Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Champions: Convocados para Leverkusen

por João Silva, em 30.09.14

Júlio César integra a lista de convocados do Benfica para o jogo desta quarta-feira com o Bayer Leverkusen, referente à segunda jornada do Grupo C da Liga dos Campeões.
Destaque ainda para as entradas do guarda-redes Miguel Santos, do lateral Loris Benito e dos avançados Pizzi e Bebé, jogadores que não tinham sido chamados por Jorge Jesus para a deslocação à Amoreira.
Ficam de fora Artur Moraes, a cumprir castigo, e Nélson Oliveira.
Lista de convocados:
Guarda-redes – Júlio César, Bruno Varela e Miguel Santos;
Defesas - Lisandro Lopez, Maxi Pereira, Luisão, Jardel, Benito e Eliseu;
Médios - André Almeida, Enzo Perez, Gaitán, Salvio, Talisca, Ola John, Samaris e Cristante:
Avançados - Lima, Derley, Pizzi e Bebé.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não é caso único mas não deixa de ser pouco normal. Jorge Jesus será obrigado, ao que tudo indica, a utilizar um jovem guarda-redes na baliza do Benfica na Liga dos Campeões.

Mas tal cenário não é novo para os lados da Luz. Em 2005, Rui Nereu foi 'atirado às feras' em pleno jogo da Liga dos Campeões. 

No Estádio El Madrigal, casa do Villarreal, Ronald Koeman foi obrigado a retirar o lesionado Quim e a colocar Rui Nereu na baliza do Benfica. O jovem guarda-redes tinha 19 anos e oito meses.

Nesse jogo, o Benfica acabaria por empatar a um golo e Nereu só foi batido de penálti. Juan Román Riquelme foi o autor do tento.

Agora, Bruno Varela pode ser lançado na equipa com 19 anos e 10 meses. Luisão, que na altura foi titular pelo Benfica, pode voltar a olhar para trás e ver uma vez mais a baliza das águias a ser defendida por um jovem guarda-redes.

Depois de Artur Moraes, Paulo Lopes e Júlio César, Bruno Varela deve ser o senhor que se segue na baliza dos campeões nacionais e será, por isso, o quarto guarda-redes diferente esta temporada.

Fonte: zerozero.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)


Estoril 2-3 SL Benfica

por João Silva, em 28.09.14

O Campeão Nacional alcançou uma importantíssima vitória na deslocação ao campo do Estoril. Era fundamental o Benfica conquistar os três pontos nesta jornada para reforçar a sua liderança no campeonato, tendo em conta o empate verificado entre os rivais FC Porto e Sporting.

A equipa de Jorge Jesus teve uma entrada demolidora na partida, logo aos três minutos, Talisca com uma jogada brilhante abriu o marcador, depois de uma iniciativa individual em que arrancou do meio campo, deixando para trás vários adversários. Cinco minutos depois já ganhava por 2-0, mais um Golo de Talisca que só teve de encostar para o golo após uma brilhante iniciativa de Gaitán. Tudo se encaminhava para uma vitória tranquila...

Mas não, o Estoril começou a crescer e já perto do intervalo reduziu para 1-2, estava dado o mote para a reação canarinha no segundo tempo.
No inicio da segunda parte surgiu o segundo golo do Estoril, um pouco por culpa de um aparente adormecimento dos jogadores do Benfica. Nesta fase a equipa da casa parecia querer pelo menos conquistar um ponto, mas viu-se reduzida a dez unidades depois da expulsão do seu jogador Cabrera, segundo cartão amarelo, após falta sobre Enzo Perez.

Jorge Jesus mexeu na equipa, Derley entrou na equipa e foi decisivo no golo que deu os três pontos, apontado por Lima.
Missão cumprida!

Destaques:
Talisca– Rubricou mais uma grande exibição. Marcou dois golos, um deles numa jogada individual em que deixou para trás vários adversários e frente ao guarda-redes não vacilou.
Gaitán– Em grande forma, técnica apurada, assistiu Talisca para o 0-2. Teve uma série de pormenores de classe ao longo dos 90 minutos e ia marcando um golo de outro mundo.

Salvio– Tal como Gaitán, também Salvio esteve em evidência com a sua velocidade, força e técnica. Assistiu Derley no lance do terceiro golo.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Artur; Maxi Pereira, Luisão, Jardel, Eliseu; Salvio, Samaris (Ola John, 69’), Enzo, Gaitán; Talisca (Derley, 62’) e Lima (André Almeida, 90+3').

Autoria e outros dados (tags, etc)


Cimentar a liderança com mais um triunfo

por João Silva, em 27.09.14

Líder do Campeonato, o Campeão Nacional visita a Amoreira para defrontar um Estoril que se encontra em 11.º lugar, mas a subir de rendimento de jogo para jogo.

Do lado “canarinho”, as atenções deverão estar centradas em Babanco, que no “miolo” comanda o Futebol estorilista, Kuca e Balboa, bem abertos nas alas são uma quebra-cabeças para quem os tenta travar, nomeadamente o primeiro que parece estar em grande momento de forma, e Bruno Lopes que será sempre uma seta apontada à baliza benfiquista. A defender, Vágner poderá ser um forte complicado de transpor na baliza.

Do lado da formação orientada por Jorge Jesus, a consistência ofensiva e defensiva tem sido imagem de marca.

