar o treinador das águias a algumas mudanças.

Além de ser uma prova onde os treinadores das equipas teoricamente favoritas aproveitam para dar oportunidade a jogadores menos utilizados, neste caso, Vitória está praticamente obrigado a fazê-lo, por culpa dos internacionais.

Nesse sentido, jogadores como Svilar, Corchia, Alfa Semedo ou até Facundo Ferreyra podem vislumbrar aqui uma oportunidade de ouro de brilhar no Estádio da Luz.

Dez meses depois, Krovinovic pode voltar a somar minutos de jogo. Rui Vitória confirmou que o médio croata ia estar novamente nos convocados e deixou a porta entreaberta para uma eventual utilização. Ainda não decidiu se irá lançar o jogador no início da partida se no decorrer da mesma. Tudo dependerá da forma como os outros atletas se vão apresentar nos treinos depois dos jogos da seleções.

Durante a semana o treinador do clube da Luz não pôde contar com Pizzi e Gedson Fernandes, que regressaram aos trabalhos da equipa principal na quarta-feira. Gabriel e precisamente Krovinovic foram os únicos jogadores para aquela posição do meio-campo que estiveram no Seixal durante os últimos dias. Os dois têm trabalhado nas equipas titulares nos treinos da formação encarnada.

Caso se confirme, seria uma boa notícia para os adeptos, pois Krovinovic é um jogador de qualidade inquestionável e que pode acrescentar algo bem diferente ao meio campo das águias.
 
Estão convocados para esta partida:

Guarda-redes: Svilar e B. Varela;

Defesas: Conti, Grimaldo, Rúben Dias, Corchia, Lema e André Almeida;

Médios: Gabriel, Alfa Semedo, Zivkovic, Krovinovic, Pizzi, Samaris, Rafa, João Félix e Gedson; 

Avançados: Jonas, Seferovic e Ferreyra

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
115-anos
Reconquista-37

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2019/20








Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog