Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Benfica e Sp. Braga estão no mesmo grupo da fase de grupos da Taça da Liga, segundo ditou o sorteio realizado nesta quinta-feira. Sporting é o cabeça de série no Grupo B, tal como o V. Guimarães no C, onde defronta o Moreirense, atual detentor do troféu, e o FC Porto no D.

Esta fase de grupos tem três jornadas e passam à Final Four, que se joga de 23 a 27 de janeiro em Braga, os primeiros de cada grupo. De acordo com o sorteio, o vencedor do Grupo A defrontará na meia-final o vencedor do Grupo C, enquanto o Grupo B cruza com o D. Portanto, Sporting e FC Porto podem defrontar-se antes da final, mas o Benfica, se passar em primeiro, não encontrará outro dos «grandes» nessa fase.

A grelha do sorteio ditou também que na primeira jornada o cabeça de série de cada grupo joga em casa com a equipa do Pote 2. Portanto, a primeira jornada terá Benfica-Sp. Braga, Sporting-Marítimo, V. Guimarães-Feirense e FC Porto-Rio Ave.

 

Os grupos da Taça da Liga 2017/18:

Grupo A

Benfica

Sp. Braga

V. Setúbal

Real*

Grupo B

Sporting

Marítimo

Portimonense*

U. Madeira

Grupo C

V. Guimarães

Feirense

Moreirense

UD Oliveirense

Grupo D

FC Porto

Rio Ave

Paços Ferreira

Leixões

Calendário do Benfica nesta terceira fase:

1ª jornada
Benfica-Sp. Braga
Real Massamá-Vitória Setúbal

2ª jornada
Benfica-Real Massamá
Vitória Setúbal-Sp. Braga

3ª jornada
Vitória Setúbal-Benfica
Sp. Braga-Real Massamá 

 

Recorde-se que existe um processo em curso em que o Real Massamá é acusado de inscrição irregular de um jogador e, caso seja condenado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, o seu lugar no Grupo A será ocupado pelo Portimonense.

O Benfica tem sido o grande dominador da competição com sete triunfos. Moreirense, que venceu na última temporada, eliminando precisamente os encarnados nas meias-finais, Vitória de Setúbal e Sp. Braga apresentam um título cada um.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Águias contra a fortaleza sadina

por João Silva, em 30.01.17

Setúbal_Benfica.png

O Benfica visita esta segunda-feira o Vitória de Setúbal num duelo entre duas equipas que foram recentemente eliminadas das meias-finais da Taça da Liga, e que procuram agora conquistar os três pontos, com um triunfo no campeonato.

O conjunto de Rui Vitória procura recuperar a distância de quatro pontos para o FC Porto. Fejsa e Mitroglou recuperaram de lesão e estão de regresso às opções do técnico ribatejano, que, recorde-se, não estará no banco devido a castigo. Por sua vez, saem da lista de convocados o central Lisandro López, o extremo Salvio e o médio André Horta, todos devido a lesão.

O Vitória de Setúbal tem a seu favor o facto de já ter roubado pontos aos ‘grandes’ esta época: empatou na Luz com o Benfica (1-1), no jogo da primeira volta do campeonato, e com FC Porto (0-0) no Bonfim, tendo ainda vencido o Sporting (2-1), na fase de grupos da Taça da Liga.

Para este jogo, José Couceiro não poderá contar com o médio Costinha, devido a castigo, enquanto o extremo Nuno Santos está impedido de jogar por estar emprestado pelo Benfica.

O objetivo da deslocação a Setúbal passa pelo triunfo, mas não se espera que a tarefa seja fácil, visto que o adversário vem de um resultado positivo e está a realizar um Campeonato interessante. O V. Setúbal foi vencer, ao Estádio do Restelo, o Belenenses, por 1-2, e ocupa o 8.º lugar, com 25 pontos, fruto de sete triunfos, quatro igualdades e sete desaires (19 golos marcados e 18 sofridos). O avançado Edinho bisou, com um golo de pé direito e outro de cabeça. O internacional português, de 34 anos, foi o homem mais influente na partida.

