Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Luís Filipe Vieira, assumiu ontem a defesa de Jorge Jesus, relativamente ao sucedido após o jogo de Guimarães, e anunciou que está preparado para testemunhar em tribunal pelo técnico do clube.


Entrevistado na CMTV, Vieira foi perentório: «Estão a tentar crucificar o Jorge Jesus. Tenho olhos na cara para ver e sei que não agrediu ninguém». Com essa convicção, está disponível para afirmar na justiça que o treinador estava sim «a separar alguém» e não a agredir.
«Ele saiu do banco para pedir calma perante um adepto que estava rodeado por vários seguranças, não me parece que seja uma agressão», sustenta. «Estão a empolar a situação, porque se trata do treinador do Benfica, quem conhece o Jorge Jesus sabe que ele não ia agredir ninguém».

 

Luís Filipe Vieira foi também crítico face à atuação dos seguranças e da polícia: «O adepto foi agarrado por quatro pessoas, parece que tinha assaltado um banco. Ver isso é revoltante. Foi um jogo sem problemas, com bastante fair-play, e este adepto já ia a sair de campo, com a camisola do Luisão».
«Não pode haver castigo, Jesus não fez nada, só tentou separar as pessoas. Não agrediu ninguém», insiste Vieira, lamentando-se de que «há uma justiça do norte e uma justiça do sul». «Ele não sabia que era um polícia. Quando eu lhe disse que aquilo era um polícia disse-me que não podia ser e foi logo pedir desculpa».


Na mesma entrevista, o presidente do Benfica referiu-se ao caso da alegada agressão no estádio da Amoreira ao presidente da Associação de Futebol de Lisboa, Nuno Lobo: «o que se passou na Amoreira foi

muito grave e ninguém comenta...».
Questionado sobre o que mudou no futebol português, quatro anos após o "Apito Dourado", ironizou: «Falam menos ao telefone e reúnem-se mais em hotéis».
«O futebol português evoluiu, na classe dirigente e a nível fiscal, mas ainda há gente que vive debaixo da impunidade», disse ainda Luís Filipe Vieira, que continua a desejar que se avance para a profissionalização da arbitragem.

 

Recordando o final da época passada e a situação de Oscar Cardozo, na final da Taça, disse estar «muito feliz» com a permanência do avançado paraguaio.
«Estamos muito felizes com ele e com o nosso treinador, o importante é a união da família benfiquista», disse, após explicar que Cardozo não podia frequentar as instalações do clube enquanto decorria o processo disciplinar instaurado após o último jogo da época passada.
Cardozo «não quer sair do Benfica» e tem uma excelente relação com o treinador, «que está lá para gerir os ativos do Benfica».

Autoria e outros dados (tags, etc)



um passado de glória um futuro de vitória benfica




twiiter

# Classificação 2017/18




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com