Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Após prolongamento, o Benfica perdeu por 3-2 com o Rio Ave na visita a Vila do Conde e foi afastado da Taça de Portugal nos oitavos de final. Numa noite farta em chuva, vento e frio, a equipa benfiquista fechou a primeira parte na frente (0-1, por Jonas), mas o jogo virou-se no segundo tempo, onde até um penálti de Jonas o guardião do Rio Ave parou. Com 2-2, Luisão lesionou-se e o Benfica teve de jogar o prolongamento dos oitavos da Taça de Portugal com 10 jogadores... Veja o resumo aqui.

Rio_Ave_Benfica.jpg

Rui Vitória encarou com naturalidade a eliminação, lembrando que a vida das equipas de futebol é feita de momentos bons e menos bons, mas que é nestes que crescem mais. A Taça de Portugal era um dos objetivos da época, mas o técnico das águias recordou que há outras competições para vencer...

O Benfica publicou esta quinta-feira nas redes sociais uma mensagem motivadora depois da eliminação da Taça de Portugal.

"O momento é de união. Enorme vontade de vencer já este domingo. Já focados em Tondela", pode ler-se no Twitter oficial do clube da Luz.

A equipa de Rui Vitória volta a entrar em campo no Estádio João Cardoso, frente aos beirões, às 20h15 de domingo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Taça de Portugal: Benfica visita o Rio Ave

por João Silva, em 13.12.17

Rio-Ave_Benfica_taça.jpg

O Benfica desloca-se a Vila do Conde para defrontar o Rio-Ave, num dos jogos mais escaldantes dos oitavos de final da Taça de Portugal. Será o segundo encontro da época entre as duas formações, que empataram em Vila do Conde para o campeonato.

A equipa liderada por Miguel Cardoso é uma das sensações da temporada, nem tanto pelo interessante sétimo lugar, mas sobretudo por praticar um futebol arrojado, vistoso e de muita posse. Este é um Rio Ave capacitado para fazer mossa. A equipa tem uma enorme tendência para ter bola e para a trocar com qualidade.

O Benfica chega a esta partida com menor margem de erro. Uma semana depois do fim europeu e após minimizar a ferida com o triunfo diante do Estoril, é tempo de novo teste carregado de exigência e que traz uma certeza: falhar é proibido.

Por isso, de um lado e do outro não são esperadas quaisquer poupanças. O aspeto físico importa para gerir, pois claro, mas o espaço para experiências é muito limitado: é jogo de Taça e não dá para compensações futuras.

Como afirmou Rui Vitória na conferência de imprensa realizada no Estádio da Luz:

Vamos encontrar uma equipa de qualidade e sabemos que uma delas vai ter de ser eliminada. Sabemos que este jogo é fundamental, frente a uma das boas equipas do campeonato, com características muito bem vincadas. Para contrariar isso temos de impor a nossa forma de jogar e olharmos para nós. Vai ser um jogo bem disputado, com uma equipa que circula bem a bola e tem bom jogo interior. Tem jovens de qualidade na frente e joga com as linhas subidas. Vai ser um jogo interessante de seguir. Vai ser complicado para nós e para o Rio Ave”.

O treinador do Benfica convocou 20 jogadores para esta partida que está agendada para as 21h00 de quarta-feira, no Estádio do Rio Ave:

Guarda-redes: Svilar e Bruno Varela;

Defesas: Lisandro, Grimaldo, Luisão, Jardel e André Almeida;

Médios: Fejsa, Filipe Augusto, Samaris, Zivkovic, Salvio, Krovinovic, Pizzi, Cervi, Diogo Gonçalves e João Carvalho;

Avançados: Raúl, Jonas e Seferovic.

 

#CarregaBenfica

#RumoAoJamor

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Segue-se um ciclo de 6 jogos em 22 dias

por João Silva, em 17.11.17

CarregaBenfica.jpg

O primeiro desafio da série acontece já no sábado (18 de novembro), no Estádio da Luz, com a equipa orientada por Rui Vitória a receber o Vitória de Setúbal (18h15) nos 16 avos de final da Taça de Portugal.

A página desportiva vira-se logo a meio da semana que vem, na quarta-feira, dia 22, com o conjunto benfiquista a arriscar em Moscovo as fichas que lhe restam na Liga dos Campeões. Com zero pontos em quatro jornadas, os encarnados avançam para a quinta ronda da fase de grupos da prova milionária, perante o CSKA (17h00), ainda com possibilidades matemáticas de aceder aos oitavos de final... ou de cair para a Liga Europa.

Para o melhor ou para o pior dos cenários na UEFA, a equipa benfiquista necessitará sempre de somar por vitórias as duas partidas que tem por diante, sendo ainda indispensável a ajuda do Manchester United, que terá de bater Basileia e CSKA.

De regresso a Portugal, o Benfica encara nova frente competitiva: a Liga NOS. No Estádio da Luz, o Tetracampeão volta a encarar o Vitória de Setúbal (20h15), na circunstância em partida referente à 12.ª jornada do campeonato, a 26 de novembro.

No primeiro dia de dezembro, sexta-feira, feriado, as águias enfrentam o seu primeiro clássico na temporada: no Estádio do Dragão, diante do FC Porto (20h30), em jogo da 13.ª ronda da Liga NOS.

A derradeira jornada da Liga dos Campeões, para o Benfica, está marcada na agenda para o dia 5 de dezembro, uma terça-feira. No Estádio da Luz, os encarnados batem-se com os suíços do Basileia (19h45).

O ciclo de seis jogos, quatro dos quais em casa, no espaço de 22 dias termina a 9 de dezembro, no Estádio da Luz, com o Benfica a defrontar o Estoril (18h15), na 14.ª jornada da Liga NOS.

ciclo de 6 jogos.jpg

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4.ª eliminatória da Taça de Portugal

por João Silva, em 19.10.17

Taça_de_Portugal.jpg

O V. Setúbal é o próximo adversário do Benfica na Taça de Portugal. Assim ditou o sorteio da 4.ª eliminatória ontem realizado na Cidade do Futebol. A partida ficou agendada para 19 de novembro, no Estádio da Luz. Veja a grelha de jogos completa aqui e recorde todos os duelos com os sadinos na prova aqui.

#RumoAoJamor

Autoria e outros dados (tags, etc)

Com apenas um triunfo nos últimos seis jogos e dois nos derradeiros oito, o conjunto de Rui Vitória inicia a defesa do título conquistado na época passada, num trajeto concluído com uma vitória por 2-1 sobre o Vitória de Guimarães, no Jamor.

Mesmo em "crise" de resultados, o tetracampeão nacional em título e atual terceiro colocado da I Liga é claramente favorito a seguir em frente, face a um clube algarvio que em 2013/14 estava no escalão principal e agora é do terceiro.

A formação algarvia segue no terceiro lugar da Série E do Campeonato de Portugal, atrás de Farense e Oriental, após seis jornadas.

Rui Vitória perspetivou o desafio com o Olhanense, a contar para a 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, que terá lugar no Estádio Algarve às 19h00 deste sábado.

"Temos de ser uma equipa forte, pois podemos ter problemas. Foco total e começar este ciclo com uma vitória”.

Espero um jogo típico de Taça de Portugal. É a primeira eliminatória em que participamos de uma competição em que a grande maioria dos clubes gosta de participar. Vamos começar o trajeto numa prova em que somos detentores do troféu frente a um adversário com qualidade, que joga no Campeonato de Portugal, mas que joga de forma organizada, que se vai querer mostrar num palco diferente do que está habituado"

#RumoAoJamor

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Após a paragem para os compromissos das seleções, regressa a competição de clubes com a 3.ª eliminatória da Taça de Portugal.

