Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Dinamo Zagreb.png

O Benfica não se pode queixar do sorteio dos oitavos de final da Liga Europa, tendo conseguido evitar os principais clubes ainda em prova. Pela frente, a equipa de Bruno Lage terá o crónico campeão croata (ganhou 12 das últimas 13 ligas da Croácia), Dínamo Zagreb, uma das formações com pior ranking europeu (53.º) entre as 16 ainda em prova.

 

O primeiro jogo da eliminatória é em Zagreb, no dia 7 de março, ficando o Benfica com oportunidade de sentenciar o duelo em casa, na Luz, uma semana depois (14 de março).

 

Tal como tem sido nota dominante há mais de uma década, o Dínamo Zagreb lidera atualmente a liga croata, com 14 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, Osijek. Na Europa, esta época, a equipa croata caiu no playoff final de acesso à Liga dos Campeões, frente aos suíços do Young Boys, perdendo em casa por 2-1 depois de ter empatado na Suíça a 1-1.

Equipa dinamo zagreb.jpg

Remetido para a Liga Europa, o Dínamo Zagreb teve uma fase de grupos invicta, vencendo o grupo D, com Fenerbahçe, com quatro vitórias e dois empates. Nos 16 avos de final, os croatas eliminaram o Plzen, da República Checa, dando a volta a uma derrota por 2-1 na primeira mão com um 3-0 em Zagreb.

 

A equipa é orientada pelo antigo internacional croata Nenad Bjelica e tem o médio espanhol Dani Olmo, o médio defensivo Ivan Sunjic, o extremo Mislav Orsic e o avançado Bruno Petkovic como algumas das principais figuras.

 

Resultado do sorteio
Chelsea (Inglaterra) - Dínamo Kiev (Ucrânia)

E. Frankfurt (Alemanha)- Inter de Milão (Itália)

Dínamo de Zagreb (Croácia) - Benfica (Portugal)

Nápoles (Itália) - Salzburg (Áustria)

Valência (Espanha) - Krasnodar (Rússia)

Sevilha (Espanha) - Slavia Praga (Rep. Checa)

Arsenal (Inglaterra) - Rennes (França)

Zenit (Rússia) - Villarreal (Espanha)


#RumoAbaku

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Benfica empatou (0-0) frente ao Galatasaray e segue em frente para os oitavos de final da Liga Europa. A quipa da Luz confirmou a vantagem de 2-1 trazida da Turquia.

Bruno Lage, na antevisão da partida, tinha prometido mudanças na equipa e cumpriu. Saíram Samaris, Gabriel e Rafa para a entradas de Florentino, Gedson e Cervi.

Sabendo de antemão que se tratava de uma vantagem confortável, mas não decisiva, o Benfica quis nos primeiros minutos chegar ao golo para poder descansar e colocar no bolso a eliminatória. E bem o tentou nos primeiros minutos.

Cervi esteve perto de inaugurar o marcador (7´). Desvio do espanhol, depois de um passe de Pizzi da direita.

Depois de um primeiro quarto de hora prometedor por parte das águias, cheirava a golo da Luz, perante um Galatasaray muito remetido à sua defesa.

No ataque, os turcos eram demasiados inconsequentes. Um livre para ninguém para Belhanda era o espelho da fraca produção ofensiva da equipa orientada por Fatih Terim na primera parte.

Com o intervalo a aproximar-se, a toada de jogo tornava-se morna. Antes do descanso, apenas dois lances criaram algum perigo junto das balizas. Belhanda colocou à prova Vlachodimos (44´) com um remate de pé esquerdo. No mesmo minuto, Muslera com uma boa estirada impediu o pior para a sua equipa, numa excelente intervenção, depois de um remate de Pizzi, servido por João Félix.

Ao intervalo era clara a superioridade do Benfica, mas pedia-se mais velocidade na segunda parte para conseguir desbravar os caminhos que iam dar à baliza de Muslera.

O início do segundo tempo pareceu retirado a papel químico dos primeiros minutos de jogo, com o Benfica no ataque, mas à procura de um maior esclarecimento. Gedson logo a abrir a etapa complementar deu calafrios a Muslera, num remate rasteiro.

A conversa ao intervalo de Bruno Lage com os seus jogadores teve certamente efeitos na mudança de dinâmica, estavam mais velozes e acutilantes nas transições o que punha a nu as debilidades defensivas do conjunto de Istambul.

Ao minuto 53, Seferovic trocou de papel com João Félix, servindo o jogador português, mas antecipou-se um defesa turco a cortar para canto. Bruno Lage fez entrar Rafa para o lugar de Cervi.

Pouco depois da meia hora, o Benfica criou a melhor oportunidade da segunda parte. Ferro ganhou nas alturas, a bola sobrou para João Félix que falhou de forma incrível o golo.

Apesar da ineficácia dos jogadores do Benfica, não pairava no ar a ideia de que o Galatasaray pudesse chegar ao golo. Só através de lances de bola parada, os turcos conseguiam criar perigo.

Com a partida controlada, Bruno Lage optou por refrescar; Jonas entrou para o lugar de João Félix para o aplauso da noite.

O Benfica cumpriu a missão e marca encontro no sorteio desta sexta-feira dos oitavos de final da Liga Europa.

#RumoABaku

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica em directo na net

por João Silva, em 21.02.19

 PRÓXIMA TRANSMISSÃO

Alguns links onde eventualmente poderão assistir ao jogo online: (apenas sobre a hora do jogo)  

Link1 Link2  Link3 Link4 Link5  Link6 (em actualização) 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Antevisão Benfica-Galatasaray

por João Silva, em 21.02.19

Benfica_Galatasaray.png

A equipa de Bruno Lage recebe esta noite o Galatasaray, na segunda mão da eliminatória, com a vantagem de ter ganho há uma semana em Istambul por 1-2. Os dois golos marcados fora dão alguma margem de conforto ao clube da Luz. Uma vitória ou empate colocam as águias na próxima fase da Liga Europa, e até uma derrota por 0-1 esta noite pode servir. Só perder por dois golos de diferença (ou sofrendo três ou mais golos, independentemente da margem) ditará o afastamento.

 

A aposta na juventude foi assumida no encontro da primeira mão, em Istambul, com seis jogadores formados no Seixal a integrarem o onze , três deles em estreia absoluta nas competições europeias (Yuri Ribeiro, Ferro e Florentino Luís).
Bruno Lage garantiu que esta noite a equipa inicial será diferente: “Senti que aquele era o onze para jogar. Hoje vou apresentar o melhor onze conforme as forças e fraquezas do adversário. Seguramente será um onze diferente da primeira mão e diferente do último jogo com o Desportivo das Aves".

 

Depois de ter feito história ao dar ao Benfica a primeira vitória na Turquia, Bruno Lage procurará dar ao clube o segundo triunfo caseiro sobre o Galatasaray, após o 2-1 obtido na fase de grupos da Liga dos Campeões 2015-16 (golos de Jonas e Luisão). “O Galatasaray é uma grande equipa e nós também. Jogamos de forma ofensiva, atractiva. Esse tem sido o nosso percurso, não só nestas seis semanas, mas também ao longo da história do Benfica”, vincou o técnico, "É com esta mentalidade e filosofia que as coisas se vão fazendo.”

 

Bruno Lage convocou 19 jogadores para o embate com o Galatasaray a contar para a segunda mão dos 16-avos-de-final da Liga Europa, que acontecerá a partir das 20 horas no Estádio da Luz.

Germán Conti regressou aos treinos como foi possível verificar no treino da manhã mas ficou de fora por opção tal como Krovinovic.

Salvio, Fejsa, Ebuehi e Jardel continuam fora das opções por lesão.

Lista de convocados:

Guarda-redes: Mile Svilar e Vlachodimos;

Defesas: Ferro, André Almeida, Rúben Dias, Grimaldo e Corchia;

Médios: Zivkovic, Florentino, Samaris, Pizzi, Gabriel, Gedson, Rafa e Cervi;

Avançados: Seferovic, Jonas, João Félix e Jota.

 

#RumoABaku

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bruno_Lage.jpg

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a SAD do Benfica confirmou, esta terça-feira, o novo contrato com Bruno Lage.

«A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD informa, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 248.º-A do Código dos Valores Mobiliários, que renovou o contrato de trabalho desportivo celebrado com o treinador Bruno Miguel Silva do Nascimento (Bruno Lage), mantendo o seu vínculo contratual até 30 de junho de 2023», pode ler-se.

O treinador, de 42 anos, transitou da equipa B após a saída de Rui Vitória, a 3 de janeiro passado. Desde então orientou a equipa principal do Benfica em 11 jogos, somando 10 vitórias e 1 derrota, frente ao FC Porto, para a Taça da Liga.

As boas exibições desenvolvidas pelo Benfica desde a chegada de Bruno Lage ao comando da formação principal, valeu ao técnico a extensão do vínculo contratual até 2023. Em reação ao prémio apresentado pela direção, que prevê a melhoria do contrato em termos financeiros, Bruno Lage agradeceu o voto de confiança em declarações à BTV.

