Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Luís Filipe Vieira, assumiu ontem a defesa de Jorge Jesus, relativamente ao sucedido após o jogo de Guimarães, e anunciou que está preparado para testemunhar em tribunal pelo técnico do clube.


Entrevistado na CMTV, Vieira foi perentório: «Estão a tentar crucificar o Jorge Jesus. Tenho olhos na cara para ver e sei que não agrediu ninguém». Com essa convicção, está disponível para afirmar na justiça que o treinador estava sim «a separar alguém» e não a agredir.
«Ele saiu do banco para pedir calma perante um adepto que estava rodeado por vários seguranças, não me parece que seja uma agressão», sustenta. «Estão a empolar a situação, porque se trata do treinador do Benfica, quem conhece o Jorge Jesus sabe que ele não ia agredir ninguém».

 

Luís Filipe Vieira foi também crítico face à atuação dos seguranças e da polícia: «O adepto foi agarrado por quatro pessoas, parece que tinha assaltado um banco. Ver isso é revoltante. Foi um jogo sem problemas, com bastante fair-play, e este adepto já ia a sair de campo, com a camisola do Luisão».
«Não pode haver castigo, Jesus não fez nada, só tentou separar as pessoas. Não agrediu ninguém», insiste Vieira, lamentando-se de que «há uma justiça do norte e uma justiça do sul». «Ele não sabia que era um polícia. Quando eu lhe disse que aquilo era um polícia disse-me que não podia ser e foi logo pedir desculpa».


Na mesma entrevista, o presidente do Benfica referiu-se ao caso da alegada agressão no estádio da Amoreira ao presidente da Associação de Futebol de Lisboa, Nuno Lobo: «o que se passou na Amoreira foi

muito grave e ninguém comenta...».
Questionado sobre o que mudou no futebol português, quatro anos após o "Apito Dourado", ironizou: «Falam menos ao telefone e reúnem-se mais em hotéis».
«O futebol português evoluiu, na classe dirigente e a nível fiscal, mas ainda há gente que vive debaixo da impunidade», disse ainda Luís Filipe Vieira, que continua a desejar que se avance para a profissionalização da arbitragem.

 

Recordando o final da época passada e a situação de Oscar Cardozo, na final da Taça, disse estar «muito feliz» com a permanência do avançado paraguaio.
«Estamos muito felizes com ele e com o nosso treinador, o importante é a união da família benfiquista», disse, após explicar que Cardozo não podia frequentar as instalações do clube enquanto decorria o processo disciplinar instaurado após o último jogo da época passada.
Cardozo «não quer sair do Benfica» e tem uma excelente relação com o treinador, «que está lá para gerir os ativos do Benfica».

Autoria e outros dados (tags, etc)

Salvio afiança que foi no Estádio da Luz que mostrou o seu valor no futebol europeu e quer continuar a fazê-lo. Acredita que tomou a melhor decisão ao sair do Atlético de Madrid para ingressar no Benfica.

Eduardo Salvio realça que tem recebido muitas mensagens de apoio dos adeptos benfiquistas neste período complicado da sua carreira com a lesão grave no joelho e que agradecem o seu trabalho.


Força campeão!

Autoria e outros dados (tags, etc)


SL Benfica 2 - 0 Anderlecht

por João Silva, em 18.09.13

O Benfica estreou-se com um triunfo na Liga dos Campeões, ao bater o Anderlecht por 2-0.
Djuricic e Luisão carimbaram um triunfo relativamente tranquilo.
Jesus alterou o onze em relação ao que tem sido habitual. André Almeida foi o lateral-direito no lugar de Maxi Pereira, no meio-campo estreou Fejsa a titular, avançou Matic e colocou Djuricic ao lado de Cardozo, abdicando de Lima. A equipa deu uma resposta positiva.

 

O Benfica entrou bem no jogo, pressionante, conseguiu adiantar-se no marcador logo aos quatro minutos, através de Djuricic.
Com o dominio do jogo, foi com alguma naturalidade que chegou ao segundo, com um grande golo de Luisão (que já conta com um recorde de 94 jogos "europeus").

Na segunda parte o Anderlecht equilibrou o jogo, chegando a ter algum dominio e conseguiu criar algumas situações para reduzir a desvantagem, mas o Benfica muito por culpa de Fejsa e Matic manteve a vantagem de dois golos.

 

Benfica
Artur Moraes, Siqueira, Garay, André Almeida, Luisão, Fejsa, Matic, Enzo Pérez (Ola John, 69), Djuricic (Maxi Pereira, 75), Markovic, Cardozo (Lima, 87)

RSC Anderlecht
Silvio Proto, Cheikhou Kouyaté, Guillaume Gillet, Chancel Mbemba Mangulu, Fabrice N'Sakala, Sacha Kljestan, Demy de Zeeuw (Frank Acheampong, 45), Luka Milivojevic, Matías Suárez, Aleksandar Mitrovic (Cyriac, 78), Massimo Bruno (Dennis Praet, 79)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica na Liga dos Campeões de juniores

por João Silva, em 17.09.13

O Benfica vai disputar nesta temporada a Liga dos Campeões para juniores.
A UEFA Youth League usa como base a competição sénior, ou seja, os grupos são os mesmos.
O formato da prova também é parecido, embora tenha algumas variantes.

O Benfica vai assim jogar com Anderlecht, Olympiakos e PSG.
A fase de grupos é idêntica à sénior, ou seja, três jogos em casa e três jogos fora. As datas são as mesmas dos encontros da equipa principal.


O Benfica joga sempre às 15h00, no Seixal.
Depois da fase de grupos, a competição desenrola-se nos seguintes moldes:

Oitavos-de-final
Cada vencedor de um grupo defrontará um segundo classificado de outro grupo
Os vencedores dos grupos jogam em casa
Equipas do mesmo país não se poderão defrontar
Equipas vindas do mesmo grupo não se poderão defrontar

 

Quartos-de-final
Sorteio livre
Equipa da casa determinada pelo sorteio


Meias-finais e final (Estádio Colovray, Nyon)

Os vencedores das meias-finais, agendadas para sexta-feira, 11 de Abril, junto do quartel-general da UEFA, vão defrontar-se na final, que terá lugar na segunda-feira, 14 de Abril, pelo prestígio de se tornarem na primeira equipa a erguer o Troféu Lennart Johansson, assim baptizado em honra do Presidente honorário da UEFA.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Arranca a Liga dos Campeões 2013/2014

por João Silva, em 17.09.13

No palco que vai acolher a final da Liga dos Campeões esta temporada, o Benfica inicia esta competição frente ao Anderlecht.

Em jogos a contar para a Liga dos Campeões, o Benfica nunca perdeu em casa com o Anderlecht, tendo somado por vitórias os três encontros disputados. A essa série vitoriosa a equipa de Jorge Jesus vai tentar somar mais um resultado positivo, de modo a que a prestação do Benfica na presente edição da Champions se inicie da melhor forma.

 

O Benfica – Anderlecht está marcado para as 19h45 desta terça-feira, no Estádio da Luz.

Lista de convocados:
Guarda-redes – Artur Moraes e Paulo Lopes;

Defesas – Maxi Pereira, Luisão, Garay, André Almeida, Jardel e Siqueira;

Médios – Djuricic, Matic, Enzo Perez, Fejsa, André Gomes e Ola John;

Avançados – Markovic, Lima, Rodrigo e Cardozo.

 

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Não há volta a dar

por João Silva, em 14.09.13

Hoje é necessário uma vitória consistente para dar confiança à equipa e dar um sinal claro que esta temporada não está perdida à terceira jornada do Campeonato. 

 

Carrega Benfica!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Campanha de qualificação para o campeonato do mundo de 1962 no Chile, Portugal apostava na obtenção da primeira qualificação de sempre para um campeonato do mundo.

Portugal chega ao último jogo a precisar de um milagre, era preciso vencer em Inglaterra. Estádio de Wembley repleto - cem mil espectadores, com recorde absoluto de bilheteira em Inglaterra -, Portugal estava derrotado aos dez minutos (2-0), com golos de Conelly e Pointer. Depois, só deu "Pantera Negra", alcunha inventada pelos próprios jornalistas britanicos. As crónicas do dia seguinte, em Portugal como em Inglaterra, focaram-se quase exclusivamente em Eusébio, nas suas fintas, nos seus remates fulminantes, na sua velocidade, na fúria do seu futebol. Pontapés acrobáticos, simulações de corpo, remates ao poste - houve de tudo. Os Ingleses deliraram. Os Portugueses também. Começava a formar-se o mito de Eusébio da Silva Ferreira.

Nos anos seguintes haveriam de ser escritas por si, algumas das mais belas páginas da nossa história futebolística - e seguramente as mais belas até hoje. Dos dois títulos de campeão europeu conquistados pelo Benfica logo nesses primeiros anos da década (1961 e 1962), um deles, o segundo, deve-se-lhe quase por inteiro.

Ajudou a Selecção Nacional Portuguesa a alcançar o terceiro lugar no Campeonato do Mundo de 1966, sendo o maior marcador da competição (recebendo a Bota de Ouro), com nove golos (seis dos quais foram marcados em Goodison Park), tendo recebido a Bola de Bronze. Ganhou a Bola de Ouro em 1965 e ficou em segundo lugar na atribuição da mesma em 1962 e 1966. Eusébio ainda é o melhor marcador de sempre do Benfica, com 638 golos em 614 jogos oficiais. No Benfica ganhou 11 Campeonatos Nacionais (1960-1961, 1962-1963, 1963-1964, 1964-1965, 1966-1967, 1967-1968, 1968-1969, 1970-1971, 1971-1972, 1972-1973 e 1974-1975), 5 Taças de Portugal (1961-1962, 1963-1964, 1968-1969, 1969-1970 e 1971-1972), 1 Taça dos Campeões Europeus (1961-1962) e ajudou a alcançar mais três finais da Taça dos Campeões Europeus (1962-1963, 1964-1965 e 1967-1968). Foi o maior marcador da Taça dos Campeões Europeus em 1965, 1966 e 1968.

Ganhou ainda a Bola de Prata sete vezes (recorde nacional) em 1964, 1965, 1966, 1967, 1968, 1970 e 1973. Foi o primeiro jogador a ganhar a Bota de Ouro, em 1968, façanha que mais tarde repetiu em 1973.

Eusébio viria a tornar-se uma lenda, conquistando em definitivo o título de "Rei" e um lugar no coração dos adeptos de futebol em todo o mundo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Cardozo

por João Silva, em 11.09.13
Parece estar definitivamente ultrapassado o conflito entre Jorge Jesus e Oscar Cardozo e que levou a que o paraguaio estivesse estado com um pé fora da Luz.
Tanto assim é que Cardozo já afirmou que quer acabar a carreira na Luz e sair pela porta grande.

Cardozo tem contrato com o Benfica até 2016 e é já neste momento o melhor marcador estrangeiro da história do Benfica.

Autoria e outros dados (tags, etc)


um passado de glória um futuro de vitória benfica


twiiter

# Classificação 2016/17




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com