Jorge Jesus abriu um pouco o livro na conferência de imprensa de antevisão e Talisca de início até pode ser uma realidade. Assim, é possivel que a equipa que entra de início seja idêntica à que entrou com o Moreirense, excepto na baliza porque Júlio César e Paulo Lopes estão indisponiveis. Por outro lado, e com Talisca de início, este poderá recuar no terreno compondo o meio-campo com Enzo Perez e relegando Samaris para o banco dos suplentes. Assim, Derley poderá ser titular ao lado de Lima.

Um estádio tradicionalmente difícil, o António Coimbra da Mota tem sido, porém, de bom augúrio para os da Luz. O último empate foi em 1992/93 e, desde aí, com algumas interrupções por o Estoril não estar no convívio com os grandes, o Benfica venceu sempre.

Para além do jogo em si, o resultado no clássico (1-1) poderá ser motivação extra para mais um triunfo, deixando os rivais mais longe.

 

Vamos fazer da Amoreira um "Mini Estádio da Luz"

 

Carrega Benfica!!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Liga dos Campeões é importante, mas a prioridade de Jorge Jesus, tal como no passado, continua a ser o campeonato.
Nesta lógica, o treinador do Benfica promete não fazer poupanças de jogadores para a partida deste sábado, na Amoreira, frente ao Estoril, a pensar na deslocação à Alemanha para defrontar o Bayer Leverkusen para a liga do campeões, na próxima quarta-feira.
O grande objectivo do Benfica é voltar a ser campeão. É a nossa prioridade. Se tiver de assumir uma prioridade nestes dois jogos, será o jogo do Estoril. A Champions é importante, mas o mais importante é voltar a ser campeão”, garantiu Jorge Jesus na antevisão da sexta jornada da Liga portuguesa.
Jesus sonha acima de tudo com a conquista do bicampeonato, algo inédito na sua carreira de treinador e que há 31 anos não é festejado pelo clube da Luz. Os dois últimos títulos consecutivos foram alcançados nas temporadas de 1982-83 e 1983-84, com Sven-Goran Eriksson, ainda em início de carreira, a liderar o banco técnico.
Com o êxito do treinador sueco como referência, Jorge Jesus está apostado em manter a liderança do campeonato frente ao Estoril, numa jornada onde os seus dois principais concorrentes na luta pelo título vão defrontar-se em Alvalade e garantidamente um, ou os dois, irão perder pontos.
Na Amoreira, Jorge Jesus espera que os adeptos benfiquistas recriem um “mini-Estádio da Luz”, para apoiarem a equipa, à semelhança do que têm feito nos últimos jogos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


SL Benfica 3-1 Moreirense

por João Silva, em 22.09.14

Jogo difícil para o Campeão Nacional que teve de aplicar-se, vestir o "fato de macaco" e correr atrás do prejuízo muito cedo. Mas no final foi recompensado com mais uma vitoria. Exibição quanto baste, mas não esquecer que os jogadores vinham de uma desgastante partida com o Zenit para a Liga dos Campeões.

O Moreirense não veio à Luz para facilitar a equipa de Jorge Jesus, foi atrevido, sem autocarros, encarou de frente o Benfica, fez pressão alta e conseguiu adiantar-se no marcador perto do quarto de hora, embora depois quando se apanhou em vantagem usou e abusou do anti-jogo.
Destaques:
Júlio César- Estreou-se na baliza, sofreu um golo sem culpas, pouco trabalho mas mostrou confiança quando foi chamado a intervir.
Maxi Pereira– Não subiu tanto como de costume, mas na hora de finalizar disse presente e marcou o golo da reviravolta no marcador.

Jardel– Fez cortes importantíssimos, jogou simples e não complicou.
Luisão– O capitão fez mais uma exibição segura.
Eliseu– Alguma responsabilidade no lance de golo do Moreirense, mas redimiu-se com um estupendo golo marcado, aos 68 minutos a repor a igualdade.

Samaris– Ainda está a tentar entrosar-se da melhor forma na equipa. Saiu aos 34’ com o Benfica a perder para dar lugar a Derley.
Enzo Perez– Não sabe jogar mal, a defender ou a atacar o argentino parecia estar em todo o lado do terreno de jogo.
Salvio– Sempre perigoso e acutilante no corredor direito, atirou uma bola ao poste no final da primeira parte e fez vários centros perigosos.
Gaitán– O camisola 10 saiu aos 84’, depois de realizar mais um jogo repleto de pormenores técnicos deliciosos. Duas assistências para golo... fundamental!

Talisca – Foi sempre dos mais inconformados na equipa do Benfica, fez um bom jogo e foi alvo constante de entradas duríssimas por parte dos adversários. Saiu aos 67’por lesão.
Lima– Esteve sempre à procura do golo, as grandes oportunidades do encontro foram quase todas dele, denota alguma falta de confiança. Marcou o seu primeiro golo na temporada 2014/15.

Derley– Entrou bem na partida, aos 34 minutos, e foi uma ajuda preciosa a Lima.
Ola John – Veio dar a frescura no ataque que o Benfica precisava. Foi uma ameaça constante pelo corredor esquerdo. Entrou, aos 67’, para render Talisca.
André Almeida – Entrou já no fim da partida, aos 84’, para o lugar de Gaitán. Como sempre esteve bem e não comprometeu.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Júlio César; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e Eliseu; Samaris (34’, Derley), Salvio, Gaitán (84’, André Almeida), Enzo Perez e Talisca (67’, Ola John); Lima.

 

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Simbolo
Fundador
114_anos

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2017/18








Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com