«Sentimentos de enorme orgulho e sentimento de oportunidade de continuar o trabalho que temos feito nas últimas semanas, e do trabalho desenvolvido nesta casa. Só posso estar orgulhoso desta oportunidade enorme de poder treinar a equipa principal e das pessoas que me acompanharam, mas nada disto nos desvia do trabalho e da concentração. Temos que estar todos empenhados para continuar neste rumo», afirmou o técnico das águias, deixando uma palavra especial para Luís Filipe Vieira.

«Uma ligação fantástica (Luís Filipe Vieira). Foi com ele que entrei nesta casa e foi também com ele que decidi que era melhor sair para evoluir. Nunca perdemos contacto e houve sempre uma promessa da parte dele que quando sentisse uma oportunidade para eu voltar voltaríamos a falar. Foi isso que aconteceu, e agora neste momento, difícil pela alteração da equipa técnica, não é fácil apostar no treinador da equipa B», defendeu.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Vitória tranquila do Benfica na Vila das Aves

por João Silva, em 19.02.19

Após as mudanças feitas na partida frente ao Galatasaray, na Liga Europa, Bruno Lage recuperou o onze que tem sido a sua primeira escolha, apostando exactamente nos mesmos jogadores que entraram de início na recepção ao Nacional. E não se arrependeu, porque o Benfica teve o jogo controlado desde o início e precisou de menos de três minutos para se colocar em vantagem no marcador.

O Desp. Aves vinha numa trajectória ascendente, em recuperação classificativa, traduzida pelas três vitórias obtidas nos quatro jogos disputados desde que Augusto Inácio assumiu o comando técnico da equipa.

Mas o Benfica entrou muito forte na partida, a asfixiar o Desp. Aves, e quaisquer aspirações que a equipa de Augusto Inácio tivesse caíram por terra logo aos três minutos. Na primeira situação de real perigo que criaram, a equipa de Bruno Lage colocou-se em vantagem no marcador. Com um grande passe, Samaris fez a bola sobrevoar a defesa do Desp. Aves e encontrar Seferovic. O suíço recebeu de peito e, com um toque subtil, desviou a bola do guarda-redes. Foi o 14.º golo de Seferovic no campeonato, igualando Bas Dost e Dyego Sousa no topo da tabela dos melhores marcadores.

Seferovic_aves_benfica.jpg

O Dep. Aves ainda esboçou uma reacção, mas o Benfica consegue ampliar a vantagem numa grande jogada que começou na esquerda, Grimaldo passou para João Félix, que com um toque deixou a bola para Rafa — este tirou Jorge Fellipe do caminho e disparou para o segundo golo (36’).

rafa_aves_benfica.jpg

A equipa de Augusto Inácio despediu-se da primeira parte com duas ameaças à baliza de Vlachodimos, mas nem Jorge Fellipe, de livre (39’), nem Rodrigo, com um remate potente de muito longe (41’) conseguiram reduzir a diferença.

E o início do segundo tempo viria contrariar a reacção avense, com o terceiro golo do Benfica a ser assinado por Ferro: na sequência de um canto, Beunardeau saiu muito mal da baliza e a bola chegou ao jovem defesa, que a colocou por cima de toda a gente para mais um golo. Logo a seguir, Pizzi surgiu pela direita e teve nos pés o 0-4, mas o remate em jeito saiu alguns centímetros ao lado do alvo.

Ferro_aves-benfica-22-jornada-liga-nos.jpg

O único contratempo ao plano do Benfica surgiu aos 64’, com a expulsão de Ferro. Derley, rápido a fugir à defesa benfiquista, foi agarrado no ombro e derrubado. Hugo Miguel assinalou livre junto à área do Benfica e mostrou o cartão vermelho directo ao central. Foi uma injecção de confiança para o Desp. Aves, que conseguiu levar perigo à baliza de Vlachodimos num par de situações. Rodrigo, no livre a castigar a falta de Ferro, viu a bola desviar na barreira e depois ser defendida para canto pelo guarda-redes. E, aos 69’, Mama Baldé apareceu a cabecear, na sequência de um canto, para Vlachodimos agarrar.

Nesta partida que encerrou a 22.ª jornada da I Liga, o Benfica mantém a perseguição ao líder FC Porto (um ponto de desvantagem) e afastou-se do Sp. Braga (quatro pontos de avanço). O bom período que a equipa da Luz atravessa conheceu mais um capítulo — foi a décima vitória em 11 jogos sob o comando de Bruno Lage. Segue-se a Liga Europa a meio da semana.

#Reconquista

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
114_anos

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2018/19








Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

CONTACTO silva.joaodiogo@hotmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog