Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Rui_Vitória1.jpg

Rui Vitória referiu que haverá mudanças a fazer no Benfica, começando por si e pela psicologia do grupo. «Há mudanças claras a fazer, também a começar por mim. Primeiro uma mudança interior, todos os jogadores têm de sentir isso. Para os mais antigos do clube, sabem que custou muito ganhar o tetra, ganhar títulos; quem chega de novo tem que saber o que é jogar no Benfica, se não não está aqui a fazer nada».

Apesar da crítica acima, o treinador sente a equipa consigo: «Sinto união, por isso estou aqui sentado hoje e não outra pessoa. Sei os jogadores que tenho, o que podem dar e as várias mudanças que temos a fazer. Começando sempre por mim. Os jogadores estão envolvidos e amanhã querem ganhar. Vão voltar a sentir orgulho nesta equipa. Até anuncio já: amanhã vou entrar em campo primeiro e vou ser o primeiro a bater-lhes palmas

Outra mudança passa pela redução da lista de convocados: «Temos de ser mais exigentes, mais rigorosos, mais fechados, com laços de união mais fortalecidos. Amanhã haverá 18 convocados, nem mais 1

As mudanças passarão também por mexidas no plantel: «É possível que hajas mudanças em janeiro. Não digo ´vai sair o Manuel, Joaquim´…Mas é muito provável que haja saídas em janeiro. agora não dá, não está aberto o mercado...»

Rui Vitória mostrou-se empenhado nas mudanças: «Há momentos que nos fazem refletir, pensar, mudar, às vezes tem de haver uma tempestade para entrar no caminho certo. Sinto essa energia, temos cumprido o que me trouxe ao Benfica.»

O treinador adiantou o que espera do jogo com o Feirense: «Vivi esta semana de forma intensa, tivemos um jogo importante que não correu bem e depois desta decisão pública e transmitida pelo presidente foi preparar o jogo de forma afincada. Preparar como sempre faço, o melhor possível. Se calhar não me iam perguntar, mas queria dizer que vamos fazer um jogo com uma equipa organizada, com um bom treinador, vamos ter de trabalhar muito para vencer

Sobre a reunião com Vieira: "Refleti e discutimos a situação, a decisão foi conjunta. Sabem o que é que fizemos pela primeira vez? Demos um abraço, bem forte e muito sentido".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Luís Filipe Vieira deu uma conferência de Imprensa no Estádio da Luz na noite de quinta-feira para falar exclusivamente sobre a temática "treinador". O presidente do Sport Lisboa e Benfica explicou as suas convicções e esclareceu como se processou a tomada de decisão da permanência de Rui Vitória no comando da equipa.

«Rui Vitória continuará a ser o nosso treinador. Não vou esconder que falámos sobre a sua continuidade ou não. Rui Vitória é um treinador comprometido com o projeto do Benfica, que assenta muito na formação dos nossos jovens no Seixal. Rui Vitória lançou jovens como Ederson, Lindelof, Nélson Semedo, Renato Sanches. E agora, numa fase em que estamos a reter talento, lançou Gonçalo Guedes, Rúben Dias, Iuri Ribeiro, Gedson e João Félix», afirmou.

«Há um descontentamento generalizado nos benfiquistas, os resultados não têm sido os melhores, mas para o projeto do Benfica é importante que o Rui Vitória continue. Todos os títulos em Portugal estão em aberto. Nos dois primeiros anos conseguiu ganhar seis títulos, nesses dois anos foi eleito treinador do ano e garantiu um lugar nos oitavos de final da Liga dos Campeões. No terceiro ano as coisas não correram pelo melhor, esta época ainda não acabou», realçou Luis Filipe Veira.

«Nos últimos dez anos o Benfica teve dois treinadores que conquistaram dez títulos. Basta comparar com os nossos rivais e ver quantos treinadores tiveram…», referiu, destacando a «estabilidade» como mais-valia do emblema da águia.

Luís Filipe Vieira relatou a conversa que manteve com Rui Vitória na manhã desta quinta-feira, no Seixal.

«Foi uma decisão muito amadurecida durante a noite. Comuniquei-a ao Tiago Pinto numa primeira fase. Depois foi esperar que o Rui Vitória chegasse e falámos um pouco. Disse-lhe o que pensava do Benfica e da sua continuidade no Benfica, se ele estava preparado e motivado para continuar face ao que tinha acontecido. Perante a opinião pública, Rui Vitória parecia uma carta fora do baralho».

