Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Com apenas um triunfo nos últimos seis jogos e dois nos derradeiros oito, o conjunto de Rui Vitória inicia a defesa do título conquistado na época passada, num trajeto concluído com uma vitória por 2-1 sobre o Vitória de Guimarães, no Jamor.

Mesmo em "crise" de resultados, o tetracampeão nacional em título e atual terceiro colocado da I Liga é claramente favorito a seguir em frente, face a um clube algarvio que em 2013/14 estava no escalão principal e agora é do terceiro.

A formação algarvia segue no terceiro lugar da Série E do Campeonato de Portugal, atrás de Farense e Oriental, após seis jornadas.

Rui Vitória perspetivou o desafio com o Olhanense, a contar para a 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, que terá lugar no Estádio Algarve às 19h00 deste sábado.

"Temos de ser uma equipa forte, pois podemos ter problemas. Foco total e começar este ciclo com uma vitória”.

Espero um jogo típico de Taça de Portugal. É a primeira eliminatória em que participamos de uma competição em que a grande maioria dos clubes gosta de participar. Vamos começar o trajeto numa prova em que somos detentores do troféu frente a um adversário com qualidade, que joga no Campeonato de Portugal, mas que joga de forma organizada, que se vai querer mostrar num palco diferente do que está habituado"

#RumoAoJamor

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Após a paragem para os compromissos das seleções, regressa a competição de clubes com a 3.ª eliminatória da Taça de Portugal.

Para Rui Vitória o Benfica arranca uma série de jogos importantes com pouco intervalo e é natural que haja alguma rotatividade. “O jogo com o Olhanense insere-se neste ciclo que vamos iniciar agora. Vão jogar os futebolistas que têm capacidade para dar resposta e que sirvam os interesses da equipa, tendo em conta o ciclo que aí vem, com pouco intervalo entre os jogos. Queremos ganhar o jogo e passar a eliminatória”, reforçou.

Mesmo privado de alguns atletas do plantel, o treinador do Benfica está confiante com o que se segue. “Estamos prontos para a competição que aí vem. Fizemos um bom trabalho nestes dias e sinto os jogadores cada vez mais preparados para as partidas que se seguem. Vamos ter muita vontade já para o próximo jogo”, vaticinou, não deixando de completar: “Esperamo-nos apresentar muito bem. Trabalhámos com um grupo que me agradou. Não houve lesões… As expectativas são muito boas. Queremos começar este novo ciclo a vencer.” Leia mais aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Taça de Portugal: Benfica em Olhão

por João Silva, em 28.09.17

No sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal, a primeira que contou com a participação das equipas da I Liga, o  Benfica viu a sorte ditar-lhe uma deslocação a Olhão, para defrontar o Olhanense, actualmente segundo classificado da Série E, do Campeonato de Portugal.

Esta eliminatória está agendada para 15 de Outubro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os tetracampeões venceram o Vitória de Guimarães, por 2-1, na final da Taça de Portugal. Raúl Jiménez e Salvio assinaram os golos encarnados, Zungu reduziu pelos vimaranenses.

taca_portugal_benfica_2017.jpg

Após 45 minutos de grande equilíbrio, em que a melhor oportunidade de golo pertenceu ao Vitória de Guimarães, o Benfica resolveu a final em cinco minutos, com golos de Raúl Jiménez e Salvio.

O triunfo encarnado começou a ser construído aos 48 minutos. Miguel Silva não segurou o remate de Jonas e, na recarga, Raúl Jiménez desviou, com um toque subtil, a bola para golo. Depois, Salvio cabeceou sem hipótese de defesa, após cruzamento de Nélson Semedo, para o 2-0.

Com dois golos de desvantagem, o Vitória de Guimarães não atirou a toalha ao chão e arriscou no ataque. Um risco que viria a ser premiado aos 78 minutos, já depois de Jonas ter cabeceado à trave. Raphinha marcou o canto e Zungu, solto de marcação, cabeceou tranquilamente para golo. A discussão do resultado voltou a ficar relançada, mas o Benfica segurou a vantagem e celebrou mais uma conquista no Jamor.

Taça_de_Portugal_Raul_Jimenez.jpg

O Benfica conquistou a Taça de Portugal pela 26.ª vez e celebrou a 11.ª "dobradinha" do historial.

#CarregaBenfica

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica nas meias-finais da Taça de Portugal

por João Silva, em 19.01.17

O Benfica carimbou o passaporte para as meias-finais da Taça de Portugal após derrotar, no Estádio da Luz, o Leixões, por 6-2.

Sempre por cima na partida, com maior posse de bola e conseguir jogar em futebol apoiado e à largura, o Benfica criou sérias dificuldades à defesa e ao meio-campo leixonense que nunca conseguiu parar o futebol Benfiquista, mormente nos últimos 30 metros. Ao intervalo, o resultado era de 3-1 e só pecava mesmo por escasso, pois as águias colecionaram uma série de oportunidades a juntar aos três tentos. A mais flagrante aos 16 minutos. André Almeida centrou, a bola sobrou para Zivkovic que quase inaugurou o marcador.

