Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Foram 15 anos à Benfica. Luisão fecha o ciclo com números lendários: o mais titulado da história do Clube (20 troféus), o jogador que mais vezes envergou a braçadeira de capitão (414 jogos) e o segundo com mais partidas de águia ao peito (538), com a particularidade de ter sido sempre titular.

Foram 15 anos a vestir e a defender o Manto Sagrado nos estádios nacionais e internacionais. O primeiro dos 538 jogos em que participou (sempre como titular!!!) data de 14 de setembro de 2003. Luisão tinha 22 anos e alinhou no Benfica-Belenenses (3-3), da 4.ª jornada do Campeonato, realizado no Jamor – o novo Estádio da Luz estava então quase a nascer. O central perfumou a estreia com um golo (atingiria 47, no total).

Gráfico golos de Luisão

Fruto de muito trabalho, empenho, dedicação, persistência, entrega e compromisso, Ânderson Luís da Silva, o Girafa, tocou o céu com as cores do Benfica: despede-se dos relvados, aos 37 anos, como jogador mais titulado de sempre das águias (20 troféus). A Taça de Portugal de 2003/04, época em que se iniciou na Luz, inaugurou a extensa lista de sucessos, que mostra 6 Campeonatos Nacionais na primeira linha das conquistas.

Gráfico jogos de Luisão

Com registos ímpares, Luisão tornou-se o benfiquista que mais vezes envergou a braçadeira de capitão (414 jogos!), ultrapassando lendas como Mário Coluna e Nené. Além disso, fechou o seu ciclo como segundo jogador com mais presenças de águia ao peito (538), figurando num restrito lote de quatro nomes que representaram o Clube em mais de meio milhar de partidas. O camisola 4 conseguiu também ser o futebolista com mais jogos por uma equipa portuguesa nas competições da UEFA.

A utilização do ex-internacional brasileiro até podia ser mais ampla e quem sabe permitir-lhe discutir o primeiro lugar deste ranking com Nené (578), não fossem alguns "acidentes" físicos como, entre outros de menor gravidade, um braço partido nos últimos dias de novembro de 2015, uma lesão que o afastaria de muitos desafios.

Nas primeiras declarações que prestou ao Jornal O Benfica em setembro de 2003, Luisão assumiu ao que vinha: “Quero fazer história no Benfica!”   Cumpriu com formidável distinção!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


O miúdo João Félix

por João Silva, em 24.09.18

João Félix.jpg

Estádio da Luz. Benfica-Aves. Minuto 34. Pizzi serve João Félix e este, com toda a calma e classe dos seus dezoito anos, atira para a baliza, a “grande”, a preferida de jogadores e adeptos. Estes saltam de alegria. Festejam o primeiro golo porque o primeiro golo em casa contra uma equipa de José Mota vale quase sempre três pontos. Os aplausos são, claro está, para o miúdo, o “mágico” Félix, como dizem os comentadores na televisão. Mas os adeptos aplaudem mais do que o talento e eficácia de um puto de aparelho ortodôntico. Aplaudem uma ideia. Aplaudem o futuro.

O que o Benfica tem de mais português, mais do que a fixação nas glórias passadas, é a espera sebastiânica e prolongada por esse Messias, vindo das nebulosas camadas jovens, que chegue para guindar o clube ao lugar que, em tempos remotos, já foi seu. Essa espera tem a sombra de se saber que, nos dias de hoje, um talento capaz de, por si só, arrastar uma equipa para a glória dificilmente permanece no clube o tempo suficiente para levar a cabo a tarefa. Por isso, o aplauso efusivo a Félix é mais pungente porque é feito de esperança e de saudade antecipada, da certeza de que daqui a dois ou três anos, se tanto, estará a brilhar longe, noutros palcos, com outra camisola. De certa forma, os benfiquistas começaram no último jogo a despedir-se de João Félix.