«A responsabilidade da decisão assenta em mim. Houve um grupo de pessoas reunidas no dia anterior e a decisão apontava para um sentido. Depois de refletir muito durante a noite, decidi noutro sentido. Veremos se o tempo me dá razão ou não. Temos uma SAD e administradores, nem todos alinhamos, mas depois de as decisões estarem tomadas, estamos todos de acordo», frisou.

Vieira deixou o aviso: «No dia em que o Benfica for comandado de fora para dentro alguma coise está mal. Fui eleito para tomar decisões.»

E recuou à noite mal dormida no Seixal. «Dormi no Seixal. Horas de sono foram poucas. Meditei bastante. A primeira pessoa a quem comuniquei a decisão foi o Tiago Pinto, que ficou um pouco perplexo. Também já li no passado que Vieira ficou isolado e depois ficámos isolados no primeiro lugar do campeonato.»

A reconquista, acredita, continua a ser possível. E com Rui Vitória ao leme da nau encarnada.

«Achamos que temos plantel suficiente para fazer a reconquista. Rui Vitória será de certeza o treinador até final da época, salvo algum imprevisto que possa surgir de um momento para o outro», ressalvou.

Ler mais aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Rui Vitória de saída do Benfica

por João Silva, em 29.11.18

rui_vitória.jpg

O fim da linha de Rui Vitória na Luz está iminente. E a saída pode ser anunciada já esta quinta-feira ou nos próximos dias. A cúpula dirigente do Benfica, com Luís Filipe Vieira à cabeça, reuniu quarta-feira, na Luz, após o regresso de Munique, para analisar o momento da equipa e, naturalmente, a situação do treinador. Ao que o JN apurou, a conclusão tirada foi no sentido de não existirem condições para a continuidade do treinador.

Internamente, a decisão política de despedir está tomada e faltará agora comunicar a situação ao técnico, sendo que, na quarta-feira à noite, ainda estava previsto que este se iria apresentar no Seixal esta quinta-feira de manhã para orientar o treino.

Recorde-se que Rui Vitória tem contrato até 2020 com o Benfica, pelo que a rescisão custará às águias cerca de 2,2 milhões de euros. Um valor que Luís Filipe Vieira não desejará assumir.

O técnico chegou ao Benfica em 2015/16 e, ao serviço das águias, conquistou dois campeonatos nacionais, uma Taça da Liga, uma Taça de Portugal e duas Supertaças.

A goleada (5-1) sofrida frente ao Bayern Munique, na Alemanha, que ditou a eliminação dos encarnados da Liga dos Campeões, foi a gota de água e Rui Vitória estará mesmo de saída.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Segue-se a Liga Europa

por João Silva, em 28.11.18

Bayern_Munique_Benfica_2.jpg

O Benfica cai pelo segundo ano consecutivo na fase de grupos da Liga dos Campeões e, tal como na época passada, sofreu cinco golos num só jogo. Em 2017 foi o Basileia, agora foi frente a um Bayern Munique em crise, que se passeou e vulgarizou a equipa de Rui Vitória na Allianz Arena, onde os bávaros chegaram ao intervalo a vencer por 3-0 e, não fosse Vlachodimos, até poderiam ser mais. No final, o resultado estabilizou nos 5-1, salvando-se o golo de Gedson Fernandes no início do segundo tempo.

Na antevisão a esta partida, Rui Vitória dizia que mais do que atacar muito queria que o Benfica atacasse bem. Mas o certo é que nem ataque nem defesa, a equipa foi um autêntico zero, isto porque a equipa não conseguiu ligar as jogadas através de um futebol apoiado à procura de abrir espaços da defesa alemã, isso sim seria atacar bem, mas este Benfica não conseguiu fazê-lo.

Este Benfica, está a mostrar que a crise é muito mais profunda do que aquilo que têm sido os últimos seis jogos da temporada, dos quais apenas venceu dois, empatou um e perdeu quatro, sofrendo golos em todos eles num total de 14.

O adeus à Champions foi carimbado, segue-se a Liga Europa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


O tudo ou nada na Liga dos Campeões

por João Silva, em 27.11.18

Bayern_Munique_Benfica.jpg

O Benfica joga esta terça-feira o tudo ou nada na Liga dos Campeões. Sem margem de erro, o clube da Luz está obrigado a vencer o Bayern Munique, de forma a manter vivo o sonho do apuramento para os oitavos-de-final. O conjunto bávaro vive uma fase de menor fulgor na Bundesliga, com três jogos sem vencer, mas Rui Vitória garante que esse fator não alterou nada a estratégia para a visita à Alemanha.

"Independentemente do momento que as equipas vivam, nós olhamos para a qualidade e o potencial dos jogadores e esta equipa tem valor, jogadores internacional e grande qualidade. Temos que olhar para onde podemos aproveitar alguma eventual fragilidade. Teremos que ser muito rigorosos do ponto de vista defensivo, ser claros no ataque, dar objetividade ao nosso jogo e tirar partido daquilo que são as nossas características. Sei que do outro lado está uma equipa de enorme valor", alertou o técnico das águias, optando por esconder o jogo em relação aos sistema que irá apresentar.

"Fica um pouco independente daquilo que é o 4x4x2 ou o 4x3x3. Sei que isso pode causar, de certa forma, alguma dúvida no adversário. O rigor tático é fundamental e depois saber por onde ir e à velocidade a que nós atacamos a equipa adversária. Estes dois condimentos vão ser fundamentais para o jogo de amanhã. Mais do que dois ou três avançados", frisou.

Sem Salvio, que ficou em Lisboa devido a lesão, o regresso de Rafa à titularidade ganha força. O internacional português atravessa a melhor fase da carreira e a presença na conferência de imprensa pode também indicar essa intenção de Rui Vitória, que fez questão de salientar ainda a necessidade de "atacar bem" e "criar oportunidades".

Já do lado dos alemães, as recentes notícias que dão conta de uma suposta reunião com Arsène Wenger reforçam a insegurança de Niko Kovac no cargo. O treinador do Bayern desvaloriza a questão e lembra que o Benfica também não atravessa propriamente uma fase de estado de graça. "Não sei como o Benfica vai jogar. Estão em quarto e não têm jogado muito bem. A situação é similar como aqui", atirou o croata, identificando o grande problema da sua equipa: "Estamos a sofrer golos que não podem acontecer e tenho pena, em particular, pelo Neuer, que em 20 remates sofreu 17 golos."

Se na teoria a missão já é espinhosa para o Benfica, maior é a dificuldade se tivermos em conta o histórico de confrontos entre as duas equipas em solo germânico. Nas quatro visitas ao terreno do Bayern, o Benfica perdeu sempre e só em 2016 conseguiu um resultado sem contornos de goleada. Desta vez, além do caráter decisivo do encontro, o emblema da Luz tem ainda que alcançar um feito histórico.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estádio da Luz pode ser interditado pelo uso de material pirotécnico e, nesse sentido, o Benfica apelou esta segunda-feira aos adeptos para apoiarem a equipa sem recurso a tochas, ou outro tipo de artefactos.

O Benfica recordou a multa de 20 mil euros por parte do Conselho de Disciplina da FPF relativa à última deslocação a Tondela e alerta para o risco de existir um jogo à porta fechada na Luz por reincidência.

“Não fechem a Luz!”, pediu o Benfica aos adeptos.

O comunicado do Benfica:

"Caros Benfiquistas, sócios, adeptos e simpatizantes.

Tem sido notável e incansável o apoio que a nossa equipa tem recebido da vossa parte, seja na Luz ou em qualquer dos estádios onde já jogamos esta época. Um registo que merece um reconhecido agradecimento. Mas existe um apelo que temos de fazer. É responsabilidade de todos e de cada um de nós evitarmos que o Estádio da Luz seja interditado pelo uso de material pirotécnico, sejam tochas ou outro tipo de artefactos.

O uso deste tipo de engenhos nos últimos jogos, com o Moreirense na Luz e na recente deslocação a Tondela, levou a uma condenação e à aplicação de uma multa em 20 mil euros por parte do Conselho de Disciplina da FPF ao Benfica. Qualquer deslize e nova reincidência pode implicar um jogo à porta fechada no Estádio da Luz. Apelamos e agradecemos o apoio incansável de todos, mas sem o recurso a qualquer tipo de material pirotécnico.

Temos de ter noção do que está em jogo e que esta é a melhor forma de apoiar a equipa. O nosso Benfica assim o merece!"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/4



Simbolo
Fundador
114_anos

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2018/19







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog