Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A equipa de hóquei em patins do Benfica não vai marcar presença na «final four» da Taça de Portugal, a realizar em Gondomar. Esta decisão está relacionada com a anulação «de forma inexplicável, a poucos segundos do apito final, do golo que daria o 6-5» no recente derby contra o Sporting.


Em comunicado, o Benfica critica «a degradação» que atingiu, no entender do clube, «a cúpula da modalidade». Deixando claro, que esta decisão nada tem que ver com o FC Porto e a UD Oliveirense, cujas equipas lutaram arduamente pelo título nacional e que beneficiarão também, em igual medida ao SL Benfica, das evoluções positivas que se verifiquem nas estruturas que organizam as competições em Portugal.

O Benfica informou ainda que a equipa fará um treino à porta aberto no sábado, 18h30.

Entretanto a FPP já reagiu ao sucedido e vai pronunciar-se sobre esta situação na conferência de imprensa de antevisão, na qual estava prevista a presença dos quatro treinadores. É agora certo que Pedro Nunes, técnico do Benfica, não estará.

Esperemos que possa servir para alguma coisa esta tomada de posição dos dirigentes do Benfica...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Então, dir-me-ão, o que poderá impedir o nosso penta?

O acharmos, todos, que o penta está, já, … “no papo”! Não está!
Até estar mesmo, … ninguém o vai facilitar. Então, exijamos, a nós mesmo, humildade e bom senso. Contra a vontade de banalizarmos os nossos títulos e de brincarmos com as derrotas dos outros.
Li, um dia, num dos livros de referência de Jorge Valdano, publicado nos anos 90, por sugestão do Luís Freitas Lobo (com quem, então, passava horas perdidas a falar de futebol, com o encanto e a sabedoria que ele depois viria a deixar em letra de forma, no Planeta do Futebol, entre outros livros), que, nas grandes equipas e nos grandes clubes, os festejos de um título acabam no momento em que se entra no balneário, depois de o termos conquistado.
É isso que queremos.
Que a par da humildade e do bom senso, tenhamos a capacidade para percebermos que só unidos poderemos voltar a ganhar. Em equipa que se ganha não se mexe.
Ou, mexendo, que se mexa o mínimo possível! Não podemos demonstrar qualquer superioridade arrogante, qualquer altivez desnecessária, qualquer presunção exagerada! Um Benfica à Benfica, fiel aos seus princípios!!!
Como Cosme Damião nos ensinou!
Se não cometermos erros (como nas revoluções) o penta é nosso ... já em 2018 (passe a arrogância)!!!
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Modalidades.jpg-large

É um dos grandes destaques desta semana. A equipa de basquetebol está a uma vitória de se tornar campeã nacional.

Agora, a eliminatória que se discute à melhor de cinco, muda-se para a Luz. O terceiro jogo, depois de duas vitórias (70-73 e 81-83) é sexta-feira às 19h00, no Pavilhão Fidelidade.

No hóquei em patins, o SL Benfica lidera a tabela classificativa, em igualdade pontual com o FC Porto (segundo) e com um ponto de vantagem sobre a Oliveirense (terceira), quando restam duas rondas para terminar o campeonato. Caso o Benfica vença a Oliveirense na próxima jornada, já no sábado, a partir das 17h00, e o FC Porto sair de Valongo derrotado, os encarnados conquistam o tricampeonato.

No futsal, o SC Braga está em vantagem para disputar a final do play-off do Campeonato Nacional, ao receber e vencer o Benfica nas grandes penalidades, por 2-1, após um empate a três no final do tempo regulamentar. O segundo jogo da semifinal vai jogar-se no próximo sábado, às 15h00 , no Pavilhão n.º 2 da Luz.

#UmaCamisolaVáriasEmoções

#Apoiar #SejaOndeFor

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os tetracampeões venceram o Vitória de Guimarães, por 2-1, na final da Taça de Portugal. Raúl Jiménez e Salvio assinaram os golos encarnados, Zungu reduziu pelos vimaranenses.

taca_portugal_benfica_2017.jpg

Após 45 minutos de grande equilíbrio, em que a melhor oportunidade de golo pertenceu ao Vitória de Guimarães, o Benfica resolveu a final em cinco minutos, com golos de Raúl Jiménez e Salvio.

O triunfo encarnado começou a ser construído aos 48 minutos. Miguel Silva não segurou o remate de Jonas e, na recarga, Raúl Jiménez desviou, com um toque subtil, a bola para golo. Depois, Salvio cabeceou sem hipótese de defesa, após cruzamento de Nélson Semedo, para o 2-0.

Com dois golos de desvantagem, o Vitória de Guimarães não atirou a toalha ao chão e arriscou no ataque. Um risco que viria a ser premiado aos 78 minutos, já depois de Jonas ter cabeceado à trave. Raphinha marcou o canto e Zungu, solto de marcação, cabeceou tranquilamente para golo. A discussão do resultado voltou a ficar relançada, mas o Benfica segurou a vantagem e celebrou mais uma conquista no Jamor.

Taça_de_Portugal_Raul_Jimenez.jpg

O Benfica conquistou a Taça de Portugal pela 26.ª vez e celebrou a 11.ª "dobradinha" do historial.

#CarregaBenfica

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Fez-se História!

por João Silva, em 14.05.17

O SL Benfica sagrou-se, este sábado, Tetracampeão Nacional. A uma jornada do final do Campeonato, fez-se história depois de uma vitória, em casa, por 5-0, frente ao Vitória de Guimarães.

Antes do apito inicial, os adeptos ergueram as cartolinas para uma coreografia onde se pedia “Façam história”. E fizeram mesmo!

Benfica_TetraCampeão_1.jpg

No onze que entrou em campo, apenas uma alteração em relação ao jogo de Vila do Conde, com o Rio Ave. Rui Vitória fez entrar o argentino Toto Salvio em vez de Rafa.

E entrou mais forte o SL Benfica. A apenas dois pontos de um sonho e perante mais de 60 mil espectadores - 64 591, naquela que foi a melhor assistência da temporada e da história do novo Estádio da Luz -, os encarnados não desperdiçaram a oportunidade de fazer o que nunca tinha sido feito…

No primeiro quarto de hora, os Tricampeões Nacionais estavam cada vez mais perto de fazer história, com uma vantagem de dois golos. Primeiro foi Cervi, aos 10’. Os encarnados recuperaram a bola em zona adiantada, Jonas prosseguiu com o esférico, arriscou o remate e Douglas largou para a frente. De pé esquerdo, o argentino não perdoou.

Aos 15’, Raúl levantou as bancadas da Luz! Pontapé de baliza muito longo de Ederson, o mexicano fez a bola sobrevoar Douglas e cabeceou para a baliza dos vimaranenses. Duas oportunidades, dois golos.

Ambiente fenomenal na Luz! Os adeptos iam cantando e pedindo o 36 a um Benfica decidido em conquistar o inédito Tetra…

Ao minuto 37, Jonas assistiu Pizzi que rematou para o 3-0. Aos 44’, depois de duas bolas desperdiçadas, Jonas marcou mesmo, com um chapéu a Douglas.

Grande exibição da formação orientada por Rui Vitória que, ao intervalo, vencia por 4-0, um resultado difícil para o Vitória de Guimarães que parecia não ter forças para dar a volta ao resultado. Uma primeira parte de sonho e o Tetra a 45 minutos de distância…

90 minutos que terminaram no 36…

No segundo tempo, mais Benfica. Diante de uns adeptos já confiantes na conquista do título, e debaixo de cânticos que nunca deixaram de se ouvir, os encarnados chegaram à mão cheia de golos.

Aos 66’, Marega tocou Cervi pelas costas, o argentino caiu e Jorge Sousa marcou grande penalidade.

Jonas foi chamado a converter, Douglas esperou pelo remate e não teve hipótese perante o pontapé fortíssimo do brasileiro. Estava feito o 5-0 final.

Rui Vitória fez alinhar de início: Ederson, Nélson Semedo, Luisão, Lindelöf, Grimaldo, Fejsa (78’ Samaris), Pizzi, Salvio, Cervi (72’ Carrillo), Jonas (87' André Almeida) e Raúl.

Daqui a duas semanas, a 28 de maio, as duas equipas voltam a encontrar-se naquela que é uma das maiores festas do futebol português: a final da Taça de Portugal. Os bilhetes estão esgotados e espera-se lotação esgotada no Jamor.

Fonte: SLBenfica.pt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


O Benfica é TetraCampeão!

por João Silva, em 14.05.17

O_Benfica_é_Tetracampeão.jpg

PARABÉNS!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Benfica em directo na net

por João Silva, em 13.05.17

Próxima transmissão

 Alguns links onde eventualmente poderão assistir ao jogo online: (apenas sobre a hora do jogo) 

Link1 Link2 Link3 Link4 Link5  Link6 (em actualização) 
 

Enquanto aguardam pela transmissão deixem a vossa opinião. Podem ganhar um fan pack (bilhete duplo + camisola) para a Liga NOS.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Muito perto do sonho

por João Silva, em 12.05.17

Rui_Vitória.jpg

A partir do momento em que Rui Vitória arrancar a conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o V. Guimarães, às 19 horas, o Benfica fica a pouco menos de 24 horas do jogo que pode coroar a equipa como tetracampeã.

Apesar de as rotinas não mudarem, é impossível fugir ao facto de o sonho da conquista do inédito tetracampeonato estar apenas a três pontos de distância.

O objetivo da equipa técnica passa por encarar este compromisso como apenas mais um jogo, mas claro, o cenário pode ser de festa em caso de triunfo.

A mensagem deixada ontem aos adeptos pelo presidente já está bem "encaixada" na cabeça dos jogadores, que receberam indicações expressas, logo depois do triunfo sobre o Rio Ave (1-0), para não entrarem em euforias e para se manterem à margem de todo o "ruído" exterior. O plantel esteve completamente blindado nos últimos dias e é a partir de hoje que a concentração estará já totalmente direcionada para um dos compromissos mais importantes da temporada. Até às 19 horas, altura em que os jogadores se apresentam na Luz para estágio, é tempo para descontraírem o máximo possível junto das famílias.

#CarregaBenfica

#Juntos

#RumoAo36

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Final Four da UEFA Youth League

por João Silva, em 20.04.17

Depois de uma caminhada pautada pelo sucesso ao longo de toda a competição, é já na próxima sexta-feira que a equipa de Juniores do Benfica arranca a sua participação na Final Four da UEFA Youth League, o momento de todas as decisões.

Segunda equipa com mais presenças nas meias-finais do torneio, juntamente com Barcelona, Chelsea e Anderlecht, as águias têm um registo interessante na competição, pois de entre todos os clubes que nela já participaram, são o único a ter alcançado pelo menos os quartos de final nas quatro edições já realizadas.

Depois de ter disputado com o Barcelona a final da edição de 2013/2014, as águias regressam a Nyon com a ambição de trazer o troféu para Lisboa.

Na meia-final defrontam o Real Madrid… e a meta é clara: vencer e atingir a final, repetindo assim a presença da temporada 2013/14, na qual foram derrotadas pelos também espanhóis do Barcelona.

“Neste grupo, desde o início, temos representado as quatro gerações, desde os Sub-17 aos Sub-20, e temos provado ao longo deste processo que somos uma família. Não há distinções. Não procuramos as diferenças mas aquilo que temos em comum e, o que temos em comum, é uma grande ambição de levar esta equipa ao sucesso nesta competição e, sobretudo, mostrar aos olhos do mundo que o Benfica tem uma Formação ao nível das outras e, em determinados pontos, talvez até mesmo de outro nível”, começou por dizer João Tralhão à BTV.

A UEFA Youth League é uma verdadeira montra do Futebol jovem, mas a importância da competição vai para além da visibilidade e toca essencialmente nos muitos desafios que coloca aos atletas.

É a melhor coisa que pode acontecer a estes jovens. Esperemos bem que o futuro deles seja na alta competição e a alta competição obriga a que o foco esteja sempre ligado ao máximo em todos os momentos, seja no treino, seja no jogo, e esta competição traz-nos isso”, explicou o treinador.

Aurélio Buta anteviu esta participação e mostrou-se confiante: “Vamos encarar este jogo como encaramos todos os outros, passo a passo. Sabemos que está toda a gente de olhos postos em nós, mas vamos continuar focados no nosso trabalho”.

Estamos completamente focados nesta competição. Vamos tentar ganhar ao Real Madrid para depois estarmos na final e aí tentar ganhar também”, atirou Florentino, à BTV.

O Benfica mede forças com o Real Madrid na sexta-feira à tarde, às 17h00; antes, às 13h00, Barcelona e Salzburgo decidem o primeiro finalista.

A grande final está marcada para dia 24 de abril, segunda-feira.

Fonte: SLBenfica.pt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


A verdadeira cartilha

por João Silva, em 13.04.17

PAeS.jpg

Aparentemente, tem provocado grande ruído o facto de o Benfica enviar informação circunstanciada a alguns comentadores, pasme-se, afetos ao clube. Ainda não consegui perceber qual é exatamente o problema com este facto.

A semana passada, quando confrontado com a existência de tal informação, quer no Record, onde escrevo vai para quatro anos, quer na Sport TV+, onde comento desde o início do canal, fui claro na resposta, que recupero: "Cartilha só conheço a Maternal do João de Deus e o facto de um clube enviar informação sistemática é sinal de organização e de profissionalismo". Acrescentei que escrevo aquilo que penso e digo o que me apetece e que, para mim, é muito mais importante para formar a minha opinião as conversas quotidianas que tenho com outros grandes benfiquistas, os meus amigos Bernardo Azevedo, João Tomaz e Manuel Castro.

Este ponto é fundamental porque ajuda a perceber a verdadeira cartilha que rege os benfiquistas. Uma cartilha que firma um clube que não só existe para além de qualquer direção, por natureza transitória no tempo e limitada no seu poder, como recusa qualquer tipo de culto da personalidade do Presidente, quem quer que ele seja. O Benfica de que me habituei a gostar, e que sinto como meu, é mesmo uma agremiação de inclinação popular, pluralista e com adeptos hipercríticos e de pendor pessimista face à performance desportiva. Quando no nosso estádio os cânticos forem a Presidentes ou nas bandeiras se vir a face de dirigentes, é a identidade do Benfica, clube de espírito democrático e nascido nos meios populares de Lisboa, que estará a ser afrontada. Bem sei que isto custa a perceber a todos aqueles que veem os outros à sua imagem e que, por isso, não hesitam em utilizar epítetos como 'avençados'. Tudo o que devo ao Benfica, e não é pouco, é do domínio imaterial: angústias diárias e emoção incontida nas vitórias.

Quem quiser fazer o exercício, que julgo penoso, de recuperar todos os meus textos no Record, concluirá que está perante um olhar não isento sobre o futebol e o Benfica em especial (afinal sou o sócio 8001 do Glorioso), mas também perante uma visão livre. Bem sei que para o lúmpen que pulula em redor do mundo do futebol seja difícil perceber que é possível ter uma filiação clubística inegociável, vibrar com as vitórias da nossa equipa, mas manter espírito crítico sobre a forma como a equipa joga ou até sobre as opções estratégicas que o clube toma. Não há opinião neutra e muito menos comentário higienizado. Os que me leem e ouvem sabem que sou – e, posso garantir, serei sempre –, com orgulho desmedido, benfiquista.

Autor: Pedro Adão e Silva

Autoria e outros dados (tags, etc)


um passado de glória um futuro de vitória benfica


twiiter

# Classificação 2016/17




# Universo Benfiquista











titulos GLORIAS ETERNAS

eusébio
Mario Coluna








Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


CONTACTO emailsilva.joaodiogo@hotmail.com