Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Retrospectiva 2010: Futebol

por João Silva, em 04.01.11

 

O ano futebolístico do Benfica foi claramente marcado pela conquista do título nacional, algo que nos fugia havia já quatro longas temporadas. Ninguém esquecerá tão cedo aquele dia 9 de Maio, quando recebemos e vencemos o Rio Ave, dando então começo a uma noite de festa de arromba por todos os cantos do mundo lusófono.

 

Mais do que a vitória em si, a forma eloquente como foi conquistada, o magnífico futebol praticado, a diferença esmagadora cavada para os tradicionais rivais (apenas disfarçada por um surpreendente Sp. Braga), trouxeram-nos de volta uma ideia de Benfica sob a qual muitos de nós nasceram e cresceram: um Benfica de classe, superior a tudo e a todos, capaz de galvanizar plateias e de arrasar opositores. Ou seja, um Benfica verdadeiramente “à Benfica”.

 

Tratou-se, de facto, de um triunfo inesquecível,daquela que foi, porventura, a mais empolgante equipa benfiquista, e uma das mais empolgantes do futebol português lactu

sensu, nas últimas décadas. Com uma defesa de betão, onde a sobriedade e a eficácia de Luisão contrastaram com o estilismo de David Luiz, e onde o pulmão e a raça de Maxi Pereira complementaram a acutilância de Fábio Coentrão; com um meio-campo simultaneamente seguro por um muro chamado Javi García, e criativo por via do inesgotável talento de Pablo Aimar, Ramires e Di María; e com um ataque demolidor, onde Saviola e Cardozo formaram a dupla ideal; com um banco de luxo de onde saltavam craques como os internacionais Carlos Martins, Ruben Amorim ou Nuno Gomes, o Benfica 2009/10 foi uma equipa praticamente perfeita.

 

Os sócios corresponderam, e só por uma vez, em todo o Campeonato, o Estádio da Luz registou afluência inferior a 40 mil pessoas, alcançando uma média global superior a 50 mil.
Se o campeonato se traduziu numa manifestação de total ascendente benfiquista, que dizer da Taça da Liga, competição na qual arrasámos o Sporting em Alvalade (4-1) nas meias-finais, e o FC Porto (3-0) na final algarvia? Concretizámos assim uma espécie de “dobradinha”, cujo merecimento acabou por ser reconhecido por todas as pessoas de boa fé no nosso país.

 

Só a Liga Europa nos escapou. A necessidade de apostar fortemente na conquista do campeonato retirou-nos a frescura e a clarividência que as fases mais adiantadas da competição europeia exigiam, e o sorteio também não nos foi muito simpático quando, com Standard de Liege,Fulham ou Wolfsburgo ainda em prova, nos pôs pela frente o experiente Liverpool - com o qual discutimos a passagem às meias-finais até aos últimos dez minutos do desafio da segunda-mão. Ainda assim ficou a marca de uma presença bastante positiva, onde caíram alguns recordes, nomeadamente de número de jogos, de vitórias e de golos obtidos numa só temporada internacional.

Óscar Cardozo foi o melhor marcador de uma prova da qual a grandiosa vitória em Marselha terá sido o ponto mais significativo.

 

Em 2011 há muitas coisas para ganhar, e há ainda espaço para reavivar o espírito da época transacta.
Assim a equipa consiga voltar à regularidade exibicional que marcou os primeiros seis meses do ano, e assim os benfiquistas lhe continuem a emprestar o apoio de que sempre mostraram ser capazes.

 

Fonte: Jornal "O Benfica"

Autoria e outros dados (tags, etc)



um passado de glória um futuro de vitória benfica

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2017/18




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com