Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Gala Cosme Damião

por João Silva, em 29.02.16

jonas.gif

 Jonas foi eleito futebolista do ano no decorrer da Gala Cosme Damião que assinala os 112 anos do Sport Lisboa e Benfica, que decorreu no Teatro Camões, em Lisboa.

O avançado não pôde estar presente na cerimónia, uma vez que está concentrado, como toda a equipa, para o jogo desta segunda-feira com o União da Madeira, mas não deixou de enviar uma mensagem-vídeo muito bem-disposta.

«Olá boa noite! Não pude estar aí na noite de hoje, estamos concentrados para o jogo. É importante vencer este prémio, mas o grande prémio é estar neste clube que hoje faz 112 anos. O clube vai ter coisas muito boas ainda para conquistar. Queria mandar um abraço a todos, todos juntos!», atirou o avançado que é, nesta altura, melhor marcador da Liga com 24 golos.

Joel Rocha, treinador da equipa de futsal do Benfica, já tinha recebido o prémio treinador do ano, enquanto, logo a abrir a gala, Renato Sanches foi distinguido com o prémio revelação. O jovem médio também não pôde estar presente mas deixou uma mensagem de agradecimento pela distinção.

«Quero agradecer a todas as pessoas do Benfica por me terem dado um grande apoio neste bom momento de época e agradecer aos treinadores que tive até hoje. Estou muito orgulhoso por receber este prémio. É muito importante para mim e para a minha família. Vou guardá-lo no fundo do coração. Estamos juntos», referiu.

galardoes-112 Aniversário.png

Vencedores dos Galardões Cosme Damião:

Futebolista do ano: Jonas

Prémio Revelação do Ano: Renato Sanches

Prémio Carreira: Carlos Lisboa

Prémio Formação: equipa de Atletismo (juniores masculinos)

Prémio Mérito e Dedicação: Jorge Arrais

Prémio projeto do ano: Academia Caixa Futebol Campus

Prémio Inovação: Caixa 360s

Prémio Modalidade: Hóquei em Patins

Prémio Casa do Benfica: Casa do Benfica de Montemor-o-Velho

Prémio Atleta de Alta Competição: Carlos Nicolía (hóquei em patins)

Prémio Treinador do Ano: Joel Rocha (futsal)

Prémio Parceiro do Ano: Huawei

Prémio Homenagem: «Os magriços»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rui_Costa.jpgRui Costa, diretor desportivo do Benfica, falou à margem da entrega do Galardão Cosme Damião, este domingo. Em declarações à BTV, o antigo «maestro» da Luz frisou que sempre sonhou representar o Benfica e que o continuará a fazer quando sair.

«Sonhava ser jogador do Benfica desde que nasci, consegui fazê-lo e continuo nesta casa. De uma forma ou de outra, estou neste clube há 43 anos. Trabalhei toda a vida para poder representar este clube. Quando sair continuarei a representar o clube, quanto mais não seja como adepto.»

Rui Costa vaticinou ainda um futuro risonho para o emblema da Luz.

«O Benfica cresce todos os dias, será cada vez maior e melhor. É esse o objetivo de quem lidera e de quem trabalha na casa e sente o clube», atirou.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Sport Lisboa Benfica: 112 anos de existência!

por João Silva, em 28.02.16

Obrigado por todas as emoções que me proporcionaste ao longo dos meus anos de existência...entre alegrias e tristezas entre sorrisos e lágrimas sempre fui, sou e sempre serei Benfiquista, com um orgulho enorme desde sempre!

Parabéns SL Benfica!

AniversarioSLB_112Anos_28Fevereiro.jpg

Como todas as grandes instituições também o Benfica teve uma fase menos boa nos seus 112 anos, mas soube levantar-se ainda mais forte. Os anos 90 foram difíceis, mas o Clube, com a ajuda de todos, principalmente dos fiéis adeptos que nunca abandonaram o emblema que amam, soube reerguer-se. À construção do novo Estádio da Luz, juntou-se o Caixa Futebol Campus, atual casa do Futebol profissional e de Formação, e o Museu Benfica – Cosme Damião.

O futuro só pode ser risonho! A “águia” tem todas as condições para continuar a voar alto e para sonhar ainda mais alto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica defronta Pribram na Youth League

por João Silva, em 24.02.16

youthleague_benfica.jpg

A equipa de juniores do Benfica mede forças nesta quarta-feira com os checos do Príbram, em partida a contar para os oitavos de final da UEFA Youth League.

Em declarações à BTV, o técnico dos encarnados, João Tralhão, projetou um encontro complicado numa eliminatória disputada apenas a uma mão e em solo checo.

«Sabemos que todos os jogos onde entrámos, sem exceção, obrigaram-nos a estar no nosso melhor. Tivemos de nos superar, tivemos de fazer tudo o que estava ao nosso alcance para poder ser mais forte do que o adversário e este jogo não vai fugir a isso», afirmou.

João Tralhão sublinhou que o Benfica vai ter pela frente uma equipa forte mas relativamente desconhecida, até porque não esteve presente na fase de grupos da Youth League.

Uma situação que não retira confiança ao técnico dos juniores do Benfica.

«Estamos muito concentrados neste jogo e estamos a preparar-nos para conseguir pensar que um dia podemos estar outra vez na final da Suíça. Esse é o nosso foco e nós acreditamos no nosso valor, naquilo que estamos a fazer na formação e estes jovens têm uma ambição muito grande», completou.

O encontro Pribram - Benfica joga-se a partir das 16 horas desta quarta-feira e definirá quem seguirá para os 'quartos' da Youth League.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Discurso de Luís Filipe Vieira que se realizou na noite de terça-feira, em Lisboa, num jantar que reuniu à mesa todos os nomeados aos Galardões Cosme Damião, distinção que será entregue no próximo domingo, na Gala que assinala o 112.º Aniversário do Clube.

Caros membros da Direção do Sport Lisboa e Benfica,

Caros nomeados,

Estamos a poucos dias da Gala que celebra mais um aniversário do Clube. Momento solene, mas igualmente momento para avaliar o que foi feito e de insistir no que temos por fazer.

A Gala deve ser, ao mesmo tempo, um momento de celebrar a nossa História, os nossos valores, a nossa identidade, mas deve ser igualmente um momento de homenagem a todos aqueles sem cujo esforço, empenho e dedicação não estaríamos a celebrar o Clube que hoje somos.

Temos razões suficientes para estar orgulhosos com o trabalho desenvolvido durante o presente ano, e basta olhar para esta sala e ver os nomeados para perceber a qualidade do trabalho que foi desenvolvido, na Formação, nas Modalidades, na inovação, sem nunca esquecer o compromisso que foi assumido em 1904. Somos fiéis a esse compromisso.

Tivemos sempre a capacidade de olhar a médio e longo prazo, de olhar para o futuro não como algo distante, mas como fator fundamental de afirmação e crescimento do Clube, e dentro do futuro cabe toda a inovação que soubemos trazer para dentro do Sport Lisboa e Benfica e toda a formação – desde o Futebol às Modalidades – em que temos vindo a investir como fator diferenciador e estruturante do Clube.

Quero, por isso, manifestar o meu reconhecimento e admiração a todos os nomeados, recordando – e tenho a certeza de que todos têm isto bem presente – que os prémios individuais existem porque há um coletivo, porque há uma equipa que lhes dá suporte, e neste Clube sabemos destacar o mérito individual, mas valorizamos o trabalho em equipa, porque foi esse espírito de equipa que nos trouxe aqui.

O meu apelo é sempre o mesmo: Sejamos ambiciosos e exigentes connosco, e deixemos que os outros falem de nós!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Final de tarde amena, recinto completamente lotado, com a “onda vermelha” a inundar a Capital do Móvel.

Na antevisão a esta partida, ambos os treinadores perspetivaram um duelo interessante. Rui Vitória apontou à conquista de mais três pontos, Jorge Simão avisou que este não iria ser um passeio para os “encarnados”…

Depois da derrota no clássico e da vitória a meio da semana sobre o Zenit (1-0) para as contas da Liga dos Campeões, foi um Benfica de raça aquele que subiu ao relvado da Mata Real.

Os pacenses entraram bem na partida, atrevidos, mas foram as “águias” quem primeiro chegou à vantagem.

Minuto 13’: Combinação entre Carcela e Jonas, o brasileiro dá de calcanhar para o marroquino assistir Mitroglou para o primeiro golo na Mata Real.

Paços Ferreira_Benfica_1.jpg

Em vantagem, o SL Benfica tinha a iniciativa de jogo, circulava a bola, organizava, construía, face a um adversário a apostar no contra-golpe.

Aos 22’, remate poderoso de Renato Sanches, para grande intervenção de Defendi… na resposta, André Almeida é abalroado e fica mal tratado no terreno, Jorge Ferreira manda seguir o lance e, na sequência do mesmo, Diogo Jota, numa grande jogada individual, remata para o empate.

Em cima do intervalo, grande penalidade sobre Jonas. Na conversão, o brasileiro chamou a si a responsabilidade e, friamente, colocou novamente o SL Benfica em vantagem (justa) no marcador: 1-2.

Paços Ferreira_Benfica_2.jpg

Segunda metade intensa, com as duas equipas separadas por um golo somente, logo, muita luta…

Aos 58’, o terceiro dos “encarnados”. Falta sobre André Almeida, Pizzi cobra na direita e, nas alturas, Jardel assiste Lindelof que, na cara do guardião pacense, remata para 1-3, e para o seu primeiro tento de “águia ao peito”. Mais um golo do melhor ataque da competição, agora com selo dos centrais!

Paços Ferreira_Benfica_3.jpg

A partir daqui, domínio dos “encarnados”, com uma abordagem muito inteligente ao jogo. Três pontos justíssimos conquistados na Mata Real!

Com este resultado, as “águias” sobem (à condição), à liderança da tabela classificativa, com 18 vitórias, um empate e quatro derrotas, com 63 golos marcados e 17 sofridos.

O SL Benfica alinhou de início com o seguinte onze: Júlio César; André Almeida (Nélson Semedo, 78’), Jardel, Lindelof e Eliseu; Samaris, Renato Sanches, Pizzi (Salvio, 70’) e Carcela; Mitroglou (Raúl, 90+1’) e Jonas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/3



Simbolo
Fundador
114_anos

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2017/18








Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com