Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


salvio benfica.jpg

Em 2013-14, a 11 jornadas do fim, os dois candidatos ao título também estavam separados por quatro pontos, mas ambos somam mais pontos agora do que na temporada anterior.

O Benfica tem um saldo mais favorável do que há um ano. Mantém a vantagem de quatro pontos sobre o rival mas amealhou mais um ponto no total da prova (59 contra 58), com mais vitórias (19 contra 18), mais golos marcados (57 contra 44) e menos sofridos (10 contra 15).

A solidez defensiva tem sido uma das grandes armas do Benfica ao longo da época. Esta é mesmo, a esse respeito, a melhor temporada da era Jorge Jesus, com uma média de golos sofridos de 0,43 (em 2013-14 foi de 0,6 e de 0,7 na época anterior).

Foi no último terço da temporada passada que o Benfica embalou definitivamente para a conquista do título, aparentemente até tem um calendário mais favorável para o voltar a repetir, mas convém não esquecer que esta equipa do FC Porto chega a esta fase do campeonato mais consistente do que na época anterior.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jorge Jesus.jpg

Jorge Jesus abordou o tema das arbitragens tão falado por Julen Lopetegui, perguntando ao treinador portista se ele se referia ao Penafiel-FC Porto, depois do técnico espanhol ter dado a entender que o Benfica era o clube mais beneficiado pelas arbitragens nesta temporada.

"O treinador do FC Porto está sempre a falar de arbitragens. É natural que fale sobre essa matéria, mas não quero ir por aí. Só lhe pergunto de que jogo está a falar. Se é do Penafiel-FC Porto já sei do que é que ele está a falar", referiu Jorge Jesus esta sexta-feira, na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Estoril, agendado para sábado, às 17 horas, no Estádio da Luz.

O técnico dos encarnado diz que o seu forte é treinar e não o jogo falado: "A minha responsabilidade como treinador do Benfica é desenvolver um trabalho para que possamos apresentar-nos bem nos jogos. Agora, o jogo falado não é o meu forte, nem dos meus jogadores", disse.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica - Boavista, Somar os três pontos

por João Silva, em 31.01.15

Jorge_Jesus_Benfica_Boavista.jpg

Jorge Jesus, afirmou nesta sexta-feira que espera dificuldades na recepção ao Boavista, referindo que a equipa está confiante porque continua na liderança do campeonato.

"Depois da sua descida, o Boavista vai regressar ao Estádio da Luz. É uma equipa que se tem vindo a valorizar jornada a jornada, com um treinador com uma história bonita neste clube. Não vamos ter facilidades, o campeonato português não é fácil", disse o técnico na conferência de imprensa de antevisão ao jogo.

O técnico do Benfica referiu que o adversário pretende pontuar no Estádio da Luz e para isso vai procurar fechar os espaços para depois explorar o contra-ataque, rejeitando a ideia que a equipa tenha menos confiança depois da derrota em Paços de Ferreira, por 1-0.

"Nenhuma derrota tira a confiança a uma equipa que está em primeiro. Os outros é que têm que andar atrás e a olhar de baixo para cima. O Benfica tenta não perder a sua vantagem pontual, porque tanto somos campeões com 20 pontos de avanço como com um ponto quando chegar ao fim", afirmou.

Jorge Jesus defendeu que a equipa vai procurar vencer os seus jogos e esperar depois pelos resultados dos adversários, mas realçou que a vantagem de seis pontos (para o FC Porto) se manteve depois de ultrapassada mais uma jornada.

Talisca está em risco de falhar o jogo com o Sporting, na 20.ª jornada, se for admoestado com o cartão amarelo no jogo de sábado, mas Jorge Jesus rejeitou a ideia de poupar o médio brasileiro, afirmando ainda que Gaitán deve estar apto para a deslocação a Alvalade.

"O Gaitán está a recuperar muito bem, mas não vamos arriscar a lançá-lo no jogo. Penso que para o próximo já estará em condições", frisou.

Em relação aos novos reforços, Jonathan Rodríguez e Elbio Alvaréz, o técnico referiu que vão ter que mostrar o seu valor.
"São jogadores novos, que vêm acrescentar quantidade e qualidade, mas partem com seis meses de atraso. Achamos que têm potencial, mas vão ter que mostrar as suas qualidades. A partir de agora, a trabalhar com eles, é que vou conhecer melhor os jogadores", disse.

Sobre Fejsa, que tem estado lesionado, Jorge Jesus acredita que ainda vai poder contar com o médio durante esta temporada, comentando também a situação ao avançado Derley. "O Derley é jogador do Benfica. Estou contente com ele e ele está contente por estar no Benfica, ponto final", concluiu.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um resultado justo que peca por escasso. Foi assim que Jorge Jesus analisou o encontro desta noite, no clássico, onde o SL Benfica acabou por vencer o FC Porto por 0-2.

O Benfica venceu por 2-0, foi eficaz, muito experiente e com muita qualidade na defesa. Neutralizámos quase todos os momentos do FC Porto, com excepção de alguns cruzamentos do Quaresma. Fomos serenos e experientes. Podíamos ter feito mais um golo. Os equilíbrios tácticos são o que define as equipas quando não têm bola. Neutralizámos os corredores do FC Porto, que são as zonas mais fortes. Jogámos muito confiantes”, começou por analisar no final do encontro.