O duelo no Bonfim, agendado para as 20 horas, marca o 175.º desafio entre estas duas equipas, com as águias a liderarem com folgada vantagem no histórico de confrontos: 117 triunfos contra 30 derrotas. Já em jogos realizados no reduto dos sadinos, o Benfica soma 44 vitórias contra 23 derrotas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Taça CTT Final Four

por João Silva, em 25.01.17

Taça_CTT_Final_Four.jpg

Líder do campeonato, semi-finalista da Taça de Portugal e presente nos oitavos de final da Liga dos Campeões, o Benfica é o favorito ao triunfo na 10.ª edição da Taça da Liga em futebol, que se decide numa inédita ‘final four’, no Algarve.

Vencedor da prova em 2009, 2010, 2011, 2012, 2014, 2015 e 2016, o Benfica chega ao Algarve com aspirações de chegar à sua 8.ª final nesta competição. Mas para tal acontecer, o Benfica tem de superar primeiro o Moreirense, equipa que esta época já venceu por 3-0, na Luz, em encontro a contar para a I Liga.

Caso cheguem à sua oitava final, as águias encontrarão uma das outras equipas que já conquistaram esta competição, ou o Vitória de Setúbal, vencedor da primeira edição (2007/08), ou o Sporting de Braga, que ganhou em 2012/13.

O jogo do Benfica-Moreirense decorre na próxima quinta-feira, às 20h45, e o jogo Vitória de Setúbal-Sporting de Braga decorre esta quarta-feira, à mesma hora. A final da competição disputa-se no próximo domingo, às 20h45, no Estádio do Algarve.

Segundo os responsáveis da Liga irão existir várias atividades paralelas durante esta semana, do qual se destacam o Jogo das Lendas, onde estarão presentes antigos internacionais portugueses, e a Corrida do Adepto, aliando o desporto da corrida ao futebol, na zona do Algarve. Os bilhetes para os jogos da Taça da Liga terão o custo de cinco euros.

A competição terá também uma fan zone, onde irão decorrer concertos de Jimmy P e dos Capitão Fausto, numa tentativa de atrair os adeptos à zona de Faro e de Loulé, cidades que irão acolher os jogos da final four.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica no Algarve Football Cup

por João Silva, em 15.06.16

Algarve-Football-Cup.jpg

O Benfica irá participar na Algarve Football Cup, torneio triangular de pré-temporada, que irá ocorrer nos dias 14, 15 e 16 de Julho de 2016 no Estádio do Algarve.

Para além do Benfica, a competição irá contar com as presenças do Vitória de Setúbal e do Derby County, equipa inglesa que disputa o Championship e que na época transacta chegou às meias-finais do play-off de acesso à  Premier League.

O Benfica abre o torneio frente ao Vitória, no dia 14 de Julho e defronta o Derby County no dia 16 de Julho, com ambos os jogos a terem início às 20:30H.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Benfica regressou a casa após a quarta-feira europeia com o Bayern de Munique. Tal como nesse dia, também nesta segunda-feira voltou a ver-se um Estádio da Luz muito bem composto (54.855 espectadores) e com uma excelente atmosfera em torno da equipa.

Primeira bola de jogo e golo de André Claro. Estavam decorridos somente 14 segundos. Respondeu o Benfica com um rolo compressor impressionante de 25 minutos.

Com a cabeça colocada no golo e na “remontada”, as “águias” empurraram o V. Setúbal para a própria área e colecionaram oportunidades. Mitroglou, com dois cabeceamentos aos sete e aos 12 minutos, esteve perto de ser feliz. De permeio, Jardel obrigou, igualmente de cabeça, Ricardo a uma estirada impressionante.

Benfica-Setúbal-2.jpg

Por esta altura só dava Benfica. Mais de 75 por cento de posse de bola, circulação rápida do esférico, assertividade no passe. Aplaudiam os Benfiquistas nas bancadas. Os comandados por Quim Machado pareciam adormecidos, mas aproveitaram um momento dormente da defesa da casa para voltar a levar perigo até Ederson. O cabeceamento de André Claro aos 14 minutos saiu um tudo-nada ao lado.

Benfica-Setúbal-3.jpg

Ao susto infligido respondeu o Benfica com a reviravolta no marcador. Decorria o minuto 19 quando Eliseu centrou, Gaitán desviou de cabeça e Jonas encostou para o 1-1. Quatro minutos depois mais um golo Benfiquista. Gaitán marcou o pontapé de canto e Jardel cabeceou a contar. Festa na Luz!

Benfica-Setúbal-4.jpg

Na frente do marcador, o Benfica optou por baixar o ritmo de jogo, controlou a partida com bola apesar da subida das linhas notada no lado sadino. Todavia, o 3-1 esteve perto aos 41’. Pizzi isolado preferiu tirar um “chapéu” a Ricardo, Frederico Venâncio afastou em cima da linha de golo.

Do intervalo veio o 2-1 e um Benfica que parecia interessado em fixar o resultado num “score” mais tranquilo para evitar sustos como o da primeira parte. Foi sol de pouca dura. O V. Setúbal, melhor disposto em campo, teve mais posse de bola que tivera nos primeiros 45 minutos e aproximou-se com perigo da área Benfiquista através de Arnold e de André Claro.

Benfica-Setúbal-5.jpg

Tentou sacudir o Benfica aos 63 minutos através do cabeceamento de Fejsa. Respondeu Ricardo com uma bela intervenção. Apesar de estar na frente do marcador, o conjunto da casa não estava concentrado nas transições ofensivas e defensivas. Ora perdia bolas desnecessárias a atacar, ora dava demasiado espaço aos sadinos para subirem com perigo.

Até final o resultado manteve-se e assim as “águias” continuam a liderar a tabela classificativa. 

Benfica-Setúbal-1.jpg

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com Ederson; Nélson Semedo, Lindelöf, Jardel, Eliseu; Fejsa (Samaris, 69’), Renato Sanches, Gaitán (Carcela, 61’), Pizzi; Jonas e Mitroglou (Raúl Jiménez, 80’).

Fonte: SLBenfica.pt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Depois de, em Braga, Rui Vitória ter colocado a equipa a jogar num sistema de 4-5-1, na cidade das margens do Sado, o técnico optou pela tática que mais vezes tem usado esta época: 4-4-2, com Jonas e Mitroglou na frente de ataque.

V.Setubal_Benfica_3.jpg

O jogo começou vivo, muito disputado a meio-campo, com muita intensidade e com as duas equipas a tentarem surpreender através de transições rápidas. O primeiro sinal de perigo saiu mesmo do pé direito de Jonas aos sete minutos, com um remate de fora da área para defesa de Ricardo.

Com o passar dos minutos, o Futebol assentou e o Benfica tomou conta da posse de bola e acercou-se da área sadina. A equipa da casa sentia dificuldades em sair da pressão alta exercida pelo Benfica e só raras vezes conseguiu apanhar a defensiva Benfiquista desprevenida como aconteceu ao minuto 25, com Suk a rematar ao lado após roubo de bola de André Horta a Samaris, que endossou logo ao coreano.

Havia cada vez mais Benfica no Bonfim e o golo acabou por surgir aos 35’. Passe de André Almeida para Pizzi, este bailou na área e rematou forte.

V.Setubal_Benfica_1.jpg

Ficou a ideia de que Ricardo foi mal batido. Três minutos volvidos, novamente André Almeida no papel decisivo do último passe ao fazer um cruzamento com conta, peso e medida para a cabeça de Jonas. Estava feito o 0-2.

O jogo foi assim para o intervalo e no reinício, o Benfica esteve perto de aumentar a vantagem, que surgiu quando Jonas descobriu Mitroglou a fugir nas costas da defesa sadina e o grego, só com Ricardo pela frente, atirou a contar (54’).

V.Setubal_Benfica_2.jpg

Quando se esperava que o jogo ficasse mais tranquilo para os da Luz, eis que o V. Setúbal acordou. À passagem do minuto 58, Suk trabalhou bem na área, rematou, o esférico vai ao poste e na recarga Vasco Costa reduz. Estranhamente, o Benfica sentiu o tento sofrido e percebeu isso o conjunto da casa, que fez subir as linhas, exerceu maior pressão, com a bola a rondar a área “encarnada” nos minutos seguintes. O 2-3 esteve eminente aos 74 minutos, de novo, por Vasco Costa.

Antes deste lance parece ter ficado por marcar uma grande penalidade a favor do Benfica por falta sobre Djuricic.

O tento da tranquilidade surge aos 79 minutos. Djuricic arrancou até à área contrária, assistiu Gonçalo Guedes que não conseguiu marcar. A bola sobrou para Mitroglou que rematou ao poste. O esférico resvalou para Ricardo e entrou na baliza. Azar para o guardião sadino.

Uma vez mais, o V. Setúbal não se deu como vencido e aos 88’, Suk desviou para o 2-4, contudo insuficiente para evitar o desaire.

V.Setubal_Benfica_4.jpg

O Benfica alcança a quinta vitória consecutiva na Liga NOS e soma 27 pontos na classificação. O calendário Benfiquista fica acertado na 3.ª feira, às 21h00, com o U. Madeira.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com Júlio César; André Almeida, Lisandro, Jardel, Eliseu; Samaris, Renato Sanches (Fejsa, 80’), Gonçalo Guedes, Pizzi; Jonas (Djuricic, 69’) e Mitroglou (Raúl Jiménez, 87’).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Antevisão do jogo com o Vitória de Setúbal

por João Silva, em 12.12.15

vitoria-setubal-benfica-campeonato-250x150.jpg

O Benfica apesar da recente derrota diante do Atlético Madrid (1-2), está com a moral em alta, qualificado para os oitavos de final da Liga dos Campeões e com quatro vitórias consecutivas na Liga, desde o desaire consentido em casa diante do Sporting. Quatro triunfos consecutivos com a particularidade de, nesses jogos, não ter consentido um único golo e de ter marcado por onze vezes. Falta saber como é que a equipa vai responder à ausência da magia de Gaitán o que, em jogos da Liga, ainda não aconteceu esta época, o argentino falhou apenas o jogo com o Vianense, para a Taça de Portugal, e a visita a Astana, para Liga dos Campeões.

O V. Setúbal com a vitória arrancada no Estádio do Restelo (3-0) na última ronda, com o sul-coreano Suk em plano de destaque, a equipa de Quim Machado saltou para o quinto lugar da classificação, logo atrás dos três «grandes» e do Sp. Braga. A equipa sadina está a realizar um bom campeonato, com apenas duas derrotas, uma nos Barreiros (2-5) e outra no Dragão (0-2). Em casa, o Vitória ainda não perdeu, mas a verdade é que também só venceu uma vez (1-0 ao Estoril), somando cinco empates, com a particularidade de quatro desses resultados terem sido 2-2. Até agora, ninguém levou mais de um ponto do Bonfim.

O Benfica tem sido feliz nos últimos anos que se tem deslocado ao Bonfim, na temporada passada logo à 4ª jornada, o Benfica arrancou uma goleada por 5-0, com um «hat-trick» de Talisca. Dois anos antes, o Benfica também tinha ganho por 5-0, aliás, a equipa da Luz ganhou sempre no Bonfim nos últimos cinco anos. A última vez que o Vitória somou pontos em casa frente ao Benfica foi já na temporada 2009/10, com um empate 1-1 que teve a curiosidade de ter resultado de dois autogolos. Ricardo Silva marcou para o Benfica, David Luiz marcou pelo Vitória.

Como afirmou Rui Vitória: «Independentemente da qualidade e dos aspetos mentais do adversário, temos de direcionar as nossas baterias no sentido de fazer o nosso jogo e de enfrentar o encontro da forma que nos caracteriza, ou seja, enfrentar o encontro para ganhar

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Vitória Setúbal 0-5 SL Benfica

por João Silva, em 13.09.14

o Benfica viajou até às margens do Sado para defrontar o Vitória de Setúbal, na partida de arranque da 4.ª jornada da prova.
A primeira surpresa da noite chegou no onze benfiquista, com Samaris a surgir como titular, a outra surpresa veio da postura sadina. É que não houve o habitual autocarro. Domingos Paciência pretendia ganhar e foi olhos nos olhos que o Vitória encarou o jogo.
Salvio abriu o caminho da goleada e Talisca, em noite inspirada, fez um Hattrick. Ola John sentenciou o desafio.

Destaques:

Artur Moraes: Foi um mero espectador durante toda a partida. Contudo, nas poucas vezes que foi chamado a intervir, Artur mostrou-se seguro.
Maxi Pereira: Apesar de ter sido titular nas duas partidas da sua Selecção frente ao Japão e Coreia do Sul, o latera-direito não acusou desgaste físico. Muito pelo contrário: brindou os adeptos com mais uma excelente exibição e com a habitual raça, disputando cada lance como se fosse o último.

