Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Esta é uma reedição da fatídica meia-final de 2010/2011, em que os portistas sairam vencedores, ao baterem o Benfica no estádio da Luz (3-1), depois de terem perdido a primeira mão em casa (2-0).
Nesta quarta-feira há um novo duelo e o Benfica chega ao dragão líder no campeonato, com uma série de 26 jogos sem perder para todas as competições. A última derrota foi em Atenas, a 05 de novembro, com o Olympiacos por 1-0 (para a Liga dos Campeões), sendo também a última vez em que não marcou golos ao adversário.
O Benfica respira confiança, Jorge Jesus está a gerir melhor o desgaste dos jogadores e a equipa também está mais consistente, sabe dar espetáculo mas também sabe quando travar para gerir o resultado.
Vai ser um jogo complicado, um clássico normalmente não tem favoritos, mas creio que o Benfica tem todas as condições para assegurar um resultado positivo neste primeiro jogo, que permita depois no segundo jogo na Luz, carimbar uma presença no Jamor.

 

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Liga dos Campeões em juniores

por João Silva, em 18.03.14

Os juniores do Benfica vão disputar hoje às 19 horas, em Inglaterra, os quartos-de-final da Liga dos Campeões de juniores, frente ao Manchester City.

A eliminatória será decidida em apenas um jogo, tal como a anterior, em que o Benfica goleou o Austria Viena (4-1).

Caso ultrapasse o City, o Benfica enfrentará o vencedor do PSG-Real Madrid nas “meias”, agendadas para 11 de abril, em Nyon.

 

Fica um link onde eventualmente se poderá seguir o jogo on-line:

Link 1

Autoria e outros dados (tags, etc)


Nacional 2-4 SL Benfica

por João Silva, em 18.03.14

Com o triunfo no terreno do Nacional da madeira, o Benfica deu um passo de gigante rumo ao título!
Mantem os sete pontos de vantagem sobre o Sporting e passa a ter 12 de avanço sobre o FC Porto, terceiro classificado.
O Nacional chegou cedo à vantagem, numa grande penalidade duvidosa de Candeias a punir mão na bola de Luisão (6m).
Mas o Benfica mostrou que está num bom momento de forma, confiante, pelo que a reação à desvantagem foi fulgurante.
Lima começa por fazer o empate (24m), após assistência de Rodrigo. O avançado espanhol faria depois o 1-2, no melhor golo da noite, num remate potente em arco à entrada da área (33m). Antes do intervalo, o argentino Garay, num cabeceamento colocado, após um pontapé de canto, ampliou a vantagem benfiquista (42m).
Na segunda parte, o Benfica preocupou-se mais em gerir o resultado, pelo que a partida só voltou a ganhou emoção na reta final, quando Djaniny reduziu para o Nacional (81m). Com os madeirenses a arriscarem tudo, na procura do empate, o central Garay sentenciou o jogo, com novo golo de cabeça, após centro de Sílvio (89m).

Carrega Benfica!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Tottenham 1-3 SL Benfica

por João Silva, em 14.03.14

No reencontro com o Tottenham, 52 anos após ter eliminado os spurs e garantido a presença na final da Taça dos Campeões Europeus de 1962 (que viria a conquistar frente ao Real Madrid), o Benfica com uma grande exibição,colocou um ponto final na série de 11 jogos sem derrotas em casa que o Tottenham atravessava nas competições europeias. E, pela primeira vez na história, os spurs perderam no seu terreno frente a um adversário português: tinham vencido os cinco encontros anteriores.

 

O Tottenham jogava em casa e, naturalmente tentou pegar no jogo, ter mais bola, mas as saídas do Benfica em contra-ataque deixou a defesa londrina em alerta. Numa dessas saídas, Ruben Amorim fez um passe de rotura a rasgar a defesa que apanhou Rodrigo em velocidade, este entrou na área e de pé esquerdo bateu Lloris aos 29 minutos.

Na frente do marcador, o Benfica impôs o seu ritmo. A equipa percebeu que a gestão teria de ser feita com inteligência e assim foi até ao fim da primeira parte.

No reatamento, a emoção regressou a White Hart Lane. Aos 48, Eriksen decobriu Adebayor sozinho na área, mas o remate do togolês saiu ao lado da baliza de Oblak.
A equipa de Jorge Jesus respondeu por Rodrigo no minuto seguinte ao tentar desfeitear Lloris de novo, desta feita, num chapéu que saiu de aba larga. Da ameaça passou-se à acção e Ruben Amorim no minuto (57’),recuperou a bola no meio-campo contrário, combinou com Rodrigo e rematou obrigando o guardião contrário à defesa da noite. Na sequência do pontapé de canto, Ruben Amorim colocou com peso e medida para Luisão que teve cabeça para o golo.

O Tottenham reduziu Aos 63’, através de Eriksen, num livre directo superiormente marcado. Mas o Tottenham mostrou que não tinha capacidade para conseguir a reviravolta no marcador, sentindo dificuldades em construir o ataque. O Benfica haveria ainda de marcar mais um golo. Quem mais se não o capitão a fazer o 1-3 aos 83 minutos com um remate fulminante a recarga a um cabeceamento de Garay.

A equipa de Jorge Jesus está numa situação muito confortável para encarar o segundo jogo desta eliminatória no Estádio da Luz.
Rumo a Turim!

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Oblak; Sílvio, Luisão, Garay, Siqueira; Fejsa, Ruben Amorim, Markovic, Sulejmani (Enzo Perez, 65’); Rodrigo (Lima, 87’) e Cardozo (Gaitán, 65’).

Autoria e outros dados (tags, etc)


Belenenses 0-1 SL Benfica

por João Silva, em 03.03.14

Mais uma "obra-prima" de Nico Gaitán que valeu o triunfo do Benfica no Restelo. Esta vitória permitiu que o Benfica solidificasse a sua posição no topo da tabela classificativa. 

O Benfica manteve pelo sétimo jogo consecutivo as suas redes invioladas, tendo sofrido apenas um nos últimos 15 encontros. 

Resultado justo, face à diferença de qualidade dos dois conjuntos, mas o Benfica poderia ter aproveitado melhor algumas das oportunidades que criou para dilatar o resultado.

A próxima jornada, a 22.ª, disputa-se no próximo domingo, com o Benfica a receber, no Estádio da Luz, a formação do Estoril, numa partida com apito inicial agendado para as 17 horas.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Oblak; Maxi Pereira, Garay, Luisão e Siqueira; Fejsa (Ruben Amorim, 81’), Enzo Perez, Gaitán (Cardozo, 86’) e Markovic; Lima e Rodrigo (Salvio, 66’).

Autoria e outros dados (tags, etc)


um passado de glória um futuro de vitória benfica

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2017/18




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com