Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Faz dez anos, esta quinta-feira, desde que Luís Filipe Vieira venceu as primeiras eleições que o consagrariam como o 33.º presidente do Sport Lisboa e Benfica. Tomou posse a 3 de Novembro.

 

Uma década volvida é notória a evolução do Clube, quer a nível desportivo, quer a nível de infra-estruturas e de património. Luís Filipe Vieira deu continuidade ao trabalho que vinha a ser realizado pelo seu antecessor, Manuel Vilarinho, e preocupou-se em relançar e em dar credibilidade económico-financeira ao Benfica.

 

Nestes dez anos ajudou a erguer o novo Estádio da Luz. Este foi inaugurado ainda com Manuel Vilarinho como presidente, mas é conhecida a dedicação e persistência de Luís Filipe Vieira, ao lado de Mário Dias, na construção da obra que este ano será o palco da Final da Liga dos Campeões e que recebeu a Final do Euro 2004.

 

Numa conjuntura difícil, o actual líder do Sport Lisboa e Benfica seguiu sempre as suas convicções, pois percebia que o seu projecto seria o melhor para a Instituição e o balanço, ao cabo de uma década, é positivo. Porém, o inconformismo é algo que o norteia e apesar da obra realizada e visível, Luís Filipe Vieira sabe que ainda há muito a fazer num projecto intemporal e que deverá estar sempre virado para o futuro, sem nunca esquecer o passado e percebendo que é o presente que nos guia.

 

Nestes dez anos há marcas que ficam associadas ao “reinado” do presidente. Credibilidade, inovação, querer, vontade de crescer diariamente e respeito pela história são alguns dos baluartes.

 

O trabalho é uma marca que pauta um terreno que nem sempre foi fácil de desbravar. Vários títulos conquistados, rentabilização de activos do Clube, aposta no eclectismo e a criação de projectos ímpares foram regras a que Luís Filipe Vieira não abdicou ao longo desta década.

 

Principais títulos:

Futebol profissional – 8

Campeonato Nacional: 2004/05 e 2009/10

Taça de Portugal: 2003/04

Supertaça: 2005/06

Taça da Liga: 2008/09, 2009/10, 2010/11 e 2011/12

 

Andebol – 7

Campeonato Nacional: 2007/08

Taça de Portugal: 2010/11

Supertaça: 2010/11 e 2012/13

Taça da Liga: 2006/07 e 2008/09

Taça Presidente da República: 2007/08

 

Basquetebol – 15

Campeonato Nacional: 2008/09, 2009/10, 2011/12 e 2012/13

Supertaça: 2008/09, 2009/10, 2011/12 e 2012/13

Taça Hugo dos Santos: 2010/11 e 2012/13

Troféu António Pratas/LPB: 2011/12 e 2012/13

Troféu António Pratas/Proliga: 2007/08

Supertaça Compal Luso-Angolana: 2009/10

Feminino

Campeonato Nacional 2.ª Divisão: 2012/13

 

Voleibol – 10

Campeonato Nacional: 2004/05 e 2012/13

Taça de Portugal: 2004/05, 2005/06, 2006/07, 2010/11 e 2011/12

Supertaça: 2010/11, 2011/12 e 2012/13

 

Hóquei em Patins – 9

Campeonato Nacional: 2011/12

Taça de Portugal: 2009/10

Supertaça: 2010/11 e 2012/13

Liga Europeia: 2012/13

Taça CERS: 2010/11

Taça Continental: 2010/11

Feminino

Campeonato Nacional: 2012/13

Supertaça: 2012/13

 

Futsal – 24

Campeonato Nacional: 2002/03, 2004/05, 2006/07, 2007/08, 2008/09 e 2011/12

Taça de Portugal: 2002/03, 2004/05, 2006/07, 2008/09, 2011/12

Supertaça: 2002/03, 2005/06, 2006/07, 2008/09, 2010/11 e 2011/12

UEFA Futsal Cup: 2009/10

Feminino

Taça Nacional: 2004/05, 2005/06, 2006/07, 2007/08 e 2009/10

Taça Ibérica: 2006/07

 

Atletismo – 20

Campeonato Nacional Ar Livre: 2011, 2012 e 2013

Campeonato Nacional Pista Coberta: 2012 e 2013

Campeonato Nacional Corta-Mato: 2013

Campeonato Nacional Corta-Mato Curto: 2013

Campeonato Nacional de Marcha em Estrada: 2013

Taça FPA Saltos: 2006, 2007, 2008, 2012 e 2013

Taça FPA Velocidade e Barreiras: 2006, 2007, 2011 e 2013

Feminino

Taça FPA Saltos: 2012

Taça FPA de Velocidade e Barreiras: 2013

Taça FPA de Provas Combinadas: 2011

 

Aposta no Eclectismo

A criação do Caixa Futebol Campus e uma aposta forte no Futebol de Formação, assente em jogadores de origem nacional, num projecto integrado na equipa B, permitiu ao Benfica conquistar vários títulos nacionais e distritais ao nível da Formação. Isto, para além de ter reconquistado o domínio nas convocatórias nas Selecções Nacionais dos vários escalões.

 

A aposta nas modalidades, em especial nas cinco modalidades de Pavilhão (Andebol, Basquetebol, Futsal, Hóquei em Patins, Voleibol) e no Atletismo, permitiu várias conquistas de títulos nacionais. O recrutamento de jovens atletas e a aposta na Formação levou a um reforço qualitativo das equipas Seniores. A aposta no Benfica Olímpico permitiu ao Clube ter sete atletas em Pequim 2008, com as conquistas da medalha de ouro de Nelson Évora, e 15 em Londres 2012. O Benfica Olímpico tem sido aposta clara em atletas como os canoístas, João Ribeiro e Joana Vasconcelos, recentemente medalhas de ouro Sénior e de prata Sub-23, respectivamente; outros atletas como Marco Fortes ou Marcos Chuva são investimentos seguros.

 

Momentos marcantes e projectos ímpares:

- Construção do Estádio da Luz (Inaugurado dias antes da sua 1.ª eleição)

- Construção do Complexo Desportivo (1 campo sintético, 2 pavilhões, 1 piscina e 1 centro comercial)

- Construção da Clínica Benfica

- Construção do Caixa Futebol Campus

- Reformulação das Casas do Benfica

- Implementação do Benfica LAB

- Criação do Benfica Star Funds

- Entrada no Guiness - Maior número de Sócios a nível mundial

- Lançamento inovador do “Kit Sócio”

- Lançamento da Fundação Benfica

- Criação da Benfica TV

- Aposta no Benfica Olímpico

- Criação do Centro de Documentação e Informação

- Criação do Centro de Recuperação e Restauro

- Presença na Final da Liga Europa

- Inauguração do Museu Benfica Cosme Damião

fonte. portal do SL Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)


Estádio da Luz: 10º Aniversário!

por João Silva, em 25.10.13

A caminho dos 300 jogos
No primeiro decénio da "Catedral" totalizamos 265 jogos, com 187 vitórias (mais 157 que as 30 derrotas), ou seja, 71por cento dos jogos e 542 golos marcados (mais 345 em relação aos 197 sofridos), ou seja, mais 3 golos marcados que sofridos e mais de dois golos por jogo - o dobro de 265 (jogos) é… 530 (e golos são 542).

Autoria e outros dados (tags, etc)


Decisão em Atenas

por João Silva, em 24.10.13

Esta jornada da Liga dos Campeões serviu para definir ainda mais as posições de PSG e Anderlecht no grupo. Ou seja, resta um lugar na fase seguinte a ser discutido entre Benfica e Olympiacos.

Com este empate em casa com o adversário directo na luta pela qualificação coloca o Benfica na obrigação de pontuar, se não mesmo vencer, em Atenas. O confronto, da quarta jornada, está marcado para 5 de Novembro.

 

O onze inicial do Sport Lisboa e Benfica: Artur Moraes; Luisão, Garay, Siqueira, André Almeida; Matic, Enzo Perez (Ruben Amorim, 81’), Ola John (Ivan Cavaleiro, 45’), Gaitán (Rodrigo, 81’); Lima e Cardozo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Benfica joga esta quarta-feira um jogo decisivo na passagem aos oitavos-final da liga dos campeões.
O PSG lidera o grupo com seis pontos, seguido do Olympiacos com os mesmos três pontos do Benfica, mas com melhor diferença entre golos marcados e sofridos, enquanto o Anderlecht é último sem pontos e não parece que seja agora diante do PSG que vá conseguir amealhar os primeiros pontos.
Posto isto, não restam dúvidas que será com o Olympiacos que o Benfica vai disputar a segunda vaga de acesso à fase seguinte.
O Olympiacos, líder no campeonato grego e que vem de uma goleada fora ao Platanias (1-4), é uma equipa de vocação ofensiva, gosta de marcar golos e de dar espectáculo, tendo em Mitroglou o homem golo do momento, treze golos já apontados esta época, atravessa o melhor momento da sua carreira.
Este jogo servirá também para trazer de regresso ao Estádio da Luz, dois jogadores bem conhecidos dos benfiquistas: Saviola e Roberto. Saviola continua a ser exímio na forma como cria desequilíbrios nas defesas contrárias e está a revelar um óptimo entendimento com Mitroglou. Já Roberto, um "mal amado" em Portugal, tem brilhado nesta edição da Liga do Campeões.
Do lado do Benfica, depois da paragem para os jogos da selecção e da Taça de Portugal, Jorge Jesus não pode contar com Markovic e Sulejmani, lesionados, continuando Salvio a ser a grande baixa da equipa.
Não será fácil o Benfica vencer esta partida, mas estou plenamente convencido que se os jogadores que entrarem em campo jogarem ao seu melhor nível, inspirados e com atitude, levarão de vencida esta equipa do Olympiacos.
O jogo está agendado para as 19h45, até lá podem aproveitar para se divertirem e jogar em http://www.casinoonline.pt/slots e alcançar lucrativas vitórias!

Lista de convocados:
Guarda-redes – Artur Moraes e Paulo Lopes;
Defesas – Garay, Luisão, Jardel, André Almeida, Maxi Pereira e Siqueira;
Médios – André Gomes, Djuricic, Ola John, Nico Gaitán, Matic, Ivan Cavaleiro, Enzo Perez e Ruben Amorim;
Avançados – Rodrigo, Lima e Cardozo.

 

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Vai ser um prazer rever-te no Estádio da Luz

por João Silva, em 22.10.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Taça de Portugal 2013/2014

por João Silva, em 19.10.13
O SL Benfica inicia hoje frente ao Cinfães a participação na Taça de Portugal 2013/2014, onde se espera que seja rumo à final e que o desfecho seja diferente da ultima edição.

Jesus deverá apostar em Oblak na baliza que ainda só fez dois jogos na equipa B, onde a defesa será o sector mais experiente, com Sílvio à direita, Jardel e Steven Vitória no centro e Cortez à esquerda. No meio-campo, Rúben Amorim deverá ter a companhia do sueco Lindelolf, Ivan Cavaleiro jogará à direita e Ola John à esquerda; Djuricic apoiará Funes Mori. 

 

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Hóquei em patins: Supertaça europeia

por João Silva, em 17.10.13
Depois da brilhante conquista do título europeu, o primeiro da sua história, frente ao FC Porto (6-5 com golo de ouro no prolongamento), o Benfica procura conquistar a sua segunda supertaça europeia de hóquei em patins, numa competição a duas mãos em que começa por defrontar fora o Vendrell, vencedor da Taça CERS.
A final faz-se a duas mãos, com o Benfica a jogar primeiro em Espanha, no sábado, em jogo agendado para as 20:00 locais (19:00 em Lisboa), e depois a 02 de novembro no Pavilhão da Luz, às 20:00.
Esta época a equipa teve algumas mudanças, nomeadamente a saída do técnico Luís Sénica e a entrada de Pedro Nunes, e as saídas dos hoquistas Luís Viana, Cacau e Ricardo Silva.
O ex-internacional da baliza espanhola Guillem Trabal é um dos reforços, bem como Miguel Rocha, ex-jogador da Oliveirense.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Sem argumentos!

por João Silva, em 02.10.13

Três golos em meia-hora resolveram a partida a favor do Paris Saint-Germain, num jogo em que o Benfica nunca conseguiu esboçar uma reacção.