Jardel: Juntamente com Luisão, fez uma boa dupla na defesa benfiquista.
Luisão: Esteve uma vez mais em destaque na defesa, Anulando as poucas oportunidades de ataque dos Sadinos.
Eliseu: Viu um cartão amarelo nos minutos iniciais da partida, mas não se deixou intimidar. Fez uma boa partida, mostrando-se seguro, quer a defender, quer a atacar.
Samaris: Estreia como titular, demonstrando as razões pelas quais foi contratado, dando boas indicações.
Enzo Perez: Foi dos seus pés que saiu a jogada para o golo de Salvio. Mais uma vez, fez uma grande exibição.
Salvio: Após se ter estreado a marcar no jogo da 1.ª jornada do Campeonato Nacional, Salvio marcou hoje o seu segundo tento na prova, o primeiro desta partida, abrindo o caminho da goleada. E que golo! Com um remate forte, o argentino não deu hipóteses ao guarda-redes, Raeder. E podiam ter sido mais…

Nico Gaitán: Marcou uma vez mais a partida com os passes artísticos a que já nos habituou. Prova disso foi a assistência para Salvio, que marcou o primeiro golo da partida. Nota ainda para um bom cabeceamento, aos 32 minutos.
Talisca: Excelente exibição do jovem médio, claramente o homem do jogo ao assinar um Hattrick. Promete evoluir ainda mais.

Lima: Não marcou mas deu a marcar. A sorte não tem estado do seu lado, mas mesmo assim nunca desistiu. Foi sempre à procura do golo. Nota para a assistência soberba para Ola John, que marcou o quinto tento da noite.
André Almeida: Entrou para o lugar de Eliseu. Desempenhou na perfeição as suas funções.
Ola John: Entrou para render Nico Gaitán e não podia ter tido melhor entrada. Apenas 10 minutos volvidos, o holandês fez o gosto ao pé e marcou o seu primeiro golo no Campeonato.

Cristante: Mais uma estreia nesta partida. O jovem médio fez os seus primeiros minutos ao render Enzo Pérez e deu sinais positivos.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Artur Moraes; Maxi Pereira, Jardel, Luisão e Eliseu (64’, André Almeida); Samaris, Enzo Perez (73’, Cristante), Salvio, Gaitán (65’, Ola Jonh) e Talisca; Lima.

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pontaria afinada!

por João Silva, em 03.02.13

O Porto nesta fase do campeonato está forte, não há volta a dar.

Hoje ao Benfica não basta ganhar ao V. Setúbal, tem que golear!


O objectivo principal é sem dúvida a vitória, mas uma goleada era importante, se possível sem sofrer golos.
Eficácia na finalização é fundamental, temos argumentos suficientes para isso, independentemente de jogar sem Cardozo.


Olhando para o registo histórico entre os dois clubes no Estádio da Luz, o saldo é bastante favorável ao Benfica.
Os últimos jogos têm-se taduzido em vitórias Benfiquistas e uma delas num passado recente foi por 8-1.

 

Carrega Benfica!

Autoria e outros dados (tags, etc)


V.Setúbal 1 - SL Benfica 3

por João Silva, em 12.05.12

 

Desta forma, as “águias” fecharam a prestação na edição 2011/12 de um Campeonato Nacional manchado pela mentira...

 

Apesar de ser um duelo histórico do Futebol português, a verdade é que esta temporada a carga emocional, em tempos inerente a este duelo, é bem menor, pois já tudo estava decidido na frente da classificação.

Dessa forma, Jorge Jesus optou por fazer várias mexidas na equipa com o destaque de maior monta a ser na baliza com o habitual titular, Artur Moraes, a dar o seu lugar a Eduardo que, desta forma, se estreia no Campeonato.

 

Cardozo fez o seu tento - 20.º golo na Liga - Conquista o troféu, pela segunda vez, de melhor marcador do Campeonato.

 

 
O futebol regressa no próximo dia 2 de Julho.
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


um passado de glória um futuro de vitória benfica




twiiter

# Classificação 2017/18




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com