Um resultado que mantém os “encarnados” na liderança isolada do Campeonato Nacional, com 34 pontos, mais seis do que os “azuis e brancos”. “É melhor estar a seis do que a três ou igual. A nossa ideia era ganhar. Mas o respeito e humildade serão os mesmos. Falta muito para o jogo acabar”, concluiu.

Fonte: SLBenfica.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ronald_Koeman_Benfica.jpg

Deixo aqui um excerto da crónica semanal da Leonor Pinhão no jornal d'A Bola:

(...) ACONTEÇA o que acontecer ao Benfica até Maio, que é quando tudo se apresenta decidido, dificilmente escapará Jorge Jesus à fama e à crítica de ter desprezado as competições internacionais em prol da conquista do segundo título consecutivo de campeão que falta ao Benfica há três décadas.

No entanto, se Jesus conseguir transportar o seu Benfica até à revalidação do título (enfim... quase tudo) lhe será perdoado. E se é verdade que o treinador, olhando para o que tinha à disposição, apostou tudo no campeonato nacional, talvez lhe venham dar razão os seus detractores da actualidade.
No fundo, pertencem à mesma escola filosófica que na temporada de 2005/2006 chamou os nomes todos a Ronald Koeman acusando-o de, por vaidade pessoal, se ter marimbado no campeonato nacional dos portuguesinhos para fazer uns brilharetes notáveis, ainda que em vão, na Liga dos Campeoes dos tubarões.
Lembram-se?
A Benfica de Ronald Koeman, o treinador que hoje brilha no comando do surpreendente Southampton, não demorou a desistir do título conquistado na época anterior pelo Benfica de Trapattoni mas chegou com estrondo e fanfarra aos quartos de final da Liga dos Campeões depois de afastar o Manchester United na fase de grupos e de afastar o Liverpool nos oitavos-de-final, finalmente, arredado do sonho pelo Barcelona que haveria de conquistar o troféu, como era de esperar.
Choveram então críticas como picaretas sobre o holandês por ter optado pela prova mais mirífica e com mais status quo a nível quando tinha o nosso campeonatozinho de trazer por casa à mão de semear. A verdade é que Koeman acabou por não ganhar qualquer uma das competições, embora se possa sempre ufanar de ter conquistado em Agosto de 2005 uma Supertaça Cândido de Oliveira numa final com o Vitória de Setúbal.
Este ano, Jorge Jesus já conquistou a sua Supertaça de Agosto. E ainda pode ganhar uma quantidade de troféus de que a gente gosta. É esta, para já, a sua enormíssima vantagem sobre Koeman e sobre as escolhas de Koeman. Se é que os treinadores fazem escolhas...
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Jorge Jesus: Antevisão ao Jogo com o Mónaco

por João Silva, em 04.11.14

Jorge_Jesus.jpg

Jorge Jesus, em conferência de imprensa, lançou a partida com o Mónaco a contar para a 4.ª jornada da Fase de Grupos da Liga dos Campeões.

A intervenção do técnico começou por versar sobre o facto de ser um jogo decisivo para os da Luz, algo que admitiu. “Para continuar na Champions temos de ganhar amanhã. Não é uma Final, mas vencendo determina que o Benfica fica com possibilidades de passar a Fase de Grupos”, considerou.

Instado a revelar que “miolo” vai apresentar frente ao Mónaco, Jesus disse que poderia Enzo Perez jogar a “6”, mas não o confirmou: “É uma hipótese. Nos jogos que temos tido apresentámos várias duplas no meio-campo. Face à ideia de jogo vamos escolher uma dupla que não vou dizer qual é, mas essa [Enzo Perez e Talisca] poderá ser uma.

“Não vamos condicionar este encontro em virtude do jogo com o Nacional. Queremos vencer o Mónaco e temos de lançar os melhores táctica e fisicamente”, sublinhou ainda.

O treinador desvalorizou alguma pressão que a equipa possa sentir por ter de vencer na terça-feira. “Os jogadores do Benfica estão habituados aos jogos das competições europeias e temos experiência. Se não vencermos não é por falta dessa experiência”, sustentou.

Ainda na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Mónaco, o técnico do Sport Lisboa e Benfica abordou a menor capacidade de concretização da equipa na Liga “Milionária” apesar de ser o ataque mais concretizador do Campeonato.

Temos um golo em três jogos, mas o Mónaco também. Temos capacidade para fazer mais golos. Somos uma equipa com ideias ofensivas, mas ainda podemos recuperar a quantidade de golos, mas não tanto a qualificação, porque só temos três desafios, isto é nove pontos”, alertou.

O Benfica nunca perdeu na Luz diante de formações gaulesas, algo que é para ser mantido na terça-feira. “Frente às equipas francesas temos tido vantagem apesar do equilíbrio nos embates. O Mónaco é uma boa equipa, mas podemos ter a vantagem de jogar no nosso Estádio, com o nosso público”, referiu.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
115-anos
Reconquista-37

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2019/20








Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog