Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Justiça Portuguesa no seu melhor!

por João Silva, em 21.10.08

O juiz de instrução criminal do Tribunal de Gondomar decidiu não mandar Pinto da Costa a julgamento por crime de corrupção desportiva activa, no âmbito do jogo Nacional-Benfica, da época 2003/04, investigado no Apito Dourado.

Esta decisão do magistrado Pedro Miguel Vieira foi ao encontro da posição do Ministério Público que, apesar de ter acusado o presidente do F. C. Porto e mais três arguidos, considerou que, na fase de instrução, terão ficado afastadas as suspeitas - pelo menos “instalada a dúvida” -, sobre a conduta de Pinto da Costa.

Em causa estavam alegadas manobras junto do árbitro Augusto Duarte a fim de prejudicar o Benfica naquele encontro, que perdeu por 3-2 com a equipa madeirense.

Por outro lado, nenhum dos outros três arguidos, Rui Alves (presidente do Nacional da Madeira), António Araújo (empresário de jogadores) e Augusto Duarte (árbitro) foi pronunciado para ir a julgamento.

O juiz de instrução criminal considerou que o envolvimento do presidente do F. C. Porto indiciado em escutas telefónicas de terceiros (em especial António Araújo) pode ser, de facto, justificado pelas transferências de jogadores que, naquela época, estavam a ser tratadas entre o clube portista e o clube madeirense, designadamente Paulo Assunção e Rossato.

Pedro Miguel Vieira disse, até, que Pinto da Costa nem deveria ter sido acusado. “Não existem indícios suficientes agora, nem existiam já no final da fase de inquérito”, disse o juiz, que considerou ainda “ridícula” a ideia de que Augusto Duarte poderia deixar-se comprar em troca de um bilhete para um jogo de futebol, F. C.- Porto-Manchester United.

Dos três processos relacionados com corrupção desportiva de que Pinto da Costa foi acusado, apenas um (Beira Mar- F. C. Porto) está para julgamento. No outro (FC Porto-Estrela da Amadora), o juiz do Tribunal de Instrução Criminal do Porto arquivou. Mas o Ministério Público recorreu para o Tribunal da Relação do Porto.

No final da sessão de hoje, Gil Moreira dos Santos, advogado de Pinto da Costa, fez apenas um comentário: “Está a chegar aos tribunais a lei de Mousinho da Silveira que acabou com o Morgadio”, disse, sobre uma acusação que foi efectuada por uma procuradora do Ministério Público do Funchal.

A equipa especial do Apito Dourado, coordenada por Maria José Morgado, elaborou as acusações dos outros dois casos: F. C. Porto-Estrela da Amadora e Beira Mar-F. C. Porto.

JN

 

Saudações Benfiquistas.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



um passado de glória um futuro de vitória benfica




twiiter

# Classificação 2017/18




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com