Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Entrada forte do Benfica com ascendente até aos dez minutos iniciais, mas a partir daí tudo mudou, pois Teo Gutierrez marca o primeiro golo (com alguma sorte à mistura – Júlio César defendeu contra os pés do colombiano) e coloca os “leões” em vantagem.

A perder, o Benfica tentou reagir mas a única coisa que conseguiu foi uns tímidos ataques que não deram em nada, pois a defesa do Sporting resolvia com facilidade todas as iniciativas dos “encarnados”.

Benfica_sporting_1.jpg

Aos 20 minutos, nova iniciativa de ataque do Sporting e novo golo, desta vez por intermédio de Islam Slimani, que cabeceou para o fundo das redes, depois de um cruzamento de Jefferson.

Com o segundo golo leonino, o Benfica ficou muito nervoso e começou a perder muitas bolas no meio-campo, situação que o Sporting aproveitava para lançar “venenosos” contra-ataques.

Aos 36 minutos, o Sporting materializava o seu grande ascendente com o 3º golo, apontado por Bryan Ruiz.

Pouco depois, o árbitro Carlos Xistra apitou para o intervalo.

Na segunda parte, o Benfica tentou dar a volta aos acontecimentos, com a entrada de Fejsa para o lugar de Eliseu, mas a estratégia não deu resultado, pois o sérvio viu o cartão amarelo logo aos 46 minutos e um quarto-de-hora depois já estava a pedir a substituição devido a um problema muscular.

Entrou Pizzi para o lugar de Fejsa, mas nada melhorou, já que o Benfica continuava com dificuldades em chegar ao último reduto leonino, e o Sporting defendia bem a larga vantagem.

Benfica_sporting_2.jpg

Um dos últimos lances (atraso de Luisão para a sua própria baliza, que estava deserta, obrigando Júlio César a um sprint vigoroso) mostrou bem aquilo que foi o derby durante os 90 minutos: um Benfica nervoso e a cometer muitos erros, perante um Sporting calmo e muito eficaz.

Nos últimos 10 minutos, Nico Gaitán e Mitroglou caíram dentro da grande área, mas o árbitro mandou seguir com o lance em ambas as situações, pois na primeira considerou “carga de ombro” de João Pereira e na segunda entendeu que o grego simulou a queda e por isso viu cartão amarelo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



um passado de glória um futuro de vitória benfica

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2017/18




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com