Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Rui Vitória antevira um desafio complicado, face a um adversário atrevido… mas avisou que os seus jogadores “iam deixar a pele em campo” com um único objetivo em mente, a vitória, pois claro!

Início muito prometer, com um Benfica personalizado a marcar logo nos minutos inaugurais.

Minuto 3’, Pizzi – de calcanhar - assiste Jonas que, primeiro remata à figura de Cássio, mas à segunda, depois de um ressalto em Gonçalo Guedes, atira sem hipóteses para o primeiro golo da tarde… e o 12.º na sua conta pessoal.

Benfica_Rio-Ave_1.jpg

No lance seguinte, as “águias” poderiam ter dilatado a vantagem, mas o remate de Renato Sanches passa a centímetros do poste.

Bom jogo, bem disputado… mas o golo do empate chegaria antes do primeiro quarto de hora.

Lisandro faz falta à entrada da área sobre Renan Bressan. Na cobrança do livre, o médio brasileiro remata de forma irrepreensível, a fazer a bola entrar junto ao poste direito da baliza, sem qualquer hipótese para Júlio César. Estava reposta a igualdade, à passagem do minuto 13.

Benfica_Rio-Ave_3.jpg

Segunda metade com o Benfica a controlar, face a um Rio Ave organizado e a espreitar o contra- golpe. Mitroglou, Jonas e Pizzi bem tentaram a sorte, mas Cássio respondeu sempre à altura. 

Perante 45955 nas bancadas da Luz, Rui Vitória fez entrar Fesja, Carcela e Raúl com as “águias” instaladas no meio campo adversário em busca dos três pontos.

No tudo por tudo final, Renato Sanches (76’) avisou… e, aos 81’, o golo da justiça! Cruzamento com conta, peso de medida de Carcela, com Jonas a cabecear mortífero para a vantagem! 

Benfica_Rio-Ave_2.jpg

Grande momento na Luz.

Dois minutos depois foi a vez do brasileiro assistir Raúl que, na cara de Cássio, atirou sem hipótese para o 3-1 final!

O SL Benfica alinhou de início com Júlio César; André Almeida, Lisandro, Jardel e Eliseu; Samaris (Fejsa, 45’), Pizzi, Gonçalo Guedes (Carcela, 59’) e Renato Sanches; Jonas e Mitroglou (Raúl, 69’).

Com este resultado, o Benfica ocupa o 3.º lugar da classificação, soma 31 pontos, fruto de dez vitórias, um empate e três derrotas, com 34 golos marcados e dez sofridos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



um passado de glória um futuro de vitória benfica


twiiter

# Classificação 2016/17




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com