Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Benfica venceu o Paços de Ferreira por 1-0 e fechou o ano desportivo de 2016 da melhor forma. O único golo da partida foi marcado por Franco Cervi na primeira parte e foi o suficiente para garantir a vitória na primeira jornada da fase de grupos da Taça da Liga.

Jardel e Celis foram as únicas alterações no onze inicial num jogo em que o Benfica demonstrou sempre o favoritismo que lhe era atribuído. Entrou mais forte, a beneficiar de quatro cantos nos primeiros oito minutos e das primeiras oportunidades de golo. Primeiro Cervi, a tentar a sorte de pé esquerdo, mas com a bola a sair por cima da baliza de Mário Felgueiras; e depois Celis, com um remate poderoso para a excelente intervenção do guarda-redes pacense.
Aos 16’, outra vez Mário Felgueiras a negar o golo, desta vez a Rafa que tinha entrado na área isolado depois de um grande passe do mexicano Raúl.

Benfica_Paços_de_Ferreira 1.jpg

Benfica_Paços_de_Ferreira 2.jpg

Ederson foi um mero espectador até ao intervalo, mas Mário Felgueiras voltou a ter trabalho quando a bola chegou a Jiménez, num contra-ataque conduzido por Gonçalo Guedes. Só que a recepção saiu mal ao mexicano e o remate não perturbou o guarda-redes. Porém, a insistência das águias deu frutos aos 39’, quando Cervi inaugurou o marcador. Tudo começou num bom passe de Rafa para André Almeida, que na esquerda ofereceu o golo a Gonçalo Guedes — o remate foi cortado por Miguel Vieira sobre a linha de baliza, mas na recarga o argentino atirou para o fundo da baliza pacense.

Benfica_Paços_de_Ferreira 3.jpg

Benfica_Paços_de_Ferreira 4.jpg

Após ter sido inofensivo na primeira parte, o Paços melhorou no segundo tempo. Jardel fez um excelente corte a evitar que Ricardo Valente criasse perigo (51’) e Gleison ameaçou, mas Ederson estava atento (81’). O Benfica controlou os acontecimentos e Rui Vitória ainda conseguiu aproveitar para dar minutos a Jonas e André Horta, ambos a regressar de lesões.

Benfica_Paços_de_Ferreira 5.jpg

Benfica_Paços_de_Ferreira 6.jpg

Um destaque para Cervi. Marcou um golo e esteve em bom plano no jogo contra o Paços de Ferreira. Rápido nos processos ofensivos foi uma seta apontada à baliza defendida por Mário Felgueiras. Apesar de só ter chegado à Europa este ano, o extremo vai mostrando que está a ter uma boa adaptação ao futebol europeu.

Com esta vitória o Benfica assume a liderança do grupo D da Taça da Liga à condição. O Tricampeão Nacional regressa em 2017, precisamente com mais um jogo da Taça CTT. A 2.ª jornada disputa-se no dia 3 de janeiro, no Estádio da Luz, diante do FC Vizela.

Venha 2017.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais um feito inédito de Rui Vitória

por João Silva, em 30.12.16

Benfica_44_vitórias.jpg

Ao bater o FC Paços de Ferreira no último jogo do ano de 2016, o Benfica igualou o recorde máximo de vitórias de sempre num ano, um recorde nacional partilhado com o FC Porto.

As águias chegaram às 44 vitórias no ano civil de 2016, o mesmo número que os dragões conseguiram no ano de 2010 sob o comando de Jesualdo Ferreira, primeiro, e André Villas-Boas, depois.

Num olhar exclusivo ao presente, o número de triunfos conseguidos pelo Benfica em 2016 só encontra paralelo no FC Barcelona, a outra equipa a ganhar 44 encontros no ano que agora termina.

Um feito com dedo de Rui Vitória. O treinador das águias acaba por se tornar no primeiro português a alcançar tantas vitórias num ano, superando os 42 triunfos de Jorge Jesus em 2014.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Ai está a Taça da Liga

por João Silva, em 29.12.16

Taça_da_Liga.png

O Benfica, vencedor de sete das nove edições da Taça da Liga em futebol, inicia hoje a defesa do título na receção ao Paços de Ferreira.

Este jogo marca o arranque do Grupo D, num embate em que não estará Pizzi, por castigo, e no qual Rui Vitória poderá proceder a mais alterações, sendo provável o regresso de Jonas no onze inicial.

A chamada de André Horta é a grande novidade nos convocados, o jovem médio está recuperado de uma lesão muscular, ele que não joga desde o dia 6 de novembro, no empate do Benfica com o FC Porto no Dragão.

Rui Vitória convocou 20 jogadores:

Guarda-redes: Ederson e Paulo Lopes;

Defesas: Nélson Semedo, Luisão, Lindelöf, Jardel, Lisandro e André Almeida;

Médios: Fejsa, Samaris, André Horta, Cervi, Celis, Rafa, Carrillo e Zivkovic;

Avançados: Mitroglou, Jonas, Gonçalo Guedes e Raúl.

O jogo entre o Benfica e o Paços de Ferreira está marcado para às 21h15 desta quinta-feira, na Luz. Fábio Veríssimo, da Associação de Futebol de Leiria, foi o árbitro nomeado para dirigir o encontro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica, o "Rei" das goleadas em 2016

por João Silva, em 28.12.16

jonas_e_mitroglou.jpg

O Benfica teve um 2016 de sonho. Sagrou-se tricampeão, algo que não acontecia há 31 anos e ainda chegou aos quartos-de-final da Liga dos Campeões, onde deu muita luta ao Bayern Munique.

Além do tri, o conjunto de Rui Vitória conquistou ainda a Taça da Liga, num ano que bateu o recorde de pontos na liga disputada com 34 jornadas (88 pontos) e ainda o recorde de golos (88 marcados). Ao todo, foram 29 vitórias, um empate e quatro derrotas.

Muitos dos 88 golos marcados na Liga surgiram através de goleadas aplicadas aos adversários, numa equipa virada para o ataque, onde pontifica Jonas, o maior goleador do último campeonato.

Marítimo e Moreirense foram as equipas preferidas das águias em 2016. Em três jogos com o Benfica, os madeirenses encaixaram 18 golos, todos com goleadas de seis golos. 6-0 na Liga a 6 de janeiro na Luz, 6-2 na final da Taça da Liga a 20 de maio e 6-0 também na Luz mas para a Taça de Portugal, já esta temporada. O Moreirense perdeu por 6-1 para a Taça da Liga e 4-1 para a Liga, todos na época 2015/2016 e 3-0 em novembro para a Liga.

Ao todo, foram 15 goleadas do Benfica no ano civil de 2016, nove delas na última época e seis já na temporada em curso.

Em termos comparativos, o Benfica goleou por 15 vezes em 2016, o FC Porto aplicou 11 goleadas e o Sporting apenas nove.

Fonte: desporto.sapo.pt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Raul_Gimenez.jpg

Raúl Jiménez, uma das lanças que desbravam o caminho da águia, recebeu O JOGO no Seixal. Em entrevista exclusiva, opta por um discurso pleno de humildade, mas sem perder de vista a ambição de mostrar que o tricampeão tem qualidade para voltar a fazer a festa do título. Para já, passou o Natal na poltrona da liderança sobre uma almofada de quatro pontos de vantagem para o FC Porto, com os cinco golos do mexicano na Liga a revelarem-se decisivos na conquista direta de cinco pontos.

O vosso grande adversário neste campeonato é o FC Porto, o Sporting ou os dois?

-Todos! Não há que tirar mérito ou valor a ninguém. Nuns jogos pode-se pensar que se ganha fácil, mas por vezes esses são os que se tornam mais complicados. Aconteceu-nos na época passada, por exemplo contra a Académica [em Coimbra], onde nos custou imenso ganhar. E ainda agora há pouco tempo se viu algo parecido frente ao Estoril. Há equipas que no papel podem não ser grandes como Benfica, FC Porto ou Sporting, mas todas vão querer dar luta, e muitas organizam-se bem defensivamente, dificultando a nossa entrada na grande área. Temos de jogar contra todos da mesma maneira para ganhar.

Nesta época, o Benfica somou quatro pontos em dois clássicos. Na temporada passada, fez apenas três pontos em quatro clássicos. Como se explica esta melhoria? Competência, mas também sorte?

-Temos de juntar tudo. Lembro-me de que na época passada perdemos em casa do FC Porto nos últimos minutos. Desta vez calhou sermos nós a marcar o golo do empate no fim. Há pormenores que numas ocasiões correm de feição, noutras nem tanto. Na época passada, tivemos alguns descuidos no jogo que perdemos com o Sporting no Estádio da Luz - em 30 minutos sofremos três golos. Percebemos que essas coisas não podem acontecer neste tipo de encontros, e agora fizemo-lo bem.

O Benfica entra em 2017 na frente do campeonato. Os jogadores sentem mais a pressão de liderar ou de perseguir?

-Não tem de haver pressão, mas sim confiança de que somos capazes de nos manter ali. E temos jogadores com qualidade. Esteja no campo, no banco ou na tribuna, qualquer um pode acrescentar um pouquinho do que se precisa para conquistarmos pontos e remarmos para o mesmo lado.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica faz último jogo do ano na Liga

por João Silva, em 21.12.16

Raul_Gimenez.jpg

Benfica e Rio Ave encontram-se no Estádio da Luz, esta quarta-feira, naquele que será o último jogo de 2016 do Campeonato Nacional. Rui Vitória quer terminar o ano com a conquista de mais três pontos.

O Rio Ave é uma equipa que já mostrava qualidade. Agora acertaram o rumo das vitórias e vêm com quatro seguidas – temos essa consciência – mas isso não muda em nada o nosso foco. Sabemos quem vamos encontrar, sabemos a forma de jogar do Rio Ave de jogar, portanto espero um jogo complicado. Mas vamos jogar no Estádio da Luz, no nosso Estádio, com uma moldura humana muito boa e onde é sempre difícil jogar para os nossos adversários. Estamos preparados para o jogo, respeitando sempre muito o adversário”, analisou o treinador em conferência de imprensa realizada no estádio da Luz.

Independentemente do resultado de hoje, o Benfica terminará o ano de 2016 na liderança da Liga NOS. Rui Vitória recusa fazer balanços nesta altura, alertando para o facto de haver ainda muito Campeonato pela frente.

Não gosto de fazer balanços a meio de uma competição, isso é no final. Faltam jogar mais jornadas do que aquelas que já foram jogadas. Qualquer balanço é prematuro. Se é preferível andar à frente? Claro que sim. Mas ainda falta muito. Estamos preocupados apenas connosco, fazendo tudo para somar sempre os três pontos. Em cada jogo é como se voltássemos à primeira jornada”, referiu o técnico.

Com o FC Porto a um ponto, que antecipou a sua partida desta ronda ganhando ao Marítimo (2-1), é fundamental chegar ao final deste ano de 2016 com quatro pontos de vantagem após esta 15.ª jornada.

O histórico de confrontos dá claro favoritismo ao Benfica, que, em 22 jogos em casa para o campeonato frente aos vila-condenses, apenas cedeu quatro empates.

Carrega Benfica!!!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Taça de Portugal: Benfica recebe Leixões

por João Silva, em 20.12.16

O Benfica vai receber o Leixões nos quartos de final da Taça de Portugal.

O sorteio hoje realizado na Cidade do Futebol, em Oeiras, ditou que o vencedor do encontro entre Benfica e o Leixões vai visitar na primeira mão quem sair vitorioso da eliminatória entre o Estoril-Praia e a Académica.

O Desportivo de Chaves ou o Sporting vão jogar em casa do Sporting da Covilhã ou do Vitória de Guimarães no primeiro jogo das meias-finais.

Os quartos de final disputam-se de 17 a 19 de janeiro, enquanto a primeira mão das meias-finais está prevista para 01 de março e a segunda para 05 de abril.

Rumo ao Jamor!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pizzi.jpg

Pizzi foi eleito o melhor jogador do campeonato português nos meses de outubro e novembro, anunciou hoje a Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

O português, de 27 anos, com 21,53% dos votos, destacou-se perante a concorrência do sportinguista Gelson Martins (16,71%) e do avançado do FC Porto André Silva (6,61%).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Rumo ao Jamor!

por João Silva, em 14.12.16

IMG_20161214_223218.JPG

O Benfica assegurou a passagem para os quartos de final da Taça de Portugal, batendo o Real SC por 3-0 com um bis de Mitroglou e um golo de Raúl Jiménez. A formação de Rui Vitória marcou os golos na segunda parte do encontro com a equipa que milita no terceiro escalão do futebol português.

Com alterações na equipa e uma estreia pela equipa principal (Iury Ribeiro) o Benfica foi ao Restelo para garantir a presença na próxima fase. Sem surpresas, os tricampeões nacionais assumiram o jogo frente ao Real SC, mas sem conseguir criar grande perigo à equipa de Filipe Martins. No contra-ataque, a formação de Massamá ia tentando chegar à baliza de Ederson.

Na segunda parte do jogo, Carrillo deu o lugar a Gonçalo Guedes e o Benfica acelerou. Logo na primeira ofensiva à baliza de Patrick, chegou o golo. Zivkovic bateu o canto e Mitroglou fez o golo de cabeça.

O internacional grego não se ficou pelo golo e a 10 minutos do fim bisou ao converter uma grande penalidade. O segundo golo do jogo desorientou a equipa do Real SC que tentava igualar a partida. Antes do final ainda houve tempo para Raúl Jiménez marcar. O avançado mexicano tinha entrado pouco antes e, praticamente na primeira vez que tocou na bola, fechou o resultado.

Esta vitória do Benfica garante uma vaga nos quartos de final da Taça de Portugal. A prova 'rainha' do futebol português é um dos objetivos da equipa de Rui Vitória. O Real SC fica pelo caminho.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Raúl Jiménez foi a referência do Benfica

por João Silva, em 13.12.16

Benfica_Sporting_4.jpg

Raúl Jiménez, autor do segundo golo do Benfica, foi a principal referência da equipa de Rui Vitória no derby do passado domingo. A esmagadora maioria dos passes teve como destinatário o internacional mexicano, que se manteve no onze.

De acordo com os dados da InStat, empresa especializada em análises de jogos, os 46 passes certos foram na direção do camisola 9. Só Ederson, conhecido pela facilidade em colocar a bola a longa distância, serviu 11 vezes o avançado, mais uma do que Nélson Semedo, que fez a assistência para o segundo golo. Do onze, somente Fejsa não solicitou Jiménez.

Os 46 passes para Jiménez ficaram bem acima das 28 vezes em que a bola chegou a Pizzi, habitual organizador de jogo das águias. Este dado deixa perceber a tendência dos tricampeões para o jogo direto no derby, em contraste com as trocas de bola habituais. Assinale-se ainda que Gonçalo Guedes foi o mais preciso, com uma taxa de 93 por cento – falhou 1 um dos 14 passes.
Outro dado importante, além da eficácia na finalização, é que o Benfica foi mais forte em zonas defensivas, onde apresentou elevadas taxas de sucesso nos duelos aéreos, mas também em bolas recuperadas. Pelo contrário, perdeu mais duelos na frente.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



um passado de glória um futuro de vitória benfica




twiiter

# Classificação 2017/18




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com