Para os benfiquistas, a esperança não é que o Seixal traga um novo período de domínio, mas que ofereça aos adeptos o “Escolhido”, aquele que sozinho possa levar o clube de novo aos píncaros do futebol. Esqueçam os presidentes. O benfiquista não é de pôr a vida nas mãos de presidentes, nem sequer de treinadores. O Benfica é uma questão de jogadores e quando eles são como Félix, criados em casa, a mistura de sebastianismo com a megalomania benfiquista resulta numa euforia de que os adversários gostam de troçar, mas que para o benfiquista é a reafirmação da crença que o salvador não será encontrado ao fim de uma noite eleitoral, mas provavelmente a meio de um jogo contra o Aves no estádio da Luz. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O reforço brasileiro Gabriel entrou bem frente ao Bayern e poderá ser a novidade no meio-campo do Benfica para a partida frente ao Aves.

Rui Vitória estará indeciso entre manter a aposta em Gedson ou apostar em Gabriel. O médio brasileiro demonstrou frente ao Bayern dar outro poder ofensivo à equipa, tal como revelaram os seus três remates.

Também o avançado suíço Haris Seferovic terá a titularidade em perigo, depois de ter ficado novamente em branco na partida para a Champions, o suíço poderá perder o lugar no próximo jogo, com Castillo à espreita.

Jonas poderá igualmente ser uma hipótese de regressar ao ativo, o goleador brasileiro está clinicamente apto e poderá ser convocado.

Cabe a Rui Vitória encontrar a melhor solução para o ataque, porque dos 19 golos marcados até ao momento, apenas dois foram de avançados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Polícia Judiciária já identificou o principal suspeito de ter invadido e roubado a correspondência electrónica do Benfica, escreve esta quinta-feira a revista Sábado.

De acordo com a informação veiculada pela referida publicação, o hacker de Gaia que acedeu aos e-mails do Benfica chama-se Rui Pinto, é um génio informático com menos de 30 anos e vive atualmente na Europa de Leste.

Segundo escreve a revista Sábado, a Polícia Judiciária acredita saber quem foi o informático que acedeu ao correio electrónico do Benfica e que desencadeou todo o processo conhecido como "caso dos e-mails".

Mas o processo judicial em que o pirata informático português é suspeito vai para além do roubo de correspondência do  Benfica. Rui Pinto é também suspeito de ter roubado documentos privados da Doyen, empresa liderada pelo português Nélio Lucas, e do Sporting.

A revista Sábado relata como tudo começou num quarto em Lavadores, Gaia, e envolve Rui Pinto em desfalques em offshores, perseguições em Lisboa, encontros secretos, ameaças de chantagem, empresários com ligações mafiosas e agentes de futebol.

Todas essas participações criminais estão a ser investigadas pelo Ministério Público e Polícia Judiciária desde 2015 e estão agora concentradas na equipa especial do Ministério Público, criada no Departamento Central de Investigação e Acção Penal, que investiga os principais processos do futebol.

A mesma publicação revela também que a guerra movida pela Doyen, quando viu os seus segredos milionários na praça pública, foi brutal, e levou à contratação de uma equipa de detectives privados ingleses, incluindo antigos espiões dos serviços secretos britânicos, para expor o misterioso hacker.

Em declarações à CMTV, Aníbal Pinto, à data advogado de Rui Pinto, contou como a Doyen tentou "celebrar um contrato de trabalho" com o seu cliente. O advogado desaconselhou Rui Pinto a fazê-lo e revelou que houve ameaças que levaram a uma queixa-crime contra a Doyen no Ministério Público de Matosinhos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Com a confirmação que a SAD do Benfica foi constituída arguida no processo e-toupeira, os encarnados já preparam a defesa no processo.

Adianta o jornal A Bola, que o clube da Luz considera que a acusação foi incapaz de apresentar qualquer facto ou prova concreta sobre os crimes imputados à SAD. O Benfica pretende assim desmontar a acusação.

Um dos objetivos da defesa será tentar provar que a acusação não apresenta concretamente uma relação entre os factos imputados aos arguidos e o Conselho de Administração da SAD. Também considera que a acusação não conseguiu relacionar que tipo de uso foi dado às informações, que alegadamente, elementos da SAD terão tido acesso.

Em relação aos crimes imputados, cerca de 30, e de acordo com a referida fonte, o Benfica entende que a acusação dá como provado que os diretores da primeira linha do Benfica estão autorizados a pedir bilhetes e oferecer artigos de merchadising sem necessitar de autorização por parte de Luís Filipe Vieira. As águias consideram que a acusação se contradiz ao referir que estas ofertas foram feitas com autorização da SAD em contrapartida de informações, servindo esse dado para uma acusação por corrupção.

Em relação ao eventual "ok" dado por Luís Filipe Vieira para a cedência das águias, a defesa sustenta que o presidente das águias recebe milhares de emails com pedidos semelhantes.

Em relação às eventuais contrapartidas que o Benfica teria recebido por tais ofertas, o Benfica considera que a acusação ainda não se mostrou capaz de provar qual foi o uso ou vantagem que as águias retiraram, uma vez, que um dos arguídos já não exercia a função de observador de árbitros.

Em relação ao crime informático, o Benfica ironiza e considera "caricato que tendo sido o Benfica vítima do maior roubo e divulgação de correspondência privada", possa ser acusado pelo mesmo facto.

A Bola adianta ainda que em relação às sanções propostas pelo Ministério Público - que vão desde seis meses e três anos de suspensão de participação em competições oficiais -, não são proporcionais e não têm fundamento e enquadramento legal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

"O Conselho de Administração da Benfica SAD vem informar que recebeu hoje a notificação da acusação do processo n.º 64/21 da 9.ª Secção do DIAP de Lisboa. Depois de reunir e apreciar a dita acusação, vem informar os Sócios, adeptos e simpatizantes do Sport Lisboa e Benfica, bem como os seus accionistas e parceiros, do seguinte:
 
Como era expectável, a acusação em nada vem alterar a certeza já anteriormente afirmada de total licitude nos comportamentos e actuação da Benfica SAD neste ou em qualquer outro processo. Na dita acusação não existe qualquer facto mesmo que indiciário que permita a imputação à Benfica SAD dos crimes aí descritos. Nem existe qualquer conduta circunstanciada no tempo, modo e lugar que relacione a Benfica SAD com qualquer dos crimes aí descritos.
Aliás, crê-se que terá sido por esse mesmo motivo que a nenhum membro do Conselho de Administração da Benfica SAD foi feita qualquer imputação nem contra nenhum deles foi deduzida qualquer acusação. Tal como aquando da constituição de arguida neste processo, a Benfica SAD não pode deixar de repudiar, indignar-se quanto ao tempo, modo e forma como se viu envolvida nesta acusação sem existência de qualquer fundamento sério que o justifique.
 
A Benfica SAD assegura a todos os Benfiquistas que continuará a defender de forma intransigente a reputação do Benfica, que prestará toda a colaboração ao sistema judicial e espera, com a maior brevidade, demonstrar a sua inocência neste processo ou noutros em que tenha sido infundadamente envolvida.
A Benfica SAD apela a todos os Benfiquistas que confiem e transmitam essa confiança quanto à licitude dos seus comportamentos e à seriedade da sua actuação quotidiana no passado, no presente e no futuro. E garante que irá actuar neste processo com a mesma determinação com que recuperou a credibilidade do Benfica e a sua competitividade desportiva, financeira e patrimonial.
 
Por último, a Benfica SAD relembra aos Benfiquistas que até à presente data todas as decisões administrativas e judiciais de carácter definitivo nos foram favoráveis e afirmaram expressamente a licitude da nossa conduta. Assim, o debate comunicacional a que certamente iremos continuar a assistir, e onde não faltarão os tradicionais julgamentos em praça pública, em nada altera a confiança na independência dos tribunais e a certeza de que as decisões judiciais definitivas limparão o bom-nome e a honra do Sport Lisboa e Benfica. Que todos os Benfiquistas confiem nisto.
 
Viva o Benfica!"
 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
114_anos

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2018/19







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog