Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Liga dos Campeões: SL Benfica 0-2 Basileia

por João Silva, em 06.12.17

A campanha infeliz dos tetracampeões nacionais terminou como começou, somando o sexto desaire no mesmo número de jogos com apenas um golo apontado e catorze sofridos.

Além do último lugar do grupo A, que já estava confirmado à entrada para esta derradeira ronda, o Benfica entrou para história pelos piores motivos, passando a ser a equipa portuguesa com pior registo na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Já sem qualquer objectivo europeu pela frente, a não ser a salvação da honra depois de uma campanha muito aquém do expectável para um campeão nacional e cabeça de série, o Benfica apresentou-se com várias alterações no onze, confirmando-se a estreia a titular de João Carvalho, num meio campo ainda composto por Samaris e Pizzi.

Jardel e Pizzi foram mesmo os únicos sobreviventes do clássico com o FC Porto, sendo que Svilar regressou à baliza e Lisandro López rendeu o capitão Luisão no centro da defesa.

Neste último jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões, Rui Vitória quis dar oportunidade a alguns dos jogadores menos utilizados, estipulando como objectivo um triunfo na despedida. O propósito do Benfica, no entanto, não foi conseguido: o campeão suíço impôs-se pela força e eficácia do contragolpe, deixando as águias sem pontos no fecho das contas do Grupo A.

No final da partida o treinador do Benfica afirmou que "Não é por este jogo que vou criticar os jogadores. Houve prestações razoavelmente positivas, é evidente que não ganhámos, tentámos ir à procura do resultado, mas o Basileia foi muito eficaz. Em dois ou três lances fez dois golos. Houve quem aproveitasse mais outros nem tanto, mas é como os outros jogos. Jogámos com uma equipa jovem, os miúdos somaram minutos e nisso ganhámos".

Agora, resta à equipa de Rui Vitória focar-se objectivamente nas competições internas. É aí que temos que nos focar, não há outra forma. Ganhar já no sábado ao Estoril. Mostrar empenho na conquista do penta campeonato.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

youth_league_Benfica_Basileia.jpg

No Caixa Futebol Campus, o Benfica, finalista em 2013/14 e 2016/17, estava obrigado a vencer para manter esperanças de apuramento para o play-off, mas não foi além do nulo, caindo pela primeira vez na fase de grupos da prova.

Com este empate, o Basileia assegurou a presença nos oitavos de final, com 11 pontos, mais três do que o Manchester United, quatro do que o Benfica e oito do que o CSKA Moscovo, que ainda hoje defronta os red devils, que vão disputar o play-off.

Este encontro ficou ainda marcado com alguma polémica no último lance do jogo, aos 90+4 minutos, João Félix rematou forte à entrada da área, com a bola a bater na barra e depois dentro da baliza dos suíços, mas o árbitro italiano Marco Guida não validou o golo.

Contudo, esse golo podia nem ter chegado ao Benfica para chegar ao play-off, pois em caso de triunfo teria de esperar por uma derrota do Manchester United em casa frente ao CSKA Moscovo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Goleada na champions: "È olhar em frente"

por João Silva, em 29.09.17

A goleada de 5-0 sofrida pelo Benfica em Basileia entrou diretamente para o lote das maiores humilhações do clube da Luz nas competições europeias. Foi o segundo resultado mais desnivelado sofrido pelos encarnados, igualando o score de um jogo com o Borussia Dortmund em 1963-64, na Taça dos Campeões Europeus.

A exibição e o resultado no terreno do octocampeão suíço fizeram recordar a noite de 25 de novembro de 1999, quando o Benfica sofreu o maior vexame europeu, ao ser derrotado por 7-0 no terreno do Celta de Vigo, na primeira mão da terceira eliminatória da Taça UEFA. Dessa equipa orientada por Jupp Heynckes faziam parte estrelas como João Pinto, Nuno Gomes e Poborsky, que foram incapazes de travar o vendaval ofensivo do ex-benfiquista Mostovoi, Karpin e companhia.

Paulo Madeira alinhou no centro da defesa nessa noite negra de Vigo, fazendo dupla com o brasileiro Ronaldo. Foi um desafio que naturalmente nunca mais esqueceu. "Foi um jogo muito mau e passados tantos anos ainda me custa falar do que aconteceu. Perder é sempre mau para o Benfica, mas ter uma derrota por esses números acaba por fazer perdurar a memória nos adeptos, como se vê pelo facto de já terem passado tantos anos e as pessoas ainda se lembrarem", começa por referir ao DN.

E afinal de contas, tendo em conta a experiência de há 18 anos, como podem os jogadores superar um resultado tão traumatizante como esse e o de Basileia? "É tentar esquecer o mais rapidamente possível e ter o pensamento no próximo jogo. Pode não ser fácil, mas os jogadores têm de se mentalizar que esse mau jogo já passou e necessitam de olhar em frente", defende. Paulo Madeira coloca de lado qualquer questão relacionada com falta de atitude, sublinhando que "os jogadores são sempre os primeiros a querer ganhar e certamente fizeram tudo o que podiam, mas há noites assim, tal como há noites em que tudo sai bem e se consegue ganhar por margens muito dilatadas sem que se tenha merecido".

Andrade também jogou os 90 minutos de Vigo, jogo que não quer recordar. "Peço desculpa, mas não vou falar de algo que não quero lembrar. Posso é falar de como os jogadores do Benfica devem dar a volta ao resultado. Não tenho a mínima dúvida de que quem joga num clube destes tem de estar preparado para a enorme pressão dos adeptos e da imprensa quando as coisas não correm bem. Por isso, têm é de trabalhar para inverter a situação e estar ansiosos pelo jogo com o Marítimo, no domingo, no qual acho que irão dar uma boa resposta", antevê.

De resto, apesar da pesada derrota em Basileia, do último lugar no grupo da Champions e do terceiro posto no campeonato, a cinco pontos do FC Porto, Andrade recusa-se a falar em crise. "Isso é uma palavra muito forte. O Benfica é tetracampeão! Concordo com Rui Vitória: quem está em crise é quem não ganha há muito tempo", defende, ficando uma das grandes diferenças entre esse 7-0 de Vigo e o 5-0 de Basileia: o contexto. Ler mais.

Fonte: dn.pt

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Champions: Basileia-Benfica

por João Silva, em 27.09.17

O Benfica defronta o Basileia no Estádio St. Jakob Park, a partir das 19h45, em jogo da segunda jornada do grupo A, da fase de grupos da Liga dos Campeões, com os encarnados a quererem retificar o desaire do jogo inaugural frente ao CSKA de Moscovo.

A equipa do Benfica apresenta-se na máxima força. Rui Vitória tem pela primeira vez esta época a folha de lesionados limpa pelo que pode tomar as opções que entender mais eficazes para abordar o desafio.

A provável titularidade do defesa Rúben Dias e a opção por Seferovic ou Raúl Jiménez na frente de ataque são as principais dúvidas que podem existir sobre o “onze” que vai iniciar a partida.

Na conferência de imprensa de antevisão da partida, Rui Vitória lembrou que, nesta fase de grupos, há cinco finais pela frente e deixou de existir margem de erro, ao mesmo tempo que revelou que a sua equipa sabe o que vai encontrar e a forma como tem de ganhar o jogo.

No histórico dos confrontos entre as duas formações regista-se a realização de dois jogos com uma vitória para o Benfica e um empate.

A equipa do Benfica deverá ser apoiada por dez mil adeptos.

#CarregaBenfica #Juntos #SejaOndeFor 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Onda vermelha a caminho de Basileia

por João Silva, em 27.09.17

adeptos-benfica_Basileia.jpg

Promete ser uma verdadeira invasão de adeptos do Benfica a Basileia, de forma a que a equipa de Rui Vitória se sinta no St. Jakob-Park como se estivesse a jogar no Estádio da Luz.

São muitos os apoiantes encarnados residentes um pouco em toda a Europa central que esta quarta-feira, chegarão a uma das principais cidades suíças para marcar presença num jogo de capital importância para a equipa de Rui Vitória na Liga dos Campeões.

Ao certo, é impossível prever quantos benfiquistas estarão no estádio. Em 2011, foi um mar vermelho que deixou espantados os responsáveis suíços. Nas várias casas do Benfica a expectativa é a mesma de sempre: a onda vermelha vai assegurar o apoio habitual.

 

#Juntos #SejaOndeFor

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


um passado de glória um futuro de vitória benfica

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2017/18




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com