Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Salientar o regresso de André Almeida, que saiu lesionado frente ao Marítimo, a 30 de novembro. Bruno Lage continua sem poder contar ainda com Rafa, Jardel e Jota.

Grimaldo, Rúben Dias e Pizzi, estão de volta aos convocados, tendo em conta os jogadores chamados para o último jogo, a contar para a Taça da Liga, frente ao Vitória de Setúbal.

Lista de 19 convocados do Benfica

Guarda-redes: Ivan Zlobin e Vlachodimos;

Defesas: Tomás Tavares, Ferro, Grimaldo, Rúben Dias e André Almeida;

Médios: Chiquinho, Gedson Fernandes, Florentino, Taarabt, Pizzi, Gabriel, Samaris, Cervi e Caio Lucas;

Avançados: Raúl de Tomás, Seferovic e Vinícius.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Contabilizando as prestações desde 1955 (como pormenor, lembre-se que a mudança de nome ocorreu em 1992), a UEFA destacou o Benfica como a oitava melhor equipa na competição.

As águias somam 287 pontos, de uma lista liderada pelo Real Madrid, com 600 pontos.

O Benfica é ainda a equipa com o segundo maior número de participações (39), também com os merengues na liderança (50 participações).

UEFA Top 10.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Antevisão SLBenfica Famalicão

por João Silva, em 14.12.19

Os últimos jogos têm mostrado um Benfica diferente. As mudanças táticas de Bruno Lage funcionaram e o impacto de Chiquinho tem vindo a aumentar, com Carlos Vinícius a ser decisivo na hora de finalizar, algo que RDT e Seferovic não estavam a conseguir ser. Pizzi continua a realizar uma época fantástica. Adel e Gabriel têm sido fundamentais na dinamica da equipa. Tudo isto faz parte do segredo de um líder que tem merecido a posição e que vai tentar prová-lo diante de um adversário complicado.

De forma inesperada, o Famalicão já esteve na liderança da Liga. Sem a pressão de outros tempos, a equipa de João Pedro Sousa vai tentar aproveitar a irreverência de um conjunto jovem e atrevido para deixar para trás das costas o pior momento na Liga.

Bruno Lage convocou 18 jogadores para esta partida:

Guarda-redes: Ivan Zlobin e Odysseas;

Defesas: Tomás Tavares, Nuno Tavares, Jardel, Ferro, Rúben Dias e Grimaldo;

Médios: Samaris, Taarabt, Pizzi, Gabriel, Chiquinho, Caio e Cervi;

Avançados: Seferovic, Jota e Vinícius.

O Benfica-Famalicão tem o pontapé de saída marcado para as 18h00 deste sábado no Estádio da Luz.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Um novo Taarabt

por João Silva, em 14.12.19

Taarabt.jpg

"Sinto-me feliz. É isto que adoro. Foi preciso muito trabalho, mas toda a gente me ajudou, incluindo o treinador. Estou feliz e a apreciar cada minuto em campo. Antes sentia falta de jogar. Estive quase dois anos sem jogar. Foquei-me, o mister puxou por mim. Foi mais duro comigo do que com os outros, puxou por mim."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Jonas: "O Benfica é o maior de Portugal"

por João Silva, em 13.12.19

jonas.jpg

Numa entrevista concedida ao canal do YouTube 'Desimpedidos', Jonas relembrou o momento que assinou pelo Benfica, que contribuiu para que construísse, desde logo, uma boa imagem do clube.

"A grandeza do Benfica toda a gente conhece, mas a estrutura surpreendeu-me muito, é fantástica. Quando se chega ao clube, responde-se a um questionário sobre cansaço e coisas desse género. Escolhe-se o que se quer comer ao almoço, o pequeno-almoço é no clube, e o jantar levam a casa se o jogador quiser. Surpreendeu-me a estrutura", tecendo rasgados elogios também aos adeptos benfiquistas.

"E quando o Benfica é campeão, a festa que fazem no Marquês de Pombal... São milhares de pessoas nas ruas, o Benfica é o maior de Portugal".

Jonas não teve dúvidas em afirmar que o Benfica foi, «sem dúvida», o clube mais importante da sua carreira. «Foram cinco anos maravilhosos, de muito respeito e carinho», explicou, revelando que recusou por diversas vezes propostas concretas para regressar ao seu país. «Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Grémio… Mas eu dizia que estava feliz no Benfica».

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Inserido no Grupo G, com RB Leipzig, Zenit e Lyon, o Benfica, como logo se constatou no sorteio, ficou num grupo equilibrado. Ao cabo de seis jornadas, a prova está aí. À entrada para a derradeira ronda, três emblemas (Benfica, Lyon e Zenit) tinham várias portas abertas – ou fechadas – em 2019/20. Só os germânicos entraram na 6.ª jornada com os oitavos de final da Champions no bolso.