O primeiro surgiu então ao minuto 21. A defesa do Leixões cortou o esférico para a entrada da área e Pizzi, na passada, bateu Assis pela primeira vez no jogo.

Benfica_Leixões 2.jpg

O camisola 21 esteve perto de bisar aos 24’, mas o remate saiu por cima após bom trabalho de Carrillo na esquerda.

O Benfica ia controlando a partida com o Leixões a sentir complicações em sair a jogar com a bola dominada. Adivinhavam-se mais golos e o mesmo aconteceu aos 31’. André Almeida apontou o primeiro pela equipa principal – marcara já pela B – num lance em que parece ter a intenção de cruzar. A bola descreveu uma curva que traiu o guarda-redes do Leixões.

Benfica_Leixões 1.jpg

A perderem por 2-0 na Luz, os comandados por Daniel Kenedy perderam algum discernimento e também o esférico, como aconteceu aos 38 minutos. Aproveitou o erro Nélson Semedo que assistiu Mitroglou. O grego não marcou por mero azar, mas Jonas terminou a jogada com o 3-0. Aqui e ali, o Leixões conseguia colocar quatro ou cinco homens no ataque e numa dessas incursões reduziu o marcador por Porcelis (43’).

Na segunda parte, a postura mais ofensiva do Leixões surpreendeu os da Luz, sem que o perigo parasse de rondar a baliza de Assis. Aos 47 minutos, Jonas descobriu Mitroglou na área com o grego a cabecear à barra. Volvidos poucos minutos, 55’, Mitroglou apareceu na cara de Assis, com o guardião a sacudir para canto. O golo parecia não querer nada com o camisola 11 que insistiu e faturou mesmo aos 59’ de grande penalidade. Pouco depois, à passagem do minuto 67, Porcelis bisou, mas o Benfica não se ficou e respondeu com quinto tento aos 71’ por Mitroglou após maravilhoso trabalho de Zivkovic na direita.

Benfica_Leixões 3.jpg

Já nos descontos, Mitroglou completou o "hat-trick" ao finalizar uma jogada elaborada por Carrillo no corredor esquerdo.

Nas meias-finais, o Benfica enfrenta o Estoril a duas mãos. O primeiro desafio será no Estádio António Coimbra da Mota, na Amoreira.

Fonte: SLBenfica.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Benfica_Leixões.png

O Benfica procura esta quarta feira regressar três temporadas depois às meias-finais da Taça de Portugal de futebol, recebendo o Leixões, da II Liga.

O adversário dos Tricampeões Nacionais já deixou pelo caminho quatro adversários na Taça de Portugal – Pedras Rubras, Merelinense, Oriental e, uma equipa da I Liga, o Tondela. Nesta última eliminatória, no Estádio do Mar, Kenedy já era o treinador e os golos de Chiquinho e Wellington garantiram o triunfo, por 2-1.

O Leixões é um histórico do futebol luso e conta com vários êxitos, dos quais se destaca a vitória na Taça de Portugal frente ao FC Porto no ano de 1961. Somou ainda várias presenças na Taça UEFA e uma na Taça das Taças onde atingiu os quartos de final da competição.

Por seu lado, o SL Benfica tem como um dos objetivos para a época regressar a uma final da Taça de Portugal. A última vez que esteve no Jamor foi em 2013/14 e venceu o Rio Ave, por 1-0. Na presente edição da prova deixou pelo caminho o 1.º Dezembro, o Marítimo e o Real SC.

De referir que Benfica e Leixões já se defrontaram em seis épocas para a Taça de Portugal. Em sete jogos realizadas (dois numa meia-final a duas mãos) as águias venceram quatro, empataram dois e sofreram uma derrota, com 17 golos marcados e sete sofridos. O Benfica seguiu em frente em cinco ocasiões, mas a última recordação não é positiva com a eliminação, em 2008/09, no Estádio do Mar, após a marcação de grandes penalidades.

O vencedor do encontro da Luz vai defrontar o Estoril-Praia, que na terça-feira bateu a Académica, da II Liga, por 2-1. A 1.ª mão das meias-finais está prevista para 1 de março e a 2.ª para 5 de abril.

#RumoAoJamor

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Taça de Portugal: Benfica recebe Leixões

por João Silva, em 20.12.16

O Benfica vai receber o Leixões nos quartos de final da Taça de Portugal.

O sorteio hoje realizado na Cidade do Futebol, em Oeiras, ditou que o vencedor do encontro entre Benfica e o Leixões vai visitar na primeira mão quem sair vitorioso da eliminatória entre o Estoril-Praia e a Académica.

O Desportivo de Chaves ou o Sporting vão jogar em casa do Sporting da Covilhã ou do Vitória de Guimarães no primeiro jogo das meias-finais.

Os quartos de final disputam-se de 17 a 19 de janeiro, enquanto a primeira mão das meias-finais está prevista para 01 de março e a segunda para 05 de abril.

Rumo ao Jamor!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Rumo ao Jamor!

por João Silva, em 14.12.16

IMG_20161214_223218.JPG

O Benfica assegurou a passagem para os quartos de final da Taça de Portugal, batendo o Real SC por 3-0 com um bis de Mitroglou e um golo de Raúl Jiménez. A formação de Rui Vitória marcou os golos na segunda parte do encontro com a equipa que milita no terceiro escalão do futebol português.

Com alterações na equipa e uma estreia pela equipa principal (Iury Ribeiro) o Benfica foi ao Restelo para garantir a presença na próxima fase. Sem surpresas, os tricampeões nacionais assumiram o jogo frente ao Real SC, mas sem conseguir criar grande perigo à equipa de Filipe Martins. No contra-ataque, a formação de Massamá ia tentando chegar à baliza de Ederson.

Na segunda parte do jogo, Carrillo deu o lugar a Gonçalo Guedes e o Benfica acelerou. Logo na primeira ofensiva à baliza de Patrick, chegou o golo. Zivkovic bateu o canto e Mitroglou fez o golo de cabeça.

O internacional grego não se ficou pelo golo e a 10 minutos do fim bisou ao converter uma grande penalidade. O segundo golo do jogo desorientou a equipa do Real SC que tentava igualar a partida. Antes do final ainda houve tempo para Raúl Jiménez marcar. O avançado mexicano tinha entrado pouco antes e, praticamente na primeira vez que tocou na bola, fechou o resultado.

Esta vitória do Benfica garante uma vaga nos quartos de final da Taça de Portugal. A prova 'rainha' do futebol português é um dos objetivos da equipa de Rui Vitória. O Real SC fica pelo caminho.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

real_Sport_Clube_Benfica.png

O sorteio dos oitavos de final da Taça de Portugal determinou uma visita do Benfica ao Real Sport Clube, do Campeonato de Portugal. Porém, o encontro deverá ser disputado em outro recinto.

Por questões de segurança, é pouco provável que o Benfica jogue no reduto do Real. Estão em análise as alternativas e a resposta será conhecida nas próximas horas.

O Real afastou o Arouca (Liga) e Olhanense (II Liga) para chegar a esta fase da competição. O Benfica venceu 1º de Dezembro e Marítimo.

#RumoAoJamor

Autoria e outros dados (tags, etc)


Taça de Portugal: SL Benfica 6-0 Marítimo

por João Silva, em 20.11.16

Benfica_Maritimo.jpg

A figura: Gonçalo Guedes

O golo marcado, a dois minutos do fim, veio "apenas" coroar a exibição do jogador. Até então já tinha feito o suficiente para ser considerado a figura do encontro, e até podia ter marcado mais cedo, mas preferiu servir Mitroglou para o quarto tento do Benfica. Foi o elemento mais consistente do inspirado ataque benfiquista. Mais do que isso: está cada vez mais consistente a assumir a herança de Jonas.

O momento: goleada iniciada aos 83 segundos

O jogo tinha apenas um minuto e 23 segundos quando o Benfica abriu a contagem. Samaris aproveitou uma hesitação do meio-campo insular e lançou Mitroglou na área, mas este atirou para defesa de Gottardi. A bola sobrou para Patrick, mas este foi desarmado junto à linha de fundo por Salvio, que serviu Cervi para o 1-0.

Benfica_Maritimo_2.jpg

Outros destaques:

Nélson Semedo

Mais uma exibição arrebatadora do lateral encarnado. Intratável. Impressionante a segurança com que sai a jogar, tanto a fugir pela ala como a procurar zonas interiores. Notável o esforço no lance do terceiro golo, a evitar que o passe de Samaris se perdesse pela linha de fundo. O primeiro passe foi intercetado por Patrick, mas à segunda Semedo serviu Mitroglou na perfeição.
 

Salvio

Primeira parte a todo o gás, até pela assistência para o golo de Cervi logo ao segundo minuto. Testou duas vezes a atenção de Gottardi na primeira parte, e ainda teve participação no golo de Pizzi. Já na segunda parte «provocou» o penálti e consequente expulsão de Samuel, antes de dar o lugar a Carrillo.

Mitroglou

O pragmatismo habitual nos dois golos apontados, nos quais praticamente só teve de encostar, tal a qualidade da assistência de Nélson Semedo e Gonçalo Guedes. Mas para aqueles que dizem que o grego está em campo só para isto, registe-se ainda a assistência para o tento de Pizzi. Isto em apenas 57 minutos, que Raúl Jiménez está a precisar de tempo de jogo.

Pizzi

A equipa não esteve tão dependente dele para encontrar o caminho da baliza, mas isso não quer dizer que Pizzi tenha passado ao lado do jogo. Marcou o segundo da equipa, ao minuto 38, e ainda fez a assistência para o sexto e último, de Gonçalo Guedes (88m). Destaque ainda para um passe soberbo a isolar Salvio, que depois atirou para defesa de Gottardi (10m), e um livre direto defendido pelo guarda-redes do Marítimo (35m).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


um passado de glória um futuro de vitória benfica




twiiter

# Classificação 2017/18




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com