Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Benfica em directo na net

por João Silva, em 24.04.17

Esta segunda-feira, dia 24, pelas 16h00 portuguesas, há final da UEFA Youth League entre as equipas de Juniores do Sport Lisboa e Benfica e do Red Bull Salzburg. O encontro terá lugar no Estádio Colovray.

 Alguns links onde eventualmente poderão assistir ao jogo online: (apenas sobre a hora do jogo) 

Link1 Link2 Link3 Link4 Link5  Link6 (em actualização) 
 

Enquanto aguardam pela transmissão deixem a vossa opinião. Podem ganhar um fan pack (bilhete duplo + camisola) para a Liga NOS.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Final Four da UEFA Youth League

por João Silva, em 20.04.17

Depois de uma caminhada pautada pelo sucesso ao longo de toda a competição, é já na próxima sexta-feira que a equipa de Juniores do Benfica arranca a sua participação na Final Four da UEFA Youth League, o momento de todas as decisões.

Segunda equipa com mais presenças nas meias-finais do torneio, juntamente com Barcelona, Chelsea e Anderlecht, as águias têm um registo interessante na competição, pois de entre todos os clubes que nela já participaram, são o único a ter alcançado pelo menos os quartos de final nas quatro edições já realizadas.

Depois de ter disputado com o Barcelona a final da edição de 2013/2014, as águias regressam a Nyon com a ambição de trazer o troféu para Lisboa.

Na meia-final defrontam o Real Madrid… e a meta é clara: vencer e atingir a final, repetindo assim a presença da temporada 2013/14, na qual foram derrotadas pelos também espanhóis do Barcelona.

“Neste grupo, desde o início, temos representado as quatro gerações, desde os Sub-17 aos Sub-20, e temos provado ao longo deste processo que somos uma família. Não há distinções. Não procuramos as diferenças mas aquilo que temos em comum e, o que temos em comum, é uma grande ambição de levar esta equipa ao sucesso nesta competição e, sobretudo, mostrar aos olhos do mundo que o Benfica tem uma Formação ao nível das outras e, em determinados pontos, talvez até mesmo de outro nível”, começou por dizer João Tralhão à BTV.

A UEFA Youth League é uma verdadeira montra do Futebol jovem, mas a importância da competição vai para além da visibilidade e toca essencialmente nos muitos desafios que coloca aos atletas.

É a melhor coisa que pode acontecer a estes jovens. Esperemos bem que o futuro deles seja na alta competição e a alta competição obriga a que o foco esteja sempre ligado ao máximo em todos os momentos, seja no treino, seja no jogo, e esta competição traz-nos isso”, explicou o treinador.

Aurélio Buta anteviu esta participação e mostrou-se confiante: “Vamos encarar este jogo como encaramos todos os outros, passo a passo. Sabemos que está toda a gente de olhos postos em nós, mas vamos continuar focados no nosso trabalho”.

Estamos completamente focados nesta competição. Vamos tentar ganhar ao Real Madrid para depois estarmos na final e aí tentar ganhar também”, atirou Florentino, à BTV.

O Benfica mede forças com o Real Madrid na sexta-feira à tarde, às 17h00; antes, às 13h00, Barcelona e Salzburgo decidem o primeiro finalista.

A grande final está marcada para dia 24 de abril, segunda-feira.

Fonte: SLBenfica.pt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


A verdadeira cartilha

por João Silva, em 13.04.17

PAeS.jpg

Aparentemente, tem provocado grande ruído o facto de o Benfica enviar informação circunstanciada a alguns comentadores, pasme-se, afetos ao clube. Ainda não consegui perceber qual é exatamente o problema com este facto.

A semana passada, quando confrontado com a existência de tal informação, quer no Record, onde escrevo vai para quatro anos, quer na Sport TV+, onde comento desde o início do canal, fui claro na resposta, que recupero: "Cartilha só conheço a Maternal do João de Deus e o facto de um clube enviar informação sistemática é sinal de organização e de profissionalismo". Acrescentei que escrevo aquilo que penso e digo o que me apetece e que, para mim, é muito mais importante para formar a minha opinião as conversas quotidianas que tenho com outros grandes benfiquistas, os meus amigos Bernardo Azevedo, João Tomaz e Manuel Castro.

Este ponto é fundamental porque ajuda a perceber a verdadeira cartilha que rege os benfiquistas. Uma cartilha que firma um clube que não só existe para além de qualquer direção, por natureza transitória no tempo e limitada no seu poder, como recusa qualquer tipo de culto da personalidade do Presidente, quem quer que ele seja. O Benfica de que me habituei a gostar, e que sinto como meu, é mesmo uma agremiação de inclinação popular, pluralista e com adeptos hipercríticos e de pendor pessimista face à performance desportiva. Quando no nosso estádio os cânticos forem a Presidentes ou nas bandeiras se vir a face de dirigentes, é a identidade do Benfica, clube de espírito democrático e nascido nos meios populares de Lisboa, que estará a ser afrontada. Bem sei que isto custa a perceber a todos aqueles que veem os outros à sua imagem e que, por isso, não hesitam em utilizar epítetos como 'avençados'. Tudo o que devo ao Benfica, e não é pouco, é do domínio imaterial: angústias diárias e emoção incontida nas vitórias.

Quem quiser fazer o exercício, que julgo penoso, de recuperar todos os meus textos no Record, concluirá que está perante um olhar não isento sobre o futebol e o Benfica em especial (afinal sou o sócio 8001 do Glorioso), mas também perante uma visão livre. Bem sei que para o lúmpen que pulula em redor do mundo do futebol seja difícil perceber que é possível ter uma filiação clubística inegociável, vibrar com as vitórias da nossa equipa, mas manter espírito crítico sobre a forma como a equipa joga ou até sobre as opções estratégicas que o clube toma. Não há opinião neutra e muito menos comentário higienizado. Os que me leem e ouvem sabem que sou – e, posso garantir, serei sempre –, com orgulho desmedido, benfiquista.

Autor: Pedro Adão e Silva

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ederson, Nélson Semedo, Lindelöf, Pizzi, Mitroglou e Jonas foram eleitos para o melhor onze de 2016 da I Liga, no âmbito das Quinas de Ouro.

O SJPF é a entidade responsável pela eleição do melhor 11 da Primeira Liga e o voto é da exclusividade dos jogadores que participam na referida competição.

O Melhor 11 da Primeira Liga é relativo ao ano civil de 2016, compreendendo o período entre 1 de janeiro e 31 de dezembro.

Eis o melhor 11 de 2016 da Primeira Liga:

Guarda-redes: Ederson Moraes (Benfica);
Defesas: Nélson Semedo (Benfica), Victor Lindelöf (Benfica), Sebastián Coates (Sporting) e Alex Telles (FC Porto);
Médios: Danilo Pereira (FC Porto), Adrien Silva (Sporting) e Pizzi (Benfica);
Avançados: Gelson Martins (Sporting), Jonas (Benfica) e Mitroglou (Benfica).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Apoiar #SejaOndeFor

por João Silva, em 12.04.17

ApoiarSejaOndeFor.jpg

Vem aí mais uma semana intensa e repleta de emoções, marcada por clássicos, dérbis e mais uma final em Futebol.

A primeira equipa em entrar em campo é o Andebol. Depois da vitória frente ao ABC, que colocou os comandados de Mariano Ortega na 3.ª posição da tabela classificativa, segue-se o clássico.

Quarta-feira, às 20h30, o SL Benfica viaja até ao Pavilhão Dragão Caixa onde vai defrontar o FC Porto. Esta partida é referente à 4.ª jornada da Fase Final do Campeonato Nacional.

Quinta-feira é tempo de recuperar e ganhar forças para o que se segue… É que no dia seguinte, sexta-feira, dia 14 de abril há mais um clássico, desta feita em Basquetebol.

Os comandados de Carlos Lisboa recebem o FC Porto à passagem da 7.ª jornada da 2.ª Fase da LPB. Esta partida tem início às 15h30, no Pavilhão Fidelidade, e antecede mais uma Final do Futebol.

Do Pavilhão para o Estádio da Luz…

Depois da vitória em Moreira de Cónegos, o Tricampeão e líder da tabela classificativa (68 pontos) torna a entrar em campo esta sexta-feira, com um regresso à Catedral. A 29.ª jornada da Liga NOS disputa-se frente ao Marítimo, a partir das 18h15.

No sábado há dois dérbis!

O primeiro, em Futsal, tem início às 14h30, no Pavilhão n.º 2 da Luz. O SL Benfica – Sporting CP é referente à 23.ª jornada da Fase Regular do Campeonato Nacional.

Pelas 21h00, há dérbi em Andebol! Depois do clássico, as águias medem forças com o Sporting CP à passagem da 5.ª ronda da Fase Final do Campeonato. Este jogo terá como palco o Pavilhão n.º 2.

Pelo meio, porque não dar um saltinho até ao Caixa Futebol Campus? A equipa B regressa ao Seixal para disputar a 36.ª jornada da Ledman LigaPro. O adversário é o FC Famalicão, numa partida agendada para as 16h00.

De 4.ª feira a sábado temos mais do que motivos para apoiar!

Fonte: SLBenfica.pt

#CarregaBenfica #Juntos #SejaOndeFor

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


IRS: Não custa ajudar a Fundação Benfica

por João Silva, em 10.04.17

A Fundação Benfica foi criada em 27 de Janeiro de 2009 e é reconhecida como Pessoa Colectiva de Utilidade Pública, assumindo desde então a área da Responsabilidade Social do Sport Lisboa e Benfica, criando projectos de desenvolvimento humano e social, aplicando metodologias inovadoras que incluem o branding social e o desporto inclusivo.

Os sócios, adeptos e simpatizantes do Sport Lisboa e Benfica, têm a possibilidade de contribuir para a Fundação Benfica através do preenchimento da sua declaração de IRS.

A lei permite que cada cidadão, possa doar a uma “Instituição de Solidariedade Social ou Pessoas Colectivas de Utilidade Pública”, 0.5% do valor de IRS que tenha que reembolsar ao Estado, sem acarretar nenhum custo para si próprio.

A ajuda é simples de efectuar.

Ao preencher o anexo H da sua declaração de IRS, indique no quadro 9 a opção “Instituições de Solidariedade Social ou Pessoas Colectivas de Utilidade Pública” com o contribuinte da Fundação Benfica: 509 259 740.

Ao contribuir para a Fundação Benfica está a promover uma melhor educação, a combater a exclusão social, a promover o desenvolvimento social e a reforçar a ajuda humanitária.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Apoiar_Seja_Onde_For.jpg

 

O dia começa no Caixa Futebol Campus, pelas 15h00, com o jogo de Juniores entre o Benfica e o Belenenses a contar para a 6.ª jornada da fase de apuramento de campeão.

Uma hora mais tarde, novo encontro entre os dois emblemas, mas desta feita em futsal e em Belém. O Pavilhão Acácio Rosa é o palco da 22.ª jornada da fase regular do Campeonato Nacional. Do Restelo à Luz é um pulo, e a partir das 16h00 todos os caminhos vão dar ao Pavilhão n.º 2. Jogo de voleibol entre as águias e a Fonte do Bastardo para a meia-final do play-off.

Quando o relógio marcar as 18h00, o Pavilhão Fidelidade dá as boas-vindas à Liga Europeia com o jogo entre as equipas de hóquei em patins do Sport Lisboa e Benfica e do Liceo da Coruña. A partida é referente à segunda mão dos quartos de final e os comandados por Pedro Nunes trazem de Espanha uma vantagem de 2-3. À mesma hora, mas em Ílhavo, o basquetebol vira agulhas para a LPB depois da conquista da 22.ª Taça de Portugal. O encontro entre o Illiabum e o Benfica, referente à 5.ª jornada da 2.ª fase, terá lugar no Pavilhão Municipal Capitão Adriano Nordeste.

A partir das 19h00, em Espanha, o andebol joga uma cartada importante na Taça EHF. Na frente do seu grupo, o Benfica garante a passagem para os quartos de final em caso de triunfo ante o Helvetia Anaitasuna. O jogo da 6.ª ronda realiza-se no Polideportivo Anaitasuna.

Mas o melhor está guardado para o fim! Clássico de futebol, a partir das 20h30, num Estádio da Luz de gala. SL Benfica e FC Porto medem forças na 27.ª jornada da Liga NOS, onde uma vitória, como se espera, pode cimentar a liderança rumo ao Tetra, num palco que se espera completamente lotado.

CARREGA BENFICA!!!   Apoiar #SejaOndeFor

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Benfica_Porto.jpg

Os dados estão lançados. Passaram-se 26 jornadas e Benfica e FC Porto, com as suas qualidades e defeitos, chegam ao Clássico separados apenas por um ponto. Mas qual foi o caminho das duas equipas até ao jogo da Luz que pode decidir o título? O SAPO Desporto analisou os resultados de águias e dragões para perceber o que separou a regularidade das duas equipas na prova principal do campeonato português.

O Benfica chega a este encontro com 20 vitórias, dez no Estádio da Luz e dez fora de portas. Durante a sua caminhada vitoriosa, o conjunto de Rui Vitória conseguiu três goleadas por 4-0 (frente ao Tondela, Belenenses e Feirense) e quatro goleadas por 3-0 (Arouca, Nacional, Paços Ferreira e Moreirense). No entanto, também averbou cinco vitórias pela margem mínima, sendo que três delas foram mesmo por 1-0 (Estoril Praia, Braga e Feirense).

No lado mais negativo, o clube da Luz perdeu pontos em seis ocasiões, traduzidas em quatro empates (Paços Ferreira, Boavista, FC Porto e Vitória de Setúbal) e duas derrotas, concedidas frente ao Marítimo (2-1) e Vitória de Setúbal (1-0).

O FC Porto, por outro lado, tem mais empates que o Benfica mas menos uma derrota. A equipa de Nuno Espírito Santo chega ao Clássico com 19 vitórias, divididas entre 12 triunfos em casa e sete vitórias fora do Estádio do Dragão.

Os dragões vencem o clube da Luz no capítulo das goleadas, ao conseguirem oito goleadas ao invés das sete conseguidas pelo Benfica. Para além da maior goleada desta época no campeonato, com o 7-0 ao Nacional, o clube portista conseguiu mais quatro goleadas por 4-0 (Arouca, Tondela, Feirense e Nacional) e três goleadas por 3-0 (Arouca, Vitória de Guimarães e Moreirense).

Pelo lado negativo, o FC Porto perdeu pontos em sete ocasiões, divididas em seis empates e uma derrota. O clube portista empatou duas vezes em casa (Benfica e Vitória de Setúbal) e quatro vezes fora de portas (Paços Ferreira, Belenenses, Vitória de Setúbal e Tondela). Destaque também para o facto de que os empates concedidos pelos 'azuis e brancos' foram de 0-0 e de 1-1.

Quanto a derrotas, os dragões apenas perderam uma vez, frente ao Sporting, em Alvalade, num jogo que terminou 2-1 para a equipa de Jorge Jesus.

Decorridas 26 jornadas, não há muito que separe os dois candidatos ao título, que se voltam a encontrar, depois de um empate a uma bola na primeira volta, num jogo que pode muito bem decidir quem será o próximo campeão nacional português.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Rui Vitória está perto de fazer história

por João Silva, em 17.03.17

Rui Vitória.jpg

Rui Vitória está perto de fazer história no Benfica. Caso vença no sábado o Paços de Ferreira, o técnico será o mais rápido de sempre a alcançar 50 triunfos na liga portuguesa. Os três pontos também valem a maior percentagem de sempre de vitórias obtidas por um treinador ao serviço do Benfica. De acordo com contas do jornal A Bola, Jimmy Hagan - técnico entre 1970 e 1973 - foi o mais rápido de sempre a atingir essa marca das 50 vitórias, precisando apenas de 62 partidas para alcançar esse feito. Rui Vitória tem cerca 59 jogos ao serviço do Benfica no campeonato, ou seja, basta que o treinador vença uma das duas próximas partidas (frente ao Paços ou frente ao FC Porto) para garantir esse feito. Jorge Jesus precisou de 68 partidas para atingir a meia centena de triunfos. Em termos de percentagem de vitórias ao serviço do "glorioso", o atual técnico ocupa a segunda posição, com 83,1 %, atrás de Jimmy Hagan. Jorge Jesus alcançou o registo de 75,5 % de triunfos ao serviço do Benfica.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Com Jonas de regresso ao onze e com uma baixa de última hora – Nélson Semedo –, o Tricampeão entrou com tudo e com os olhos bem postos no regresso à liderança.

Ora, e quando muito se quer e se trabalha para isso, as coisas acabam por acontecer naturalmente.

Primeira parte com domínio e controlo total do Benfica! Várias oportunidades de golo, com André Almeida, aos 12’, a marcar o primeiro da noite.

Benfica_Belenenses 1.jpg

Depois de várias investidas, autêntico sufoco, abertura espectacular de Pizzi, com o lateral português, muito oportuno a surgir na cara de Cristiano – aproveitando o erro de Miguel Rosa – e a rematar rasteiro junto ao poste para o 1-0.

O Benfica manteve a toada, carregou, carregou… com a equipa de Quim Machado a ter somente um lance de maior perigo, aos 38’, mas prontamente resolvido pelo atento Ederson.

Ao intervalo, 1-0, na Catedral para o Tricampeão, com o Belenenses a praticamente ver jogar e a apresentar poucas soluções, perante um Benfica – diga-se – ao qual faltou alguma eficácia para dilatar o marcador.

Benfica_Belenenses 3.jpg

Segunda parte e mais intensidade e emoção! Minuto 47 e lance muito duvidoso, com Mitroglou a cair na área, depois de um empurrão pelas costas de Domingos Duarte. Bruno Esteves, o árbitro do jogo, mandou seguir… mas ficou por marcar uma grande penalidade.

Resposta imediata de um Belenenses mais atrevido. Persson faz o primeiro remate enquadrado à baliza, e Miguel Rosa, no lance seguinte, atira forte ao ferro.

Do outro lado… magia de Mitroglou. Minuto 51, contra-ataque encarnado, Salvio cruza, e o grego, num espetacular remate em arco, faz o 2-0.

Benfica_Belenenses 5.jpg

E não foi preciso esperar muito para os 53 897 adeptos nas bancadas da Luz festejarem o terceiro. Assistência de Zivkovic, golo de Salvio! 3-0, à passagem dos 60’.

Até ao final, mais um par de oportunidades – o jogo partiu – e Jonas, já em período de compensação, sentenciou num 4-0 final. Vitória justíssima!

Com este resultado, o Tricampeão reassume a liderança da Liga NOS, agora com 63 pontos (20V3E2D), com 56 golos marcados e 13 sofridos.

O SL Benfica alinhou de início com Ederson, André Almeida, Luisão, Lindelöf, Eliseu, Samaris, Pizzi (André Horta, 85’), Salvio (Rafa, 77’), Zivkovic (Carrillo, 67’), Jonas e Mitroglou.

Benfica_Belenenses 4.jpg

Na próxima jornada, a 26.ª, o SL Benfica desloca-se à Capital do Móvel para defrontar a formação do Paços de Ferreira. Esta partida está agendada para as 20h30 de sábado.

Fonte: SLBenfica.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)


um passado de glória um futuro de vitória benfica


twiiter

# Classificação 2016/17




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com