No final, os franceses do Lyon seguem na Liga dos Campeões; o Benfica, após derrotar o Zenit por 3-0, continua na Liga Europa, relegando os russos para fora das competições europeias. A reboque deste triunfo, regado com uma boa exibição, saltam números que merecem ser analisados e, mais do que isso, esmiuçados.

Benfica-Zenit

Em termos coletivos, apesar de o primeiro grande objetivo – oitavos de final da Champions – não ter sido concretizado, as águias carimbaram o segundo ao assegurarem a continuidade nas provas da UEFA através da Liga Europa. Mas o 3-0 trouxe ainda mais…

Com este resultado, o Benfica finalizou como melhor ataque do Grupo G, ex-aequo com o Leipzig, com 10 tentos apontados, sendo que faturou em todos os seis jogos da fase de grupos. Estes 10 golos igualam o melhor registo do Clube numa fase de grupos, que fora conseguido em 2015/16 e 2016/17. Os três golos com que brindou o Zenit no Estádio da Luz são, ainda, o melhor resultado das águias no seu reduto desde 2006/07, altura em que o Benfica, treinado por Fernando Santos, recebeu e venceu os escoceses do Celtic, por 3-0.

Realce-se ainda mais a veia goleadora dos comandados por Bruno Lage. Além de serem o ataque mais concretizador da Liga NOS (33 golos), estão entre as equipas do top europeu com melhor média de tentos na temporada oficial. Analisando os líderes dos principais campeonatos da Europa que estão presentes na Champions, o Benfica contabiliza 2,29 golos por jogo, sendo que apenas Liverpool (2,42) e Barcelona (2,38) fazem melhor; Paris Saint-Germain e Inter ficam aquém. O Borússia Mönchengladbach, líder da Bundesliga, não está na competição milionária.

Benfica-Zenit

Falar do triunfo ante o Zenit é recordar que este é o mais volumoso dos encarnados ao conjunto de São Petersburgo, mas é também falar de Pizzi. O médio esteve em destaque e foi considerado pelo Sofascore o melhor em campo, com 9,1 de nota.

No jogo apontou um golo, de grande penalidade, fez uma assistência para Cervi inaugurar o marcador na Luz, terminando a participação na prova com três golos e duas assistências. Isto é, teve participação direta em 50% dos golos benfiquistas na fase de grupos.

Nos 90 minutos frente aos russos na Luz, o camisola 21 juntou às estatísticas quatro passes decisivos, 100% de acerto no passe longo (5 em 5) e duas oportunidades de golo criadas. Lembrar que o melhor médio da Liga NOS em outubro e novembro soma 16 golos na temporada, superando, assim, a melhor marca da carreira lograda, precisamente, na temporada transata.

Benfica-Zenit

Para além do criativo português, houve outros jogadores em destaque no jogo e na prova. O argentino Cervi fez companhia a Pizzi nos marcadores da partida, estreando-se nesta edição da Liga dos Campeões. O dorsal 11 tem apetência para fazer o gosto ao pé na prova, dado que, em quatro épocas no Clube, faturou em três delas.

Com nove desafios realizados na Liga dos Campeões desde que chegou ao Benfica, Gabriel cumpriu, frente aos russos, o jogo 50 de águia ao peito, nos quais apontou dois golos. O brasileiro está, ainda, no top 5 dos mais utilizados nesta edição da prova da UEFA. Completou cinco partidas e somou 441 minutos.

No capítulo da utilização, uma palavra para Tomás Tavares. Aos 18 anos, o defesa-direito foi lançado na ronda inaugural frente ao Leipzig e não se escondeu. Realizou cinco encontros (só falhou o jogo na Alemanha), completou 450 minutos e é apenas superado na utilização pelos totalistas Odysseas, Grimaldo e Rúben Dias. Este trio jogou todos os minutos dos seis jogos do Grupo G.

Benfica-Zenit

Aliás, no caso de Grimaldo, para além da utilização, há outro número que comprova a importância do lateral espanhol na manobra encarnada. Com 66,4 quilómetros percorridos, o camisola 3 é o único benfiquista no top 20 dos que mais correram na Champions. Ao afunilarmos a pesquisa para os defesas, Grimaldo é o 4.º da prova com mais quilómetros feitos, sendo que, neste top 20, aparece outra águia: Rúben.

Em destaque na 6.ª jornada estiveram também Chiquinho e Taarabt. O português estreou-se em jogos no Estádio da Luz para a Champions à terceira partida na prova. Efetuou dois remates que passaram perto da baliza russa e fez dois passes decisivos nos 90 minutos.

O internacional marroquino espalhou magia no relvado e foi o jogador mais solicitado pelos colegas, ao receber 85 passes. Taarabt pintou a sua exibição com cinco passes longos certos em seis tentados e foi bem-sucedido nos dois dribles que tentou.

Fonte: SLBenfica.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
115-anos
Reconquista-37

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2019/20








Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog