Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Benfica_Paços de Ferreira_4.jpg

«Olhando para aquilo que são as idades dos jogadores, se alguns já jogam desta forma com esta idade, a tendência é de evolução. Há essa margem de crescimento e de outros jogadores que ainda não jogaram. Estou muito satisfeito com a entrega e a qualidade de jogo. Chegámos a um equilíbrio. Mas os jogadores ainda têm muito para andar e para aprender. Outros que ainda vão chegar vão dar muito à equipa.

Temos sempre um ideal. Acreditamos no nosso trabalho, acredito muito nos meus jogadores. Dá gosto trabalhar diariamente com eles. Mas isto é uma bola de neve. Algo que se vai construindo, cimentando.

É o trabalho, a entrega, a evolução natural das coisas, um clima muito agradável entre toda a gente e o ir para o prazer e não para o emprego. Mas, no futuro, as coisas podem ter outro caminho e cá estarem. Os campeonatos ganham-se em maio e têm de ser construídos jornada a jornada. Vamos até à última jornada jogar como se fosse a primeira e não abdicamos disso.»

Rui Vitória em declarações na sala de imprensa do Estádio da Luz após o triunfo sobre o Paços por 3-0.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estádio da Luz em noite de festa para o arranque da 9.ª jornada da Liga NOS. A Catedral celebrou 13 anos esta semana, e a Família Benfiquista não quis perder o ensejo de assinalar a efeméride, com 52 731 nas bancadas em apoio fervoroso à equipa.

Benfica_Paços de Ferreira_5.jpg

Do outro lado, o 10.º classificado (9 pontos), um Paços de Ferreira orientado por Carlos Pinto que avisou que vinha jogar olhos nos olhos com o Tricampeão… e cumpriu!

Primeiros dez minutos vivos e abertos, com Valente e Pedrinho a testarem Ederson. Cervi e Salvio responderam de pronto e explicaram que este Benfica sabe muito bem o que quer.

Volvido o primeiro quarto de hora, as águias tomaram conta das operações. Linhas coesas, equilíbrio na defesa/ataque, qualidade nos processos, solidez, criatividade e enorme talento.

Antevia-se o golo do Benfica, que acabou por acontecer aos 26 minutos, quando Guedes, num remate estupendo, colocou um ponto final nos movimentos sincronizados de Mitroglou e Cervi, sempre ao primeiro toque. Estava inaugurado o marcador, que atendendo ao que o conjunto de Rui Vitória vinha a produzir, já se justificava.

Benfica_Paços de Ferreira_1.jpg

Em vantagem, o Benfica continuou a carregar em cima dos pacenses, e Mitroglou, Cervi, Salvio e Nélson Semedo tiveram ótimas oportunidades para dilatar o marcador ainda antes do intervalo.

Após o reatar do jogo, o Benfica manteve o dominio do jogo, tinha as melhores oportunidades, jogava um futebol bonito na Luz, mas a vantagem mínima mantinha-se num resultado sempre perigoso.

Finalmente, aos 64’, mais um golo espetacular na Catedral. Pressão imediata, recuperação de bola, Eliseu com um passe magistral rasga toda a frente defensiva dos pacenses, Mitroglou simula e deixa passar para Salvio, vindo de trás, rematar de primeira para o 2-0!

Benfica_Paços de Ferreira_2.jpg

Aos 72’, mais uma daquelas oportunidades que mereciam o golo! Enorme lance ofensivo, com Salvio, primeiro, e Carrillo, depois, a terem nos pés o 3-0.

Até ao apito final, o marcador tornaria a mexer, aos 86’, com o coletivo mais uma vez a produzir (e de que maneira), com Pizzi a sentenciar o score num justíssimo 3-0 final.

O Benfica alinhou de início com Ederson; Nélson Semedo, Luisão, Lindelöf e Eliseu; Salvio, Fejsa (Samaris, 82'), Pizzi e Cervi (Carrillo, 71’); Gonçalo Guedes e Mitroglou (Raúl, 75’).

Benfica_Paços de Ferreira_3.jpg 

Com este desfecho o Benfica passou para 25 pontos à nona jornada - ou seja, o recorde do clube no campeonato português desde que a vitória vale três pontos. E o registo de jogos consecutivos sem perder na Liga aumenta; a última vez que o Benfica perdeu no campeonato foi contra o FC Porto, precisamente o próximo adversário na Liga.

Registo ainda para Salvio, que marcar ao mais um golo, tornou-se no argentino com mais golos na história do Benfica: são 42, mais um do que Gaitán.

Carrega Benfica!

Rumo ao Tetra!!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Reforçar a liderança

por João Silva, em 28.10.16

Mitroglou.jpg

A equipa do Benfica atravessa aquele que é, muito provavelmente, o melhor momento da época. São já seis as vitórias consecutivas para a Liga e apenas dois pontos desperdiçados nas primeiras oito jornadas, o que dá uma vantagem de três pontos para o FC Porto e cinco para o Sporting. Ao ganhar na Luz ao Paços, o Benfica garante que, na pior das hipóteses, sai da jornada seguinte, no Dragão, em igualdade pontual na liderança do campeonato.

Carrega Benfica

Rumo ao Tetra!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Luís Filipe Vieira até 2020

por João Silva, em 28.10.16

Com uma única lista a concorrer ao sufrágio, Luís Filipe Vieira entra no 5.º mandato como presidente do Clube, após vencer estas eleições com 95,52 por cento dos votos (12 503 votantes). Registaram-se ainda 4,48 por cento de votos em branco (693 votantes).

Luis_Filipe_Vieira_1.JPG

Referir que esta é a sexta eleição mais concorrida de sempre no Benfica, com 13 257 associados a exercerem o seu direito nos vários locais espalhados pelo País ou através do site oficial do Clube.

No discurso de posse, Luís Filipe Vieira elogiou os sócios e referiu que «sem eles nada disto seria possível». «Quero saudar o exemplo dos sócios do Benfica deram, com uma única lista de votos poderia haver a tentação de ficar em casa e entender quer não valia a pena participar e entender que fosse qual fosse o nível de votação o resultado seria igual. Não seria. Felizmente não foi isso que aconteceu, deram um exemplo extraordinário no que deve ser a participação dos sócios na vida do clube, os números de afluências às mesas de voto são o sinal da vitalidade e da responsabilidade que assumem a vossa ligação ao Sport Lisboa e Benfica. É sinal de confiança.»

Luis_Filipe_Vieira_2.JPG

Os Sócios votaram por uma opção clara na continuidade.

Votaram na inovação, na sobriedade; na expansão do Clube, no reforço das Casas do Benfica, na aposta na formação, no futebol e nas modalidades; votaram em todos os valores que nos trouxeram até aqui e que fazem parte do ADN do Benfica.

Temos, e é bom que o diga com clareza, de manter a liderança no futebol português.

Vamos continuar a percorrer um caminho que não acaba, que nunca se completa, e é por isso que todos somos importantes.

Continuemos a trabalhar no sucesso do clube e a preparar o futuro do Sport Lisboa e Benfica!

O Benfica sempre se construiu na pluralidade. Nunca se construiu dividindo. Nunca se construiu separando.

E, sempre que estivemos unidos, os resultados apareceram.

Continuemos assim.

Viva o Benfica!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Antevisão ao jogo com o Belenenses

por João Silva, em 23.10.16

Belenenses_Benfica.png

O Benfica tem hoje a oportunidade de voltar a ficar isolado na frente da I Liga de futebol, podendo manter os três pontos para o FC Porto e aumentar para cinco a vantagem sobre o Sporting de Lisboa, caso vença o Belenenses no Restelo.

Rui Vitória em conferência de imprensa, afirmou que espera um oponente complicado, mas quer trazer os três pontos para a Luz.

O Belenenses está com o novo treinador que vai tentando colocar as suas ideias. Tem jogadores novos e outros com experiência. O Belenenses tem qualidade, tem argumentos, o treinador gosta de dividir o jogo. Vão querer ganhar num campo difícil. Temos de estar a um nível elevado. Independentemente do adversário, o nosso foco é ir ao Restelo ganhar”.

A época ainda está numa fase inicial e o Benfica tem sido assolado por lesões. Assim, o técnico admite que ainda há um caminho a percorrer até aos melhores índices. “A equipa ainda tem margem de crescimento. Alguns estão a trabalhar desde o ano passado mas só agora estão a chegar a um nível elevado. Há uma margem de crescimento. Agrada-me ver a evolução. É claro que as coisas não são perfeitas nem aqui nem em lado nenhum. Vamos continuar a melhorar. Primeiro, com a vinda de jogadores que têm estado lesionados e outros que vão somando jogos”.

A equipa de Rui Vitória soma três vitórias consecutivas (cinco se olharmos apenas para a Liga), e no Restelo tem a possibilidade de bater um novo recorde: 16 vitórias consecutivas fora de casa, para o campeonato. A oportunidade de superar o registo do Benfica de Jimmy Hagan entre abril de 1972 e fevereiro de 1973.

Equipa provável do Benfica:

Formação do Benfica.jpg

Outros convocados: Júlio César, Lisandro, Eliseu, André Almeida, Carrillo, Zivkovic, Danilo, Raúl Jiménez e José Gomes

#CarregaBenfica

#RumoAo36

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Voleibol: Benfica conquista a 7ª Supertaça

por João Silva, em 23.10.16

Voleibal_supertaça_2016_2.jpg

Abertura oficial da temporada de voleibol masculino, com o Benfica, vencedor da Taça de Portugal, a superiorizar-se, em todos os aspetos de jogo, ao Fonte do Bastardo, campeão nacional em título, fechando o encontro em apenas três 'sets', com os parciais de 25-18, 25-22 e 25-17.

Logo no primeiro 'set', o Benfica deu a tónica para o que seria o resto do encontro, ao mostrar-se muito forte defensivamente e muito eficaz na concretização, com Zelão e Rafa muito fortes na finalização.

No segundo 'set' a equipa de João José melhorou na eficácia defensiva, criando mais dificuldades na rede ao Benfica, acabando por equilibrar o encontro, mas os comandados de José Jardim continuaram mais eficazes, e venceram por 25-22, no que foi o parcial mais equilibrado.

No 'set' final, o Benfica esteve sempre no comando e foi dilatando a vantagem sobre o seu adversário, fechando o encontro com um parcial de 25-17 e conquistando a sua sétima Supertaça de voleibol masculino.

Voleibal_supertaça_2016_1.jpg

Esta é a 6.ª Supertaça consecutiva do voleibol em sete no total. O Museu Benfica – Cosme Damião está mais rico.

José Jardim feliz: “Temos trabalhado de forma intensa neste início de época para que nos apresentássemos bem na Supertaça. Chegámos em boa forma e com espírito de conquista. Assim conseguimos conquistar a 6.ª Supertaça consecutiva do voleibol do Benfica num total de sete. É um feito bonito”, referiu.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Benfica_conquista_supertaça_hóquei_feminino.jpg

O Benfica venceu este sábado a quarta Supertaça consecutiva de hóquei em patins feminino, ao bater a Académica, por 4-1, em jogo disputado no Pavilhão Municipal de Anadia, Aveiro.

Com este triunfo, a equipa do Benfica reforçou a supremacia no hóquei nacional, tendo conquistado todos os torneios nacionais que disputou nos últimos quatro anos.

Parabéns Gloriosas!!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O extremo do Benfica, Salvio, esteve em destaque, ao apontar o primeiro golo da vitória por 2-0 sobre o Dínamo Kiev.

Golo e exibição diante do Dínamo Kiev: "Graças a deus pude fazer um golo. Estou contente pelo golo e pela vitória. É muito importante. Estamos na luta e temos de continuar assim".

Análise à vitória: "Vínhamos à procura da vitória e sabíamos que ia ser muito difícil, mas entrámos com intensidade e concentrados. Marcámos cedo, na segunda parte igual e fizemos um grande esforço".

Caminho que falta percorrer na Champions: "Estamos na luta, temos três jogos e vamos precisar dos nossos adeptos. Estamos na luta e agora não podemos perder".

Momento de forma individual: "Sinto-me bem e preparado para jogar. Estou aqui para ajudar e sinto-me muito bem. Quero continuar assim".

Fonte: ojogo.pt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Champions: Dinamo Kiev 0-2 SL Benfica

por João Silva, em 20.10.16

O Benfica saiu de Kiev com a missão mais do que cumprida: venceu, conquistou os três pontos e recolocou-se na corrida a um lugar de acesso aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Os argentinos Salvio e Cervi deram expressão ao controle benfiquista nesta partida. Salvio marcou logo aos nove minutos, na marcação de uma grande penalidade, e construiu a jogada que resultou no segundo golo, marcado pelo seu compatriota Cervi, aos 55.

Kiev_Benfica_3.jpg

O Benfica venceu com todo o mérito, tal foi o domínio e o controlo que demonstrou durante quase todas as fases da partida, com um exibição adulta e personalizada.
A formação de Rui Vitória passou por alguns apuros apenas a meio da segunda parte, numa altura em que o Dínamo procurava reduzir e reentrar na partida, mas entrou em cena o guarda-redes Ederson, que somou algumas intervenções de grande nível.

Kiev_Benfica_2.jpg

Para este jogo, Luisão manteve a titularidade e estreou-se na Champions. Pizzi voltou a ser 8 e fez dupla com Fejsa, Guedes manteve-se na frente e Cervi voltou a ser titular.

Destaques
Salvio: está claramente a subir de forma. Foi dos melhores no ataque do Benfica. Marcou o segundo golo na Champions
Gonçalo Guedes: ganhou o penálti que deu o 1-0. Procurou sempre levar o Benfica para a frente. Ganhou muitas faltas e foi importante para a equipa ter bola.
Pizzi: voltou a jogar a 8 e ajudou muito Fejsa na recuperação da bola. Saiu sempre com critério e ajudou a manter a posse quando foi preciso. Está num bom momento.
Ederson: três intervenções decisivas no segundo tempo a negar o golo aos ucranianos em momentos complicados. Ajudou a manter a baliza a zeros.

Com este resultado (e com a derrota do Nápoles com o Besiktas por 2-3), o SL Benfica sobe ao terceiro lugar do grupo B e passa a depender apenas de si próprio para seguir em frente, rumo aos oitavos de final da Liga dos Campeões.

Kiev_Benfica_1.jpg

Rui Vitória fez alinhar: Ederson, Nélson Semedo, Luisão, Lindelöf, Grimaldo, Fejsa, Pizzi, Cervi (82’ Celis), Salvio, Gonçalo Guedes (89’ Eliseu) e Mitroglou (70’ Raúl).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Kiev_Benfica.jpg

O tricampeão português joga esta quarta-feira no reduto do Dínamo de Kiev, em encontro da terceira jornada do grupo B da Liga dos campeões em futebol, ainda há procura do primeiro triunfo.

Depois do empate em casa com o Besiktas (1-1) e a derrota em Nápoles (4-2), o Benfica segue no último posto do agrupamento, com apenas um ponto, e poderá ascender ao segundo posto em caso de triunfo, desde que os turcos não vençam em Itália.

O empate também poderá ser positivo, mesmo que isso possa manter o conjunto de Rui Vitória no último posto do grupo. Em caso de derrota, as contas ficam bem mais complicadas para o Benfica, que, ainda assim, não ficaria de fora das contas do apuramento para os oitavos de final.

Em Kiev, Rui Vitória já pode contar com Jardel, Samaris e Raúl Jiménez, há muito afastados, e ainda com Júlio César e Grimaldo, que estiveram mais recentemente lesionados.

De fora, continuam ainda Jonas, André Horta, Rafa e André Almeida, este o mais recente "reforço" do departamento médico.

Rui Vitória na antevisão deste encontro afirmou que “Cada jogo tem a sua história, tem vida própria e este é um jogo diferente do que foi com o Nápoles. A estratégia assenta num enorme respeito pelo valor do Dínamo, uma equipa que trabalha há muito tempo junta, com o mesmo treinador também há muito tempo e com uma maturação significativa dos seus jogadores. Temos tudo isso muito bem trabalhado e estudado. Temos de ser um Benfica muito rigoroso, intenso e minimizar o erro… que é o que tentamos fazer em todos os jogos. Quero um Benfica personalizado. Depois do árbitro começar o jogo logo veremos. Mas há um espírito e uma vontade enorme em conquistar os três pontos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/3



um passado de glória um futuro de vitória benfica


twiiter

# Classificação 2016/17




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com