Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Champions: Convocados para Leverkusen

por João Silva, em 30.09.14

Júlio César integra a lista de convocados do Benfica para o jogo desta quarta-feira com o Bayer Leverkusen, referente à segunda jornada do Grupo C da Liga dos Campeões.
Destaque ainda para as entradas do guarda-redes Miguel Santos, do lateral Loris Benito e dos avançados Pizzi e Bebé, jogadores que não tinham sido chamados por Jorge Jesus para a deslocação à Amoreira.
Ficam de fora Artur Moraes, a cumprir castigo, e Nélson Oliveira.
Lista de convocados:
Guarda-redes – Júlio César, Bruno Varela e Miguel Santos;
Defesas - Lisandro Lopez, Maxi Pereira, Luisão, Jardel, Benito e Eliseu;
Médios - André Almeida, Enzo Perez, Gaitán, Salvio, Talisca, Ola John, Samaris e Cristante:
Avançados - Lima, Derley, Pizzi e Bebé.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não é caso único mas não deixa de ser pouco normal. Jorge Jesus será obrigado, ao que tudo indica, a utilizar um jovem guarda-redes na baliza do Benfica na Liga dos Campeões.

Mas tal cenário não é novo para os lados da Luz. Em 2005, Rui Nereu foi 'atirado às feras' em pleno jogo da Liga dos Campeões. 

No Estádio El Madrigal, casa do Villarreal, Ronald Koeman foi obrigado a retirar o lesionado Quim e a colocar Rui Nereu na baliza do Benfica. O jovem guarda-redes tinha 19 anos e oito meses.

Nesse jogo, o Benfica acabaria por empatar a um golo e Nereu só foi batido de penálti. Juan Román Riquelme foi o autor do tento.

Agora, Bruno Varela pode ser lançado na equipa com 19 anos e 10 meses. Luisão, que na altura foi titular pelo Benfica, pode voltar a olhar para trás e ver uma vez mais a baliza das águias a ser defendida por um jovem guarda-redes.

Depois de Artur Moraes, Paulo Lopes e Júlio César, Bruno Varela deve ser o senhor que se segue na baliza dos campeões nacionais e será, por isso, o quarto guarda-redes diferente esta temporada.

Fonte: zerozero.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)


Estoril 2-3 SL Benfica

por João Silva, em 28.09.14

O Campeão Nacional alcançou uma importantíssima vitória na deslocação ao campo do Estoril. Era fundamental o Benfica conquistar os três pontos nesta jornada para reforçar a sua liderança no campeonato, tendo em conta o empate verificado entre os rivais FC Porto e Sporting.

A equipa de Jorge Jesus teve uma entrada demolidora na partida, logo aos três minutos, Talisca com uma jogada brilhante abriu o marcador, depois de uma iniciativa individual em que arrancou do meio campo, deixando para trás vários adversários. Cinco minutos depois já ganhava por 2-0, mais um Golo de Talisca que só teve de encostar para o golo após uma brilhante iniciativa de Gaitán. Tudo se encaminhava para uma vitória tranquila...

Mas não, o Estoril começou a crescer e já perto do intervalo reduziu para 1-2, estava dado o mote para a reação canarinha no segundo tempo.
No inicio da segunda parte surgiu o segundo golo do Estoril, um pouco por culpa de um aparente adormecimento dos jogadores do Benfica. Nesta fase a equipa da casa parecia querer pelo menos conquistar um ponto, mas viu-se reduzida a dez unidades depois da expulsão do seu jogador Cabrera, segundo cartão amarelo, após falta sobre Enzo Perez.

Jorge Jesus mexeu na equipa, Derley entrou na equipa e foi decisivo no golo que deu os três pontos, apontado por Lima.
Missão cumprida!

Destaques:
Talisca– Rubricou mais uma grande exibição. Marcou dois golos, um deles numa jogada individual em que deixou para trás vários adversários e frente ao guarda-redes não vacilou.
Gaitán– Em grande forma, técnica apurada, assistiu Talisca para o 0-2. Teve uma série de pormenores de classe ao longo dos 90 minutos e ia marcando um golo de outro mundo.

Salvio– Tal como Gaitán, também Salvio esteve em evidência com a sua velocidade, força e técnica. Assistiu Derley no lance do terceiro golo.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Artur; Maxi Pereira, Luisão, Jardel, Eliseu; Salvio, Samaris (Ola John, 69’), Enzo, Gaitán; Talisca (Derley, 62’) e Lima (André Almeida, 90+3').

Autoria e outros dados (tags, etc)


Cimentar a liderança com mais um triunfo

por João Silva, em 27.09.14

Líder do Campeonato, o Campeão Nacional visita a Amoreira para defrontar um Estoril que se encontra em 11.º lugar, mas a subir de rendimento de jogo para jogo.

Do lado “canarinho”, as atenções deverão estar centradas em Babanco, que no “miolo” comanda o Futebol estorilista, Kuca e Balboa, bem abertos nas alas são uma quebra-cabeças para quem os tenta travar, nomeadamente o primeiro que parece estar em grande momento de forma, e Bruno Lopes que será sempre uma seta apontada à baliza benfiquista. A defender, Vágner poderá ser um forte complicado de transpor na baliza.

Do lado da formação orientada por Jorge Jesus, a consistência ofensiva e defensiva tem sido imagem de marca.

Jorge Jesus abriu um pouco o livro na conferência de imprensa de antevisão e Talisca de início até pode ser uma realidade. Assim, é possivel que a equipa que entra de início seja idêntica à que entrou com o Moreirense, excepto na baliza porque Júlio César e Paulo Lopes estão indisponiveis. Por outro lado, e com Talisca de início, este poderá recuar no terreno compondo o meio-campo com Enzo Perez e relegando Samaris para o banco dos suplentes. Assim, Derley poderá ser titular ao lado de Lima.

Um estádio tradicionalmente difícil, o António Coimbra da Mota tem sido, porém, de bom augúrio para os da Luz. O último empate foi em 1992/93 e, desde aí, com algumas interrupções por o Estoril não estar no convívio com os grandes, o Benfica venceu sempre.

Para além do jogo em si, o resultado no clássico (1-1) poderá ser motivação extra para mais um triunfo, deixando os rivais mais longe.

 

Vamos fazer da Amoreira um "Mini Estádio da Luz"

 

Carrega Benfica!!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Liga dos Campeões é importante, mas a prioridade de Jorge Jesus, tal como no passado, continua a ser o campeonato.
Nesta lógica, o treinador do Benfica promete não fazer poupanças de jogadores para a partida deste sábado, na Amoreira, frente ao Estoril, a pensar na deslocação à Alemanha para defrontar o Bayer Leverkusen para a liga do campeões, na próxima quarta-feira.
O grande objectivo do Benfica é voltar a ser campeão. É a nossa prioridade. Se tiver de assumir uma prioridade nestes dois jogos, será o jogo do Estoril. A Champions é importante, mas o mais importante é voltar a ser campeão”, garantiu Jorge Jesus na antevisão da sexta jornada da Liga portuguesa.
Jesus sonha acima de tudo com a conquista do bicampeonato, algo inédito na sua carreira de treinador e que há 31 anos não é festejado pelo clube da Luz. Os dois últimos títulos consecutivos foram alcançados nas temporadas de 1982-83 e 1983-84, com Sven-Goran Eriksson, ainda em início de carreira, a liderar o banco técnico.
Com o êxito do treinador sueco como referência, Jorge Jesus está apostado em manter a liderança do campeonato frente ao Estoril, numa jornada onde os seus dois principais concorrentes na luta pelo título vão defrontar-se em Alvalade e garantidamente um, ou os dois, irão perder pontos.
Na Amoreira, Jorge Jesus espera que os adeptos benfiquistas recriem um “mini-Estádio da Luz”, para apoiarem a equipa, à semelhança do que têm feito nos últimos jogos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


SL Benfica 3-1 Moreirense

por João Silva, em 22.09.14

Jogo difícil para o Campeão Nacional que teve de aplicar-se, vestir o "fato de macaco" e correr atrás do prejuízo muito cedo. Mas no final foi recompensado com mais uma vitoria. Exibição quanto baste, mas não esquecer que os jogadores vinham de uma desgastante partida com o Zenit para a Liga dos Campeões.

O Moreirense não veio à Luz para facilitar a equipa de Jorge Jesus, foi atrevido, sem autocarros, encarou de frente o Benfica, fez pressão alta e conseguiu adiantar-se no marcador perto do quarto de hora, embora depois quando se apanhou em vantagem usou e abusou do anti-jogo.
Destaques:
Júlio César- Estreou-se na baliza, sofreu um golo sem culpas, pouco trabalho mas mostrou confiança quando foi chamado a intervir.
Maxi Pereira– Não subiu tanto como de costume, mas na hora de finalizar disse presente e marcou o golo da reviravolta no marcador.

Jardel– Fez cortes importantíssimos, jogou simples e não complicou.
Luisão– O capitão fez mais uma exibição segura.
Eliseu– Alguma responsabilidade no lance de golo do Moreirense, mas redimiu-se com um estupendo golo marcado, aos 68 minutos a repor a igualdade.

Samaris– Ainda está a tentar entrosar-se da melhor forma na equipa. Saiu aos 34’ com o Benfica a perder para dar lugar a Derley.
Enzo Perez– Não sabe jogar mal, a defender ou a atacar o argentino parecia estar em todo o lado do terreno de jogo.
Salvio– Sempre perigoso e acutilante no corredor direito, atirou uma bola ao poste no final da primeira parte e fez vários centros perigosos.
Gaitán– O camisola 10 saiu aos 84’, depois de realizar mais um jogo repleto de pormenores técnicos deliciosos. Duas assistências para golo... fundamental!

Talisca – Foi sempre dos mais inconformados na equipa do Benfica, fez um bom jogo e foi alvo constante de entradas duríssimas por parte dos adversários. Saiu aos 67’por lesão.
Lima– Esteve sempre à procura do golo, as grandes oportunidades do encontro foram quase todas dele, denota alguma falta de confiança. Marcou o seu primeiro golo na temporada 2014/15.

Derley– Entrou bem na partida, aos 34 minutos, e foi uma ajuda preciosa a Lima.
Ola John – Veio dar a frescura no ataque que o Benfica precisava. Foi uma ameaça constante pelo corredor esquerdo. Entrou, aos 67’, para render Talisca.
André Almeida – Entrou já no fim da partida, aos 84’, para o lugar de Gaitán. Como sempre esteve bem e não comprometeu.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Júlio César; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e Eliseu; Samaris (34’, Derley), Salvio, Gaitán (84’, André Almeida), Enzo Perez e Talisca (67’, Ola John); Lima.

 

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Champions League 2014/15

por João Silva, em 16.09.14

O Campeão Nacional inicia hoje a sua participação na Uefa Champions League 2014/15, com a recepção ao Zenit, que tem a particularidade de ter na sua equipa três (ex) jogadores (titulares) do Benfica, além do treinador português André Villas-Boas. Poderá isso ser uma vantagem para o clube russo? Veremos...!

Conforme o nosso treinador Jorge Jesus fez questão de sublinhar, este Grupo C é forte e muito equilibrado, podendo qualquer das quatro equipas ser apurada para os oitavos-de-final ou nem ir para a Liga Europa.

Importante será, naturalmente, entrar com uma vitória, até porque as vitórias em casa geralmente são decisivas na passagem à fase seguinte, basta lembrar que na edição anterior o empate em casa com o Olympiacos ditou a nossa passagem para a Liga Europa.

A equipa de Jorge Jesus está moralizada, o último resultado para o campeonato ajudou em muito os jogadores a estarem confiantes, pelo que é minha convicção que o Benfica pode alcançar um resultado positivo frente ao Zenit e entrar com o pé direito na champions.

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jonas é o mais recente reforço da equipa de Futebol do Sport Lisboa e Benfica. Assinou por duas temporadas e, aos 30 anos, chega à Luz depois de ter passado por clubes como o Guarani, o Santos, o Grémio ou o Valência. Internacional brasileiro, Jonas traz o golo como cartel para impressionar os benfiquistas.

Antes de ingressar no Clube, o brasileiro já conhecia o Clube, mas não ficou indiferente à beleza do Estádio da Luz. “Fiquei impressionado, por tudo o que o Clube representa e pela sua história. É impressionante, tem tudo o que um jogador precisa, uma estrutura fantástica. Não conhecia o Estádio da Luz porque nunca tinha defrontado o Benfica mas estou muito feliz por estar num Clube desta dimensão, num Estádio de topo no cenário europeu”, elogiou à BTV.

Na Fase de Grupos da Liga dos Campeões, Jonas não pode ser opção, mas poderá sê-lo nos oitavos-de-final. Jogar nessa competição e lutar por títulos foram razões para optar pelo projecto. “É importante jogar uma competição como a Champions. O projecto agradou-me e quero, juntamente com os meus companheiros, cumprir todas as expectativas e fazer uma grande época. Temos uma grande equipa, com grandes jogadores e um grande treinador que está há muitos anos no Clube. Conheço quase todos os brasileiros da equipa, joguei com alguns na Seleção, outros foram adversários no Campeonato brasileiro”, afirmou.

Em jeito de conclusão, Jonas deixou uma mensagem de ambição aos adeptos: “Agradeço o carinho de todos por ter esta oportunidade de jogar num Clube com tanta história e com adeptos tão apaixonados. Vamos dar o máximo para conseguirmos, todos juntos, os objectivos e entrar na história do Benfica. Espero ter muito sucesso com esta camisola.”

Jonas é internacional pelo Brasil, tem um 1,83 m e pesa 75 kg.

Fonte: SLBenfica.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)


Vitória Setúbal 0-5 SL Benfica

por João Silva, em 13.09.14

o Benfica viajou até às margens do Sado para defrontar o Vitória de Setúbal, na partida de arranque da 4.ª jornada da prova.
A primeira surpresa da noite chegou no onze benfiquista, com Samaris a surgir como titular, a outra surpresa veio da postura sadina. É que não houve o habitual autocarro. Domingos Paciência pretendia ganhar e foi olhos nos olhos que o Vitória encarou o jogo.
Salvio abriu o caminho da goleada e Talisca, em noite inspirada, fez um Hattrick. Ola John sentenciou o desafio.

Destaques:

Artur Moraes: Foi um mero espectador durante toda a partida. Contudo, nas poucas vezes que foi chamado a intervir, Artur mostrou-se seguro.
Maxi Pereira: Apesar de ter sido titular nas duas partidas da sua Selecção frente ao Japão e Coreia do Sul, o latera-direito não acusou desgaste físico. Muito pelo contrário: brindou os adeptos com mais uma excelente exibição e com a habitual raça, disputando cada lance como se fosse o último.

Jardel: Juntamente com Luisão, fez uma boa dupla na defesa benfiquista.
Luisão: Esteve uma vez mais em destaque na defesa, Anulando as poucas oportunidades de ataque dos Sadinos.
Eliseu: Viu um cartão amarelo nos minutos iniciais da partida, mas não se deixou intimidar. Fez uma boa partida, mostrando-se seguro, quer a defender, quer a atacar.
Samaris: Estreia como titular, demonstrando as razões pelas quais foi contratado, dando boas indicações.
Enzo Perez: Foi dos seus pés que saiu a jogada para o golo de Salvio. Mais uma vez, fez uma grande exibição.
Salvio: Após se ter estreado a marcar no jogo da 1.ª jornada do Campeonato Nacional, Salvio marcou hoje o seu segundo tento na prova, o primeiro desta partida, abrindo o caminho da goleada. E que golo! Com um remate forte, o argentino não deu hipóteses ao guarda-redes, Raeder. E podiam ter sido mais…

Nico Gaitán: Marcou uma vez mais a partida com os passes artísticos a que já nos habituou. Prova disso foi a assistência para Salvio, que marcou o primeiro golo da partida. Nota ainda para um bom cabeceamento, aos 32 minutos.
Talisca: Excelente exibição do jovem médio, claramente o homem do jogo ao assinar um Hattrick. Promete evoluir ainda mais.

Lima: Não marcou mas deu a marcar. A sorte não tem estado do seu lado, mas mesmo assim nunca desistiu. Foi sempre à procura do golo. Nota para a assistência soberba para Ola John, que marcou o quinto tento da noite.
André Almeida: Entrou para o lugar de Eliseu. Desempenhou na perfeição as suas funções.
Ola John: Entrou para render Nico Gaitán e não podia ter tido melhor entrada. Apenas 10 minutos volvidos, o holandês fez o gosto ao pé e marcou o seu primeiro golo no Campeonato.

Cristante: Mais uma estreia nesta partida. O jovem médio fez os seus primeiros minutos ao render Enzo Pérez e deu sinais positivos.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Artur Moraes; Maxi Pereira, Jardel, Luisão e Eliseu (64’, André Almeida); Samaris, Enzo Perez (73’, Cristante), Salvio, Gaitán (65’, Ola Jonh) e Talisca; Lima.

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


um passado de glória um futuro de vitória benfica

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2017/18




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com