Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A Polícia Judiciária já identificou o principal suspeito de ter invadido e roubado a correspondência electrónica do Benfica, escreve esta quinta-feira a revista Sábado.

De acordo com a informação veiculada pela referida publicação, o hacker de Gaia que acedeu aos e-mails do Benfica chama-se Rui Pinto, é um génio informático com menos de 30 anos e vive atualmente na Europa de Leste.

Segundo escreve a revista Sábado, a Polícia Judiciária acredita saber quem foi o informático que acedeu ao correio electrónico do Benfica e que desencadeou todo o processo conhecido como "caso dos e-mails".

Mas o processo judicial em que o pirata informático português é suspeito vai para além do roubo de correspondência do  Benfica. Rui Pinto é também suspeito de ter roubado documentos privados da Doyen, empresa liderada pelo português Nélio Lucas, e do Sporting.

A revista Sábado relata como tudo começou num quarto em Lavadores, Gaia, e envolve Rui Pinto em desfalques em offshores, perseguições em Lisboa, encontros secretos, ameaças de chantagem, empresários com ligações mafiosas e agentes de futebol.

Todas essas participações criminais estão a ser investigadas pelo Ministério Público e Polícia Judiciária desde 2015 e estão agora concentradas na equipa especial do Ministério Público, criada no Departamento Central de Investigação e Acção Penal, que investiga os principais processos do futebol.

A mesma publicação revela também que a guerra movida pela Doyen, quando viu os seus segredos milionários na praça pública, foi brutal, e levou à contratação de uma equipa de detectives privados ingleses, incluindo antigos espiões dos serviços secretos britânicos, para expor o misterioso hacker.

Em declarações à CMTV, Aníbal Pinto, à data advogado de Rui Pinto, contou como a Doyen tentou "celebrar um contrato de trabalho" com o seu cliente. O advogado desaconselhou Rui Pinto a fazê-lo e revelou que houve ameaças que levaram a uma queixa-crime contra a Doyen no Ministério Público de Matosinhos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Com a confirmação que a SAD do Benfica foi constituída arguida no processo e-toupeira, os encarnados já preparam a defesa no processo.

Adianta o jornal A Bola, que o clube da Luz considera que a acusação foi incapaz de apresentar qualquer facto ou prova concreta sobre os crimes imputados à SAD. O Benfica pretende assim desmontar a acusação.

Um dos objetivos da defesa será tentar provar que a acusação não apresenta concretamente uma relação entre os factos imputados aos arguidos e o Conselho de Administração da SAD. Também considera que a acusação não conseguiu relacionar que tipo de uso foi dado às informações, que alegadamente, elementos da SAD terão tido acesso.

Em relação aos crimes imputados, cerca de 30, e de acordo com a referida fonte, o Benfica entende que a acusação dá como provado que os diretores da primeira linha do Benfica estão autorizados a pedir bilhetes e oferecer artigos de merchadising sem necessitar de autorização por parte de Luís Filipe Vieira. As águias consideram que a acusação se contradiz ao referir que estas ofertas foram feitas com autorização da SAD em contrapartida de informações, servindo esse dado para uma acusação por corrupção.

Em relação ao eventual "ok" dado por Luís Filipe Vieira para a cedência das águias, a defesa sustenta que o presidente das águias recebe milhares de emails com pedidos semelhantes.

Em relação às eventuais contrapartidas que o Benfica teria recebido por tais ofertas, o Benfica considera que a acusação ainda não se mostrou capaz de provar qual foi o uso ou vantagem que as águias retiraram, uma vez, que um dos arguídos já não exercia a função de observador de árbitros.

Em relação ao crime informático, o Benfica ironiza e considera "caricato que tendo sido o Benfica vítima do maior roubo e divulgação de correspondência privada", possa ser acusado pelo mesmo facto.

A Bola adianta ainda que em relação às sanções propostas pelo Ministério Público - que vão desde seis meses e três anos de suspensão de participação em competições oficiais -, não são proporcionais e não têm fundamento e enquadramento legal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

"O Conselho de Administração da Benfica SAD vem informar que recebeu hoje a notificação da acusação do processo n.º 64/21 da 9.ª Secção do DIAP de Lisboa. Depois de reunir e apreciar a dita acusação, vem informar os Sócios, adeptos e simpatizantes do Sport Lisboa e Benfica, bem como os seus accionistas e parceiros, do seguinte:
 
Como era expectável, a acusação em nada vem alterar a certeza já anteriormente afirmada de total licitude nos comportamentos e actuação da Benfica SAD neste ou em qualquer outro processo. Na dita acusação não existe qualquer facto mesmo que indiciário que permita a imputação à Benfica SAD dos crimes aí descritos. Nem existe qualquer conduta circunstanciada no tempo, modo e lugar que relacione a Benfica SAD com qualquer dos crimes aí descritos.
Aliás, crê-se que terá sido por esse mesmo motivo que a nenhum membro do Conselho de Administração da Benfica SAD foi feita qualquer imputação nem contra nenhum deles foi deduzida qualquer acusação. Tal como aquando da constituição de arguida neste processo, a Benfica SAD não pode deixar de repudiar, indignar-se quanto ao tempo, modo e forma como se viu envolvida nesta acusação sem existência de qualquer fundamento sério que o justifique.
 
A Benfica SAD assegura a todos os Benfiquistas que continuará a defender de forma intransigente a reputação do Benfica, que prestará toda a colaboração ao sistema judicial e espera, com a maior brevidade, demonstrar a sua inocência neste processo ou noutros em que tenha sido infundadamente envolvida.
A Benfica SAD apela a todos os Benfiquistas que confiem e transmitam essa confiança quanto à licitude dos seus comportamentos e à seriedade da sua actuação quotidiana no passado, no presente e no futuro. E garante que irá actuar neste processo com a mesma determinação com que recuperou a credibilidade do Benfica e a sua competitividade desportiva, financeira e patrimonial.
 
Por último, a Benfica SAD relembra aos Benfiquistas que até à presente data todas as decisões administrativas e judiciais de carácter definitivo nos foram favoráveis e afirmaram expressamente a licitude da nossa conduta. Assim, o debate comunicacional a que certamente iremos continuar a assistir, e onde não faltarão os tradicionais julgamentos em praça pública, em nada altera a confiança na independência dos tribunais e a certeza de que as decisões judiciais definitivas limparão o bom-nome e a honra do Sport Lisboa e Benfica. Que todos os Benfiquistas confiem nisto.
 
Viva o Benfica!"
 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O desafio tem um duplo significado já que as duas equipas protagonizam mais um desafio da International Champions Cup, sendo que também está em jogo a Eusébio Cup.

Benfica e Lyon defrontaram-se apenas duas vezes na história, ambas em 2010, para a Liga dos Campeões. Em França a vitória foi dos gauleses, por 2-0, mas na Luz o Benfica conseguiu ganhar por 4-3.

Este é o derradeiro teste da formação do treinador Rui Vitória antes de defrontar o Fenerbahçe, para a 1.ª mão da 3.ª pré-eliminatória da “Chamipons”, que se disputa dia 7 de agosto.

Segundo os últimos dados disponíveis a partida terá casa cheia, num recinto que tem capacidade para 30 mil espetadores.

Entre os 27 convocados a novidade chama-se: Luís Pinheiro. O jogador, de 18 anos, atual defesa-direito da equipa júnior, surge a colmatar a falta de Ebuehi que sofreu uma rotura no joelho esquerdo.

Convocados:

Guarda-redes: Svilar, Bruno Varela e Odysseas;

Defesas: Conti, Grimaldo, Luisão, Rúben Dias, Yuri, Lema, Jardel, André Almeida e Luís Pinheiro;

Médios: Fejsa, Cervi, Alfa Semedo, Zivkovic, Salvio, Pizzi, Samaris, Rafa, Keaton Parks, João Félix e Gedson Fernandes;

Avançados: Jonas, Seferovic, Ferreyra e Castillo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Luis_Filipe_Vieira.jpg

Em Newark, Luís Filipe Vieira deixou a garantia de que 2018/2019 «será a época da reconquista» do Benfica. «E de regresso rápido ao nosso ciclo vitorioso e de hegemonia do futebol português», afiançou.

De visita ao Sport Newark e Benfica, onde foi recebido por multidão de adeptos entusiastas, o presidente dos encarnados deixou vincada mensagem de credibilidade e otimismo:

«O Benfica de hoje é um clube moderno, organizado, responsável, sustentável, credível e preparado para continuar a vencer. É um clube que a todos, sem exceção, deve encher de orgulho. O Benfica de hoje é o clube mais rentável de Portugal, é o único clube que consegue que nove dos dez principais patrocinadores sejam multinacionais de referência; é o único clube que está em vias de recuperar os seus capitais próprios a 100 por cento; é o maior clube de Portugal em número de sócios e um dos três maiores do mundo; é o clube português que mais jogadores forneceu às seleções que disputaram o último Mundial; é a base da maioria das seleções jovens nacionais; é o clube que mais títulos conquistou nos últimos cinco anos; é um clube com uma estabilidade diretiva ímpar; é o clube que tem o melhor estádio do País, único capaz de receber finais de Champions ou de campeonatos europeus; é o clube que tem o melhor centro de formação e estágio do País, distinguido recentemente como melhor academia do mundo; é o único clube que enche os estádios portugueses na qualidade de visitante.»

«É por tudo isto que afirmo que não somos grandes, somos gigantes», realçou Luís Filipe Vieira.

Com a nova temporada prestes a ter início, ficou também o apelo à valorização do futebol português: «Torna-se exigível, a todos, mas todos, sem exceção, contribuírem para uma melhoria do ambiente no desporto português. O Benfica saberá honrar a sua história dando um contributo de serenidade e de paz ao futebol português

Fonte: abola.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)


Foi um bom jogo, frente a uma equipa difícil

por João Silva, em 26.07.18

O Benfica estreou-se em bom plano na Internacional Champions Cup em futebol, ao bater o Borussia Dortmund por 4-3, nas grandes penalidades, após um jogo que empatou a dois, depois de estar a perder por 2-0.

Maximilian Philipp marcou dois golos de rajada para os alemães, aos 20 e 22 minutos, mas o Benfica, que até tinha entrado melhor, conseguiu chegar ao empate na segunda parte, com tentos de André Almeida, aos 51', e Alfa Semedo, aos 69'.

André_Almeida.jpg

A formação encarnada entrou em 4-3-3, com André Almeida, Rúben Dias, Jardel e Grimaldo, à frente de Svilar, um meio campo com Fejsa, Gedson Fernandes e Pizzi e dois extremos (Zivkovic e Rafa) no apoio ao ponta de lança Castillo.

O Benfica começou bem, com pressão muito alta, a condicionar a saída de bola do adversário, mas sem criar perigo, ao contrário dos alemães.

O Dortmund chega à vantagem de dois golos, o primeiro aos 20 minutos, após jogada entre Larsen e Götze, com passe do dinamarquês, e depois, aos 22, após uma assistência do autor do golo que decidiu o Mundial2014.

Para a segunda parte, Rui Vitória trocou o trio da frente, fazendo entrar Salvio, Cervi e Ferreyra, e o Benfica reduziu aos 51 minutos, por André Almeida, na área, sobre a direita, após assistência de Pizzi.

Aos 69 minutos, chegou à igualdade, com Alfa Semedo a rematar à entrada da área contra a defesa, a ganhar o ressalto, a isolar-se e, com calma, a bater Hitz.

Alfa_Semedo.jpg

Na parte final, Rui Vitória, que ainda fez entrar Ebuehi e Lema, tentou chegar ao terceiro, que Alfa Semedo e Salvio tiveram na cabeça, mas o Dortmund também teve duas ocasiões.

Seguiram-se os penáltis, para atribuir dois pontos ao vencedor e um ao vencido, e o Benfica levou a melhor, com Sergio Gomez, ao terceiro pontapé, e Samaris, ao oitavo, a atirarem ao ferro e Svilar a fazer a diferença ao nono, ao parar Isak.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Simbolo
Fundador
114_anos

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2018/19







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com