A realidade é que este PSG é muito superior ao Benfica e não é por acaso que foi a casa do Olympiakos ganhar 4-1 . Isso explica tudo? Não...

Nada está perdido no que diz respeito à eventual passagem à fase seguinte.

Próximo jogo é com o Estoril, e esse sim, é para ganhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Como joga esta equipa do PSG

por João Silva, em 02.10.13
Comandada por Laurent Blanc, o Paris Saint-Germain pode jogar em 4x3x3 ou em 4x4x2. Em 4x3x3, os franceses são mais conservadores, abdicam do médio criativo e colocam um “miolo” com mais músculo. Verratti, Matuidi e Thiago Motta ocupam esses lugares. A defesa é composta por Sirigu na baliza e o quarteto com Maxwell, Van der Wiel, Thiago Silva e Marquinhos. Sem Thiago Silva (está lesionado e não sabe se recupera) poderá avançar Camara. Na frente, Cavani aparece pela esquerda, Lucas, aberto, à direita e Ibrahimovic como referência.


Em 4x4x2, o PSG é mais imprevisível. Na defesa nada muda, mas o meio-campo perde um homem defensivo e ganha, por norma, Menéz na ala esquerda e Pastore a organizar. A frente de ataque é preenchida por um Ibrahimovic mais fixo e outro avançado mais móvel. Cavani ou Lavezzi serão os escolhidos, com o uruguaio na “pole position”.

Fonte: SLBenfica.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)


Jorge Jesus faz a antevisão do jogo com o PSG

por João Silva, em 02.10.13

Jorge Jesus admitiu que o PSG, "no grupo, é a equipa que pode reunir mais favoritismo".

"Sabemos que o PSG contratou jogadores, empenhando-se, não só na reconquista do campeonato francês, mas numa boa carreira na `Champions´. O Benfica e o o PSG vêm de vitórias na primeira ronda, pelo que achamos que vai ser um jogo difícil para as duas equipas", acrescentou Jesus.

O treinador disse que "o Benfica não vai mudar a sua matriz de jogo", pudendo mudar apenas "estrategicamente alguma situação do próprio jogo", o que fará "certamente".

Jesus acrescentou que o "o PSG é sobejamente conhecido pelo tridente da frente, com jogadores como Ibrahimovic, Lavezzi e Cavani, jogadores com muita qualidade e que em qualquer momento podem desequilibrar qualquer estrutura defensiva".

"Estamos preparados para essa situação, mas não viemos aqui a Paris só a pensar nos processos defensivos, acreditamos que temos qualidade ofensivamente para criar problemas quando estivermos em posse, como fazemos sempre", referiu.

Por seu lado, o sérvio Matic admitiu respeitar a qualidade da equipa adversária, mas sublinhou que o Benfica sabe que tem qualidade, e só pensa em "fazer um grande jogo".

Jorge Jesus e Matic admitiram que a forte presença de adeptos portugueses esperada nesta quarta-feira no Parque dos Príncipes encoraja a equipa.

"Sabemos o carinho que vamos ter da comunidade e dos adeptos benfiquistas, que é muito importante, estamos a contar com eles, que possam proporcionar um ambiente motivador para os jogadores do Benfica, para que possamos sentir como se estivéssemos a jogar em Portugal", acrescentou Jesus.

Autoria e outros dados (tags, etc)


um passado de glória um futuro de vitória benfica

OBENFICA

MISTICA

twiiter

# Classificação 2017/18




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com