Para Rui Vitória o Benfica arranca uma série de jogos importantes com pouco intervalo e é natural que haja alguma rotatividade. “O jogo com o Olhanense insere-se neste ciclo que vamos iniciar agora. Vão jogar os futebolistas que têm capacidade para dar resposta e que sirvam os interesses da equipa, tendo em conta o ciclo que aí vem, com pouco intervalo entre os jogos. Queremos ganhar o jogo e passar a eliminatória”, reforçou.

Mesmo privado de alguns atletas do plantel, o treinador do Benfica está confiante com o que se segue. “Estamos prontos para a competição que aí vem. Fizemos um bom trabalho nestes dias e sinto os jogadores cada vez mais preparados para as partidas que se seguem. Vamos ter muita vontade já para o próximo jogo”, vaticinou, não deixando de completar: “Esperamo-nos apresentar muito bem. Trabalhámos com um grupo que me agradou. Não houve lesões… As expectativas são muito boas. Queremos começar este novo ciclo a vencer.” Leia mais aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Taça de Portugal: Benfica em Olhão

por João Silva, em 28.09.17

No sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal, a primeira que contou com a participação das equipas da I Liga, o  Benfica viu a sorte ditar-lhe uma deslocação a Olhão, para defrontar o Olhanense, actualmente segundo classificado da Série E, do Campeonato de Portugal.

Esta eliminatória está agendada para 15 de Outubro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os tetracampeões venceram o Vitória de Guimarães, por 2-1, na final da Taça de Portugal. Raúl Jiménez e Salvio assinaram os golos encarnados, Zungu reduziu pelos vimaranenses.

taca_portugal_benfica_2017.jpg

Após 45 minutos de grande equilíbrio, em que a melhor oportunidade de golo pertenceu ao Vitória de Guimarães, o Benfica resolveu a final em cinco minutos, com golos de Raúl Jiménez e Salvio.

O triunfo encarnado começou a ser construído aos 48 minutos. Miguel Silva não segurou o remate de Jonas e, na recarga, Raúl Jiménez desviou, com um toque subtil, a bola para golo. Depois, Salvio cabeceou sem hipótese de defesa, após cruzamento de Nélson Semedo, para o 2-0.

Com dois golos de desvantagem, o Vitória de Guimarães não atirou a toalha ao chão e arriscou no ataque. Um risco que viria a ser premiado aos 78 minutos, já depois de Jonas ter cabeceado à trave. Raphinha marcou o canto e Zungu, solto de marcação, cabeceou tranquilamente para golo. A discussão do resultado voltou a ficar relançada, mas o Benfica segurou a vantagem e celebrou mais uma conquista no Jamor.

Taça_de_Portugal_Raul_Jimenez.jpg

O Benfica conquistou a Taça de Portugal pela 26.ª vez e celebrou a 11.ª "dobradinha" do historial.

#CarregaBenfica

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica nas meias-finais da Taça de Portugal

por João Silva, em 19.01.17

O Benfica carimbou o passaporte para as meias-finais da Taça de Portugal após derrotar, no Estádio da Luz, o Leixões, por 6-2.

Sempre por cima na partida, com maior posse de bola e conseguir jogar em futebol apoiado e à largura, o Benfica criou sérias dificuldades à defesa e ao meio-campo leixonense que nunca conseguiu parar o futebol Benfiquista, mormente nos últimos 30 metros. Ao intervalo, o resultado era de 3-1 e só pecava mesmo por escasso, pois as águias colecionaram uma série de oportunidades a juntar aos três tentos. A mais flagrante aos 16 minutos. André Almeida centrou, a bola sobrou para Zivkovic que quase inaugurou o marcador.

O primeiro surgiu então ao minuto 21. A defesa do Leixões cortou o esférico para a entrada da área e Pizzi, na passada, bateu Assis pela primeira vez no jogo.

Benfica_Leixões 2.jpg

O camisola 21 esteve perto de bisar aos 24’, mas o remate saiu por cima após bom trabalho de Carrillo na esquerda.

O Benfica ia controlando a partida com o Leixões a sentir complicações em sair a jogar com a bola dominada. Adivinhavam-se mais golos e o mesmo aconteceu aos 31’. André Almeida apontou o primeiro pela equipa principal – marcara já pela B – num lance em que parece ter a intenção de cruzar. A bola descreveu uma curva que traiu o guarda-redes do Leixões.

Benfica_Leixões 1.jpg

A perderem por 2-0 na Luz, os comandados por Daniel Kenedy perderam algum discernimento e também o esférico, como aconteceu aos 38 minutos. Aproveitou o erro Nélson Semedo que assistiu Mitroglou. O grego não marcou por mero azar, mas Jonas terminou a jogada com o 3-0. Aqui e ali, o Leixões conseguia colocar quatro ou cinco homens no ataque e numa dessas incursões reduziu o marcador por Porcelis (43’).

Na segunda parte, a postura mais ofensiva do Leixões surpreendeu os da Luz, sem que o perigo parasse de rondar a baliza de Assis. Aos 47 minutos, Jonas descobriu Mitroglou na área com o grego a cabecear à barra. Volvidos poucos minutos, 55’, Mitroglou apareceu na cara de Assis, com o guardião a sacudir para canto. O golo parecia não querer nada com o camisola 11 que insistiu e faturou mesmo aos 59’ de grande penalidade. Pouco depois, à passagem do minuto 67, Porcelis bisou, mas o Benfica não se ficou e respondeu com quinto tento aos 71’ por Mitroglou após maravilhoso trabalho de Zivkovic na direita.

Benfica_Leixões 3.jpg

Já nos descontos, Mitroglou completou o "hat-trick" ao finalizar uma jogada elaborada por Carrillo no corredor esquerdo.

Nas meias-finais, o Benfica enfrenta o Estoril a duas mãos. O primeiro desafio será no Estádio António Coimbra da Mota, na Amoreira.

Fonte: SLBenfica.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Benfica_Leixões.png

O Benfica procura esta quarta feira regressar três temporadas depois às meias-finais da Taça de Portugal de futebol, recebendo o Leixões, da II Liga.

O adversário dos Tricampeões Nacionais já deixou pelo caminho quatro adversários na Taça de Portugal – Pedras Rubras, Merelinense, Oriental e, uma equipa da I Liga, o Tondela. Nesta última eliminatória, no Estádio do Mar, Kenedy já era o treinador e os golos de Chiquinho e Wellington garantiram o triunfo, por 2-1.

O Leixões é um histórico do futebol luso e conta com vários êxitos, dos quais se destaca a vitória na Taça de Portugal frente ao FC Porto no ano de 1961. Somou ainda várias presenças na Taça UEFA e uma na Taça das Taças onde atingiu os quartos de final da competição.

Por seu lado, o SL Benfica tem como um dos objetivos para a época regressar a uma final da Taça de Portugal. A última vez que esteve no Jamor foi em 2013/14 e venceu o Rio Ave, por 1-0. Na presente edição da prova deixou pelo caminho o 1.º Dezembro, o Marítimo e o Real SC.

De referir que Benfica e Leixões já se defrontaram em seis épocas para a Taça de Portugal. Em sete jogos realizadas (dois numa meia-final a duas mãos) as águias venceram quatro, empataram dois e sofreram uma derrota, com 17 golos marcados e sete sofridos. O Benfica seguiu em frente em cinco ocasiões, mas a última recordação não é positiva com a eliminação, em 2008/09, no Estádio do Mar, após a marcação de grandes penalidades.

O vencedor do encontro da Luz vai defrontar o Estoril-Praia, que na terça-feira bateu a Académica, da II Liga, por 2-1. A 1.ª mão das meias-finais está prevista para 1 de março e a 2.ª para 5 de abril.

#RumoAoJamor

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


um passado de glória um futuro de vitória benfica

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